Conecte-se agora

Discurso de Eber Machado sobre passagem de ônibus repercute mal na Câmara de Vereadores

Publicado

em

O discurso do deputado estadual Eber Machado (PDT) sobre o aumento da passagem de ônibus e a crítica indireta do pedetista contra a retirada do debate sobre a tarifa na Câmara Municipal causou mal-estar em alguns vereadores.

Na sessão desta quarta-feira, 16, um dia após as declarações do deputado, publicadas na imprensa local, vereadores, principalmente os da oposição, protestaram.

“Virou moda os deputados criticarem os vereadores dessa Casa”, disse Célio Gadelha, do PSDB.

“Ele tem quem se preocupar lá com a Assembleia. Eles estão preocupados porque a Câmara está pautando o debate. Ontem nós fizemos nosso serviço como cidadão, já que eles não fazem”, disse N. Lima ao lembrar do encaminhamento do pedido de impeachment de Sebastião Viana feito por três vereadores da Casa nesta terça-feira, na Assembleia Legislativa.

Os vereadores oposicionistas disseram ainda que Eber Machado deveria citar que, na verdade, o debate sobre a tarifa foi retirado da Casa pela base política da qual ele também faz parte.

Já Eduardo Farias, do PC do B, líder da prefeita, agiu como franco atirador. Ele não poupou críticas a ninguém. Disse que Eber e os vereadores de oposição debatem o tema com objetivo meramente eleitoreiro.

“Ele entra no debate visando um interesse eleitoreiro. É tudo farinha do mesmo saco. Essa Casa nunca decidiu por aumento passagem. O que nós fizemos foi retirar essa questão técnica.”

Propaganda

Destaque 5

No Papo Informal, Brunno Damasceno fala sobre rodas de samba no Acre e explica diferença entre samba e pagode

Publicado

em

O sambista acreano Brunno Damasceno foi o entrevistado do Papo Informal, com Luciano Tavares, no ac24horas, nesta quarta-feira, 18. No papo, Brunno fala das diferenças entre samba e pagode, suas agendas e trabalho.

Continuar lendo

Destaque 5

Em visita a Lula, Jorge Viana presenteou o ex-presidente com livro do escritor Paulo Coelho

Publicado

em

Na visita que fez a Lula na cela da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) nesta terça-feira, 17, Jorge Viana deu de presente ao seu líder petista o livro Hippie, de Paulo Coelho, lançado em maio passado.

O livro tem 296 páginas. Escrito na terceira pessoa, a obra é o primeiro registro autobiográfico de Paulo Coelho e têm relatos das prisões do escritor pela ditadura militar brasileira, viagens por várias partes do mundo e ainda registros sobre o espírito hippie dos anos 1970.

“Foi um gesto de carinho ao presidente Lula, a quem conheço e sou amigo há mais de 30 anos”, disse Viana, que afirmou que Lula está “em boas condições e clama por justiça”.

Jorge Viana visitou Lula acompanhado dos senadores emedebistas Renan Calheiros, Edison Lobão e Roberto Requião;
e Armando Monteiro, do PTB.

Continuar lendo

Destaque 5

Jorge Viana e integrantes da CCJ fazem visita a Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba

Publicado

em

O senador Jorge Viana (PT-AC) e integrantes da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, incluindo o presidente Edson Lobão (PMDB-MA) bem como os senadores Roberto Requião (PMDB-PR), Renan Calheiros (PMDB-AL) e Armando Monteiro Neto (PTB-PE) estiveram reunidos na tarde desta terça-feira, 17 de julho, durante mais de uma hora com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

Os parlamentares foram designados pela CCJ para fazer uma inspeção nas condições da detenção de Lula e de outros presos na sede da PF em Curitiba. A comissão é suprapartidária e, de acordo com os senadores, a visita foi uma demonstração de respeito pelo líder político, detido há mais de cem dias. Lula disse a eles que abre mão até do direito à liberdade, mas vai seguir lutando para provar sua inocência.

Segundo relatos dos senadores, Lula mantém a esperança de que os recursos encaminhados às instâncias superiores da Justiça sejam examinados e sua condenação seja revertida pelo Supremo Tribunal Federal. “O presidente Lula está em boas condições, mantém-se esperançoso de que sua inocência seja reconhecida”, disse Viana. “Ele clama por Justiça, não quer nenhum tipo de concessão e apenas espera um julgamento justo em respeito a sua história”.

De acordo com Viana, autor do requerimento de inspeção aprovado pela CCJ do Senado, Lula está indignado com a sua prisão, tendo em vista que o processo que o condenou ainda não transitou em julgado e que a Constituição estabelece a presunção de inocência como garantia de todos. “Ele está indignado por sofrer uma injustiça, mas também tem a paciência de quem espera por Justiça”, disse Jorge Viana.

O senador presenteou Lula com a obra “Hippie”, do escritor Paulo Coelho, que fala dos sonhos da geração de jovens dos anos 60 que buscou transformar a sociedade com um ideário pacifista e transformador. “Foi um gesto de carinho ao presidente Lula, a quem conheço e sou amigo há mais de 30 anos”, comentou o parlamentar.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.