Conecte-se agora

CV responsabiliza policiais por mortes no Preventório; Bope nega e afirma que foi recebido a bala em disputa de facções por território

Publicado

em

O crime parece mesmo estar a cada dia mais organizado no Estado. Uma nota de esclarecimento, supostamente emitida por membros do Comando Vermelho, circulou na manhã desta terça-feira (15) em grupos de mensagem fazendo duras críticas à forma com a qual os policiais como Batalhão de Operações Especiais (Bope) teriam entrado na última segunda-feira, dia 14, no bairro Preventório.

Procurada pela reportagem para falar sobre as acusações dos criminosos da forma de atuação na ocorrência da noite de segunda, a Polícia Militar negou que tenha iniciado disparos e explicou também que a criança já estava ferido quando as guarnições chegaram à comunidade. A informação é ainda de que os militares já estavam na região durante o dia e que saíram de lá no fim da tarde.

Durante a ação que teria sido um confronto de facções rivais, uma menina de 11 anos morreu, e dois outros homens ficaram feridos. Além deles, um policial militar teria sido atingido na região do tórax, e só não ficou ferido porque estava de colete à prova de bala. Nesta terça-feira, dia 15, após divulgação da ocorrência pela imprensa, os criminosos se manifestaram, jogando a culpa sobre a polícia.

Em nota, os membros do CV destacam: “Tudo o que aconteceu foi que o BOPE chegou na comunidade atirando para todos os lados, enquanto houve o tiroteio do BOPE nenhum dos moradores entraram em confronto com eles para que essa chacina ocorresse (sic). O que houve na realidade foi que o BOPE fez uma chacina e criou toda uma farsa para que a população acreditasse”, relata o texto.

Ainda segundo a nota atribuída a fação que estaria em guerra com o Bonde dos 13, “os moradores da comunidade estão perplexos com essa farsa que o BOPE criou para assassinarem de forma brutal moradores e uma criança”. Eles completam falando sobre a menina de 11 anos que era estudante e estava dentro de casa com a família quando foi atingida pelos tiros que tiraram a vida dela.

Em mensagem enviada a reportagem de ac24horas, a Polícia Militar destaca que “uma guarnição do Bope, que estava próximo, no momento do acionamento via 190, chegou rápido e foi recebida com disparos contra a guarnição, que revidou (…) uma facção veio do Segundo Distrito, atravessando o rio, e começou a efetuar disparos contra as residências”, diz a PM rebatendo os criminosos.

Segunda: uma noite de terror

Um tiroteio que aconteceu na noite desta segunda-feira (14), na rua Rio Grande do Sul, no bairro Preventório, deixou três mortos. De acordo com informações de populares, o tiroteio começou por volta das 17h30m. Segundo o que foi repassado aos policiais, na localidade havia uma disputa por território entre duas facções rivais que disputam o domínio do tráfico na região.

Os membros de uma das fações teriam chegado ao local e barco e subiram o morro da Rua Rio Grande do Sul, já efetuando disparos em direção a duas residências no Bairro Preventório. Ainda de acordo com a polícia, eles passaram o dia patrulhando o bairro após receber em um vídeo em que jovens criminosos aparecem segurando armas de grosso calibre a beira do barranco.

Pouco depois que a polícia saiu o tiroteio começou e os policiais retornaram para fazer a intervenção. No total, dois homens ainda não identificados e uma criança de 11 anos morreram. Outras duas pessoas ficaram feridas, sendo eles: Francisco Vitor Junior, de 21 anos – e Raimundo Lacerda, de 26 anos.

Propaganda

Destaque 2

OPERAÇÃO SANTINHOS: Pastor Manuel Marcos e Doutora Juliana são alvos de operação da PF

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, dia 11, em Rio Branco, uma mega operação para apurar o desvio de recursos do Fundo Eleitoral utilizado em financiamento de campanhas esse ano. Na lista dos presos estão o vereador Manuel Marcos e a deputada estadual Dr. Juliana Rodrigues, ambos do PRB.

Manuel Marcus, pastor da Igreja Universal e atual presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, foi eleito deputado federal com pouco mais de 7 mil votos. Juliana Rodrigues, que já é deputada estadual, foi reeleita para o cargo no Parlamento Acreano. Os dois receberam cedo a visita dos agentes da PF.

Segundo apurou ac24horas, um total de 17 mandados de busca e apreensão são cumpridos desde as primeiras horas do dia. Além dos dois deputados eleitos, os mais de 100 policiais cumprem mandados judiciais na Câmara Municipal, Assembleia Legislativa, e em outros órgãos públicos. Gabinetes de políticos também são alvo.

Ainda segundo a Polícia Federal, os agentes executam um total de oito mandados de prisão. Os nomes dos alvos, contudo, ainda não foram divulgados oficialmente pela instituição devido ao sigilo do processo de investigação.

As sedes do Procon, PRB e Assembleia Legislativa do Acre e uma gráfica da capital também foram alvos de busca e apreensão.

Continuar lendo

Destaque 2

Polícia Federal deflagra operação contra políticos do Acre

Publicado

em

A Polícia Federal do Acre deflagrou, na manhã desta terça-feira, dia 11, uma operação que mira políticos eleitores e correligionários. Os agentes da polícia judiciária federal entraram em campo antes das 6 horas, e tinham como alvos alguns bairros da Capital.

As primeiras informações, ainda extraoficiais, tratam que eleitores foram alvos de mandados de prisão. Também teriam sido presos membros de um partido que têm ligação pessoal com dois dos políticos alvos da ação policial.

A Polícia Federal, procurada, confirmou a ação, mas não revelou detalhes sobre a operação, nem os nomes dos alvos.

Uma equipe da PF foi flagrada por internautas no Condominio Castanheira, fazendo uma busca e apreensão na residência do presidente da Câmara de Rio Branco, pastor Manuel Marcos (PRB), que foi eleito deputado federal nas eleições deste ano. Outro alvo da operação, segundo informações, seria a deputada estadual Doutora Juliana, também do PRB, que foi reeleita este ano.

Mais informações a qualquer momento.

Continuar lendo

Destaque 2

Governo de Sebastião Viana ainda não sabe se vai pagar o 13º

Publicado

em

O governo do Acre ainda não sabe se será possível pagar o 13º salário neste mês, porém informa que trabalha para efetuar o pagamento aos 45 mil servidores públicos estaduais até o dia 31 de dezembro.

A previsão é de que a primeira parcela do Fundo de Participação dos Estados (FPE) seja paga nesta segunda-feira, 10. A segunda deve ser paga em 20 de dezembro. São repasses que reforçam os cofres do Estado.

O atraso seria inédito nos governos da Frente Popular. O governo de Sebastião Viana tenta manter a tradição das gestões petistas que sempre se gabaram em sua propagandas de pagar em dia.

Nesta segunda, a assessoria de Sebastião Viana, ao ser procurada por ac24horas, deu o tom da dificuldade para cumprir a meta de pagar os salários do mês de dezembro e o 13º ao informar que “o governo continua trabalhando no sentido de fechar cumprindo a sua previsão de honrar com o compromisso do pagamento do salário e décimo. Assim que tivermos a definição, faremos o anúncio”, informou.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.