Conecte-se agora

Roney terá de devolver quase R$ 1 milhão aos cofres públicos

Publicado

em

O ex-prefeito de Plácido de Castro, Roney Firmino (PSB), terá de devolver mais de R$ 920 mil aos cofres públicos da cidade. Isso porque, quando gestor, não prestou conta do dinheiro desembolsado para a compra de combustíveis necessários aos serviços da cidade. A decisão é do Tribunal de Contas do Acre (TCE/AC).

A conselheira Naluh Gouveia, relatora do processo na Casa, explicou que durante uma auditoria feita pelo TCE/AC, prefeito, por duas oportunidades, deixou de apresentar os relatórios sobre os gastos, prejudicando os trabalhados do Tribunal. Ele chegou a pedir aumento do prazo, mas mesmo assim, não deu transparência aos documentos.

Além de devolver os valores gastos, Roney também terá de pagar multa acessória no valor de R$ 92,6 mil, ou seja, 10% do valor cujos relatórios não foram apresentados. A decisão foi aprovada pela maioria dos conselheiros presentes, e o ex-prefeito tem até 30 dias para depositar o dinheiro na conta da prefeitura.

Firmino também vai pagar outra multa, desta vez de R$ 7 mil, e será denunciado ao Ministério Público do Acre (MP/AC). A Câmara de Vereadores de Plácido de Castro também será notificada sobre a decisão do Pleno do Tribunal de Contas. Além disso, a conselheira recomendou a orientação de comprimento ao atual prefeito.

A reportagem tentou falar com o ex-prefeito, mas não conseguiu localizá-lo. O espaço segue aberto para as explicações que o ex-gestor desejar dar à sociedade. A decisão de condenação ocorreu nesta quinta-feira, dia 10.

Propaganda

Destaque 7

Prêmio do MPAC: Acadêmicos de Publicidade poderão participar

Publicado

em

O Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) chega à sua 9ª edição com mais uma novidade. Foi acrescentada ao concurso a categoria ‘Destaque Acadêmico em Publicidade’, que vai permitir a participação de estudantes de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda.

Nas edições anteriores, o edital permitia apenas a participação de acadêmicos de Jornalismo. O anúncio foi feito na noite de quinta-feira, 18, na Faculdade Meta, em Rio Branco, atualmente, a única do estado que oferece o curso na plataforma presencial.

“Acredito que, de forma bastante criativa, os acadêmicos irão dar visibilidade para o trabalho do Ministério Público do Acre, contribuindo para que a sociedade conheça melhor a instituição. Para os estudantes, será uma oportunidade de aliar teoria à prática, o que é muito importante para a formação profissional”, comenta a diretora de Comunicação, Kelly Souza.

Com uma proposta inovadora de reconhecimento ao trabalho da imprensa local e nacional, o prêmio traz como tema: ‘Segurança Pública e Direitos Humanos – A vida em pauta’. A proposta do prêmio é estimular a publicação de reportagens com enfoque no debate sobre segurança pública e direitos humanos, associados à promoção da Justiça.

Os trabalhos devem ser inscritos nas seguintes categorias: Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo, Webjornalismo, Fotojornalismo, Destaque Acadêmico de Jornalismo e, agora também, Destaque Acadêmico de Publicidade.

As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de novembro. O formulário e o regulamento do concurso estão disponíveis no site premiodejornalismo.mpac.mp.br. Já a entrega da premiação ocorrerá durante cerimônia marcada para o dia 13 de dezembro deste ano, quando serão conhecidos os primeiros colocados de cada categoria.

André Ricardo – Agência de Notícias do MPAC

Continuar lendo

Destaque 7

“Eu queria ver ele demitir os marajás dele”, sugere Duarte

Publicado

em

O líder da oposição na Câmara Vereadores, Roberto Duarte (MDB), questionou na manhã desta quinta-feira, 18, o modelo de cortes financeiros e exonerações no governo de Sebastião Viana a pouco menos de três meses do fim da gestão petista. O emedebista desafiou Viana a exonerar seus assessores especiais, a quem ele chamou de “marajás”.

