Conecte-se agora

Triplex atribuído a ex-presidente Lula, do PT é leiloado por R$ 2,2 milhões

Publicado

em

A unidade triplex do Condomínio Solaris, no Guarujá, atribuída pela Justiça ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi arremata hoje (15) em leilão por R$ 2,2 milhões. O lance vencedor foi feito às 13h55, cinco minutos antes do final do pregão.

O comprador que fez o lance, denominado Guarujapar, tem a localidade registrada como Brasília. Além dos R$ 2,2 milhões, ele terá de arcar com a comissão do leiloeiro, de R$ 110 mil, e mais R$ 47.204,28 de débitos condominiais.

Manifestantes ocupam triplex em Guarujá
Em 16 de abril, o triplex foi invadido por integrantes do MTST e da Frente Povo sem Medo (Paulo Whitaker/Reuters)

O apartamento triplex nº 164-A ocupa do 16º ao 18º pavimento do Edíficio Salinas, no Condomínio Solaris. Ele tem área privativa de 215,2 metros quadrados, área comum de 82,6 metros quadrados e duas vagas de garagem.

Em 29 de janeiro, o juiz federal Sérgio Moro determinou a venda, em leilão público, do triplex após o imóvel ter sido penhorado a pedido da 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais da Justiça Distrital de Brasília, em processo da empresa Macife contra a OAS. Segundo a defesa de Lula, a decisão dessa penhora, pela própria Justiça, comprovaria ser a OAS a verdadeira dona do triplex, e não o ex-presidente.

Na decisão anunciada por Moro, o juiz argumentou que “o imóvel foi inadvertidamente penhorado, pois o que é produto de crime está sujeito a sequestro e confisco e não à penhora por credor cível ou a concurso de credores”.

O juiz determinou que os valores a serem obtidos com o leilão do triplex sejam revertidos à Petrobras.

Propaganda

Cidades

Acreano de 73 anos está hospitalizado em Manaus e procura família no Acre

Publicado

em

Há mais de 15 anos, desde que foi morar em Manaus, no Amazonas, que o idoso Alcir Moraes de Holanda, conhecido como “Acreano”, de 73 anos, perdeu o contato com sua família que reside em Rio Branco. Há várias semanas, ele está internado no hospital Francisca Mendes, na capital do estado vizinho, onde está submetido a um tratamento cardíaco.

Seu Alcir foi para Manaus solteiro, lá conheceu sua esposa e durante todo esse tempo vive acompanhado apenas da mulher e de duas filhas. Nem ele, nem a esposa possuem telefone celular, por isso, Luciana Vidal, amiga do casal, que também reside em Manaus, decidiu procurar o ac24horas na tentativa de encontrar os familiares de ‘Seu Alcir’ no Acre.

Luciana diz que o acreano é aposentado e está numa situação difícil. “Estou numa busca constante há vários dias porque ele não tem nenhum familiar aqui, eu e meus pais somos os únicos parceiros dele aqui em Manaus”.

Ajuda

A mulher explicou que já entrou em contato com a assistência social de Rio Branco, com representantes da secretaria de Direitos Humanos no Estado e, mesmo assim, ainda nenhum sinal de ajuda por parte do poder público.

O idoso informou que possui duas irmãs que moram em Rio Branco, chamadas: Alcianira Moraes de Holanda e Alcinir Moraes de Holanda – esta tinha uma loja chamada ‘Ceará’, localizada no Bairro Quinze. Ele ainda fala de uma prima, camada Cleide Pereira Cavalcante, mas não lembra o bairro onde a mesma morava.

Luciana pede para quem conhecer uma das irmãs de Seu Alcir, que entre em contato pelos números (92) 98443 – 8437 ou (92) 99305 – 2048.

Continuar lendo

Cidades

Placas colocadas na BR-317 tem data vencida

Publicado

em

Às placas com detalhes das obras de recuperação e restauração da BR-317 colocadas pelo Dnit ao longo da estrada estão com a data de início vencida, ou seja, em 11 de dezembro de 2018.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.