Conecte-se agora

Governo repassa R$ 14 milhões em ações para cooperativas “assumirem” Dom Porquito

Publicado

em

O governo Sebastião Viana (PT) enviou essa semana para a Assembleia Legislativa projeto de lei que autoriza a Agência de Negócios do Acre (Anac) a repassar para duas cooperativas do Alto Acre R$ 14 milhões em ações para que elas possam ter assento no conselho de administração da Dom Porquito.

Criada em 2011, a empresa de sociedade de ações trabalha na produção de alimentos de origem suína. A Dom Porquito tem um capital social em ações avaliados em quase R$ 50 milhões.

Até a aprovação da matéria, somente governo e setor privado tinham poder de decisão nas assembleias do conselho. A participação estatal era de 36,93%. De meros fornecedores de mão-de-obra e insumos, as cooperativas passam a ter poder de voto nas decisões do conselho administrativo.

A transferência das ações irá para a Central de Cooperativas de Alimentos do Acre (Amazon) e a Cooperativa de Produtores de Suínos do Alto Acre (Coopersuínos). Juntas, as duas reúnem ao menos 50 criadores dos municípios de Brasileia e Assis Brasil.

Com a doação das ações por parte da Anac – que representa o Estado dentro da Dom Porquito – as duas cooperativas terão participação de 28,52%. De 18.125 ações que detinha, a agência passa a contar com apenas 4.125, já que 14 mil vão para os produtores reunidos em cooperativas.

“O repasse dessas ações é apenas para formalizar a parceira público-privada-comunitária, que é idealizada desde 2011 pelo governo. O que está sendo doado não é dinheiro, é esse lote de ações”, explica André Vieira, diretor-presidente da Anac.

Idealizada pelo governo Sebastião Viana como forma de salvar o setor rural do estado após seus antecessores priorizarem a economia florestal, a Dom Porquito compete com a Peixes da Amazônia como símbolo desta “nova era” de desenvolvimento preconizada pelo petista. Sua inauguração contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, hoje preso em Curitiba.

Acre

Marcus Viana volta a cumprir agenda em Cruzeiro do Sul, importante reduto de Gladson

Publicado

em

O pré-candidato do PT ao governo do Estado do Acre, ex-prefeito de Rio Branco, Marcus Viana, voltou ao Juruá neste domingo para cumprir extensa agenda na região nos próximos dias.

Nesta segunda-feira, 21, o petista madrugou no Mercado Beira Rio. No local, acompanhado de assessores, ele tomou café e conversou com comerciantes. Mais tarde, o pré-candidato visita bairros em Cruzeiro.

“Iniciamos a semana aqui em Cruzeiro do Sul com um café na banca da dona Morena, que tão carinhosamente no acolheu no Mercado Beira Rio, aproveitamos para conversar com os comerciantes da região. Mais tarde vamos visitar os bairros Cohab e Telégrafo”, informou.

Marcus Viana alugou uma casa na estrada do aeroporto em Cruzeiro do Sul. A ideia do petista é se aproximar dos moradores dos municípios do Juruá, onde seu principal adversário, Gladson Cameli, tem significativa densidade eleitoral.

Continuar lendo

Acre

Exonerado da diretoria, Edvaldo Magalhães continua a exercer influência no Depasa

Publicado

em

Apesar de não estar oficialmente como diretor-presidente do Departamento de Pavimentação e Saneamento (Depasa) desde o último dia 6 de abril, quando foi exonerado por Sebastião Viana (PT) para concorrer nas eleições deste ano, o ex-deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) continua a exercer influência dentro da autarquia.

Após deixar como seu sucessor o aliado Moisés Diniz (PCdoB), Magalhães agora será o homem de confiança do governo dentro do Depasa. Conforme decreto da Casa Civil publicado na edição desta segunda-feira (21) do “Diário Oficial”, o pecebista vai “atuar no acompanhamento do saneamento integrado do programa Ruas do Povo”.

Desde que deixou o comando do departamento, Edvaldo Magalhães foi nomeado como assessor especial de Sebastião Viana. Sua expertise à frente da autarquia é vista como o fator preponderante para a função a qual foi designado.

Em 2018, Edvaldo Magalhães tentará um retorno à Assembleia Legislativa, após sair derrotado, em 2010, na disputa pelo Senado.

Continuar lendo

Acre

Detran pode gastar R$ 240 mil com X-Tudo em sua sede na cidade de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A gestão de Shirley Torres à frente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) tem sido marcada por contratos milionários e questionáveis. Após os R$ 2,5 milhões fechados com a Companhia de Selva, agência de publicidade que já tem toda a verba de mídia do governo, agora o órgão de trânsito pode gastar R$ 240 mil com lanches para sua sede em Cruzeiro do Sul.

É o que prevê contrato publicado na edição desta segunda-feira (21) do “Diário Oficial” entre o Detran e a empresa M.C Castro Cia e LTDA para “fornecimento de Kit´s de lanches”. Conforme especificado, os funcionários do departamento em Cruzeiro do Sul vão ter a sua disposição 10.000 sanduíches do tipo X-Tudo.

Cada sanduiche custará aos cofres públicos R$ 24,00, incluindo um refrigerante de 350 ml. Em Rio Branco, a depender da região da cidade, o preço máximo de um X-Tudo pode ser de R$ 18,00. Toda essa quantidade precisará ser devorada até o fim do ano, prazo para o fim da vigência do contrato.

Chama a atenção de onde sairão os recursos: do programa de educação e fiscalização de trânsito. Este fundo é composto, em parte, por dinheiro obtido a partir da arrecadação do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) e do pagamento de multas.

Conforme o Código de Trânsito, os recursos devem ser usados para fins específicos, como melhoria da sinalização, da malha viária e, como o próprio nome diz, para educação e fiscalização do trânsito.

No ato de assinatura do contrato não é divulgado o número do CNPJ da empresa fornecedora, quesito exigido pela lei de licitação como instrumento de transparência.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.