“Eu queria ver ele demitir os marajás dele. Eu queria ver ele demitir os assessores especiais dele, os marajás, mas ele está demitindo o pessoal da base que trabalha, os trabalhadores. É perseguição e essa perseguição acaba no final de 2018 e se Deus e o povo quiserem nunca mais vai voltar.”

Mais de 20 pessoas foram exoneradas de cargos diversos no Estado desde a segunda-feira, 08 de outubro, coincidentemente após as eleições em que o petista Marcus Viana, colega de partido de Sebastião, saiu derrotado.

De acordo uma reportagem veiculada na Agencia de Notícias do Acre, as exonerações e cortes são medidas administrativas relacionadas ao custeio em todos os segmentos, inclusive de pessoal, e serão adotadas, haja vista que a legislação é rigorosa ao não permitir a transferência de despesas de um governo para outro.

Continuar lendo

Destaque 7

Rio Branco está entre 15 cidades “incríveis” para abrir negócios

Publicado

em

A Revista Digital Exame, da Editora Abril, publicou na noite desta terça-feria, 16, uma reportagem em que lista as 15 cidades incríveis e poucos conhecidas para abrir negócios no Brasil e, coloca o Acre em 12º colocação das 15 cidades, segundo mapeamento da Associação Brasileira de Startups, que mostra as regiões afastadas dos polos de inovação, mas que contam com uma forte comunidade de startups.

“Rio Branco, no Acre, possui 11 startups mapeadas pela ABStartups. A maioria atua nos setores de educação (27,27%) e de varejo e atacado; serviços profissionais, científicos ou técnicos; e recrutamento (9,09% cada). Alguns exemplos de negócios inovadores locais são Busca Peças, Lance Certo, Nativus Live e Royal Advice.

Rio Branco é palco de iniciativas como Negócios na Prática, Papo de Empreendedor, Sebrae Startup Day, Startup Weekend, StartupDay e StartupON Rio Branco. Alguns grupos da região são Amazonia Valley e Aquiri Valley. As instituições de ensino IFAC e ITEC oferecem incubadoras, enquanto o Sebrae lab UFAC oferece pré-aceleração e mentoria. A FabriQ é uma aceleradora presente em Rio Branco. Grandes empresas acreanas que se relacionam com a comunidade são, por exemplo, a telecom Cruzeirense, o negócio de consertos e peças automotivas Starmotors e os Supermercados Araújo”, defende Marcos Medeiros, gerente de comunidades da ABStartups e responsável pelo mapeamento.

ENTENDA O QUE É SATARTUPS- Muitas pessoas dizem que qualquer pequena empresa em seu período inicial pode ser considerada uma startup. Outros defendem que uma startup é uma empresa com custos de manutenção muito baixos, mas que consegue crescer rapidamente e gerar lucros cada vez maiores. Mas há uma definição mais atual, que parece satisfazer a diversos especialistas e investidores: uma startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza.

O Brasil possui entre 10 e 15 mil startups – e muitas delas estão em lugares pouco conhecidos por sua inovação, mas muito promissores para quem procura abrir seu próprio empreendimento disruptivo em oceanos mais azuis.

A reportagem explica que a maioria das startups, é bem verdade, está nas metrópoles de que todos se lembram. Belo Horizonte, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro são alguns exemplos. Mas um mapeamento da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) mostra que há comunidades de startups nascendo em áreas menos saturadas, e exemplo do Acre.

“Toda vez que fixamos os olhares para os grandes centros econômicos do país, deixamos de ver a quantidade de talentos, histórias e grandes cases de sucesso em outras regiões com menor visibilidade. É importante dar mais conexões e janelas para elas, pois assim esses ecossistemas se tornam mais fortes, dando mais suporte aos atuais negócios e inspirando empreendedores – favorecendo o surgimento de mais e melhores startups”, explica Marcos Medeiros, gerente de comunidades da ABStartups e responsável pelo mapeamento.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.