Conecte-se agora

Ao estilo paz e amor, PT reúne movimentos sociais e fala em novo ciclo no poder

Publicado

em

Em encontro realizado na manhã deste sábado (12) no auditório da Secretaria de Educação, o PT reuniu lideranças de movimentos sociais, em especial o comunitário, para oficializarem apoio à candidatura de Marcus Alexandre ao governo.

Ao contrário de eventos passados, os petistas evitaram fazer ataques aos adversários da oposição, adotando um estilo mais paz e amor.

As críticas mais contundentes foram feitas ao presidente Michel Temer (MDB), acusado de adotar uma política de desmonte dos programas sociais implementados nos governos Lula e Dilma. Sem citar nomes, afirmaram que políticos acreanos que disputarão as eleições dão sustentação ao governo Temer no Congresso Nacional.

Outras críticas saíram de Marcus Alexandre. Ele afirmou que a oposição inaugurou em Cruzeiro do Sul universidade particular de medicina, cujo acesso estaria restrito a quem tem grande poder aquisitivo.

“Eles fazem faculdade com mensalidade de R$ 10 mil. No governo do presidente Lula trouxemos medicina para a Ufac, em que o filho do mais pobre pode estudar de graça”, disse.

Desde sua inauguração, porém, o perfil do estudante de medicina da Ufac é outro: 90% oriundos de outros Estados e de famílias de classe média alta.

Para contornar o desgaste de duas décadas de petismo no Palácio Rio Branco, Marcus Alexandre falou que um eventual governo seu não será de continuidade, mas o “começo de um novo ciclo”.

“Não será um sexto mandato [do PT no governo], não será uma continuidade. Será o primeiro mandato de um novo ciclo”, disse Marcus Alexandre. O ex-prefeito da capital afirmou que continuará sua agenda de percorrer o interior e pediu o apoio de cada um dos líderes dos movimentos comunitários.

Esse foi o primeiro evento público do petista desde que deixou a prefeitura no último dia 6 de abril. De acordo com os organizadores da reunião, 82 entidades sociais participaram.

Uma eleição acirrada

Ter o apoio destes movimentos é visto pelo PT como essencial para garantir a vitória naquela que é apontada como a eleição mais acirrada a ser enfrentada pelo partido. “Vamos enfrentar a mais difícil campanha dos últimos 20 anos”, afirmou o deputado federal Raimundo Angelim (PT).

O encontro deste sábado não teve a participação do governador Sebastião Viana (PT). Procurada, a assessoria não informou, até o momento, o motivo da ausência. A composição da mesa de honra teve como destaque os presidentes do movimento de base.

Os pré-candidatos ao Senado Jorge Viana e Ney Amorim também fizeram assento. Para o presidente da Assembleia Legislativa, a crise mais grave por que o país passa não é a política ou econômica, mas sim a moral. Os principais líderes do PT são os mais envolvidos em denúncias de corrupção investigadas pela operação Lava Jato.

O maior deles, o ex-presidente Lula, cumpre prisão em Curitiba. Ele foi condenado a 12 anos de cadeia por corrupção passiva ao ser beneficiado com o pagamento de propinas por empreiteiras. Para os petistas, Lula é “vitima de uma grande injustiça”.

Propaganda

Destaque 6

MP irá investigar indícios de ilegalidade de servidores

Publicado

em

O Ministério Público Estadual do Acre (MPE/AC) divulgou na edição do Diário Oficial desta segunda-feira, 10, a Portaria Nº 0007/2018, que determina a instauração de Ação Civil Pública contra a Prefeitura de Acrelândia (AC) por indícios de ilegalidade na contratação temporária de servidores da saúde.

“…após análise mais detida do procedimento, verificou-se indício de ilegalidade na contratação temporária de servidores da saúde, pois, à exceção do cargo de recepcionista em saúde, os demais cargos ocupados (psicólogo, fisioterapeuta, odontólogo, farmacêutico, técnico de enfermagem) são, à toda evidência, de necessidade permanente;”

Na publicação, o MPE esclarece que ao apurar a denúncia, as informações prestadas pela Secretaria Municipal de Saúde não foram suficientes para esclarecer os fatos. E que, portanto, decide “instaurar o presente procedimento preparatório, para elucidar a veracidade das informações trazidas ao conhecimento desta Promotoria de Justiça, com vistas a subsidiar decisão deste Órgão Ministerial quanto à necessidade de ajuizamento de ação civil pública em face do Município de Acrelândia/AC”.

Continuar lendo

Destaque 6

Homem morre no PS após ser alvo de tiros no Jorge Lavocat

Publicado

em

Na noite deste sábado (08), um homem de nome ainda não identificado morreu no Pronto Socorro da capital, após ser alvo de tiros na região do bairro Jorge Lavocat, em Rio Branco.

O homem estaria em via pública quando os suspeitos se aproximaram em posse de uma arma de fogo e realizaram os disparos. O homem ainda teria tentado correr para sua residência, mas foi alcançado pelos tiros e caiu na calçada da rua.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel Urgência (Samu), foi acionada, realizou os primeiros socorros e o encaminhou ainda com vida ao Pronto Socorro da capital, porém, diante dos ferimentos, ele não resistiu e morreu durante a cirurgia.

Continuar lendo

Cidades

Mais de 300 terão direito à restituição

Publicado

em

A Receita Federal abre a partir das 9 horas da segunda-feira, 10 de dezembro, consulta ao sétimo lote de restituição do IRPF 2018. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

No Acre, 321 contribuintes terão direito ao valor total de R$ 475.505,36.Já na 2ª Região Fiscal, composta pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, serão liberados créditos no valor total de R$ 21.092.672,67 para 8.911 contribuintes.

O crédito bancário para 151.248 contribuintes, em todo o País, será realizado no dia 17 de dezembro, totalizando mais de R$ 319 milhões. Desse total, R$ 127.393.752,50 referem-se ao quantitativo de contribuintes de que tratam o art. 16 da Lei nº 9.250/95 e o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 2.764 contribuintes idosos acima de 80 anos, 19.081 contribuintes entre 60 e 79 anos, 3.157 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 9.297 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receita fone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.