Conecte-se agora

Em crise, Segurança é a pauta central da comunicação de Sebastião que tenta convencer o telespectador e o leitor de que tudo está normal

Publicado

em

A crise da Segurança que tem levado os acreanos a viver confinados em suas casas e a conviver com o medo, tem levado a equipe de comunicação do governador Sebastião Viana (PT) a focar a produção de seu conteúdo jornalístico e publicitário para as ações do setor.

Em meio a propagandas que tentam convencer o telespectador de que tudo está normal e de que a culpa da violência é do presidente Michel Temer (MDB), o governo não consegue abafar o noticiário ruim sobre o aumento da criminalidade. A sensação de insegurança, aliás, não fica restrita às manchetes, mas é perceptível nas ruas.

Para mostrar que realiza algo, o governo todos os dias bombardeia as redações de seus jornais e emissoras aliados com releases (textos de assessoria de imprensa) mostrando os trabalhos desenvolvidos pelos órgãos de segurança, e apresentando dados elaborados por sua própria equipe com possíveis reduções de homicídios.

No site de divulgação dos feitos de Sebastião Viana, a Agência de Notícias do Acre, reportagens com conteúdo sobre a Segurança Pública são a pauta principal e estão sempre em destaque. Apresentando somente o lado oficial da questão, as matérias chegam a ter produção especial, com direito a vídeos.

Até bem pouco tempo, a equipe de Comunicação de Sebastião deixava o tema da segurança em segundo plano, classificando-o como de interesse apenas das páginas policiais dos jornais e de veículos sensacionalistas.

Na campanha publicitária elaborada pela Companhia de Selva, a agência que há duas décadas detém os contratos milionários da mídia petista, a estratégia é tirar a culpa da crise do governo e empurrar para o colo de Temer e das facções criminosas.

A estratégia é tentar convencer o público de que a não fiscalização das áreas de fronteira é a grande responsável pelo aumento da violência. Nos 13 anos em que os presidentes do PT ocuparam o Palácio do Planalto, os petistas acreanos não se lembravam de que o Acre fazia fronteira com a Bolívia e o Peru, e de que a fronteira estava escancarada.

A veiculação das peças publicitárias levou o deputado Wherles Rocha (PSDB) a acionar o Ministério Público para que retire do ar os comerciais por, de acordo com ele, conterem informações mentirosas e serem uma “propaganda enganosa”.

Propaganda

Destaque 2

Liminar dá poder a Sebastião e ao BOPE para acabar com protesto de caminhoneiros na AC-40

Publicado

em

A juiza de direito Maria Olivia Ribeiro acatou nesta sexta-feira, 25, um pedido de liminar do governo do Acre ao expedir um mandado de Reintegração de Posse da Estrada AC-40, especificamente no protesto de caminhoneiros com foco principal em frente ao Parque de Exposição Wildy Viana, no Segundo Distrito de Rio Branco.

A rodovia é de posse e responsabilidade do Estado e não do governo federal.  A decisão da magistrada relata que caso haja resistência, o governo poderá usar a tropa de choque da Policia Militar do Acre, no caso o Batalhão de Operação Especiais (BOPE).

Ainda de acordo com liminar, os sindicatos dos Trabalhadores Rodoviários Autonomos de Bens do Estado do Acre, Mototaxistas, Motoboys, Motofretes e Taxistas, responsáveis pelo bloqueio de mercadorias poderão pagar R$ 1 mil de multa por dia, caso descumpram a decisão judicial.

O governo do Acre alega que o movimento estaria obstruindo irregularmente o livre trafego de veiculos, pessoas e mercadorias, causando prejuizos a toda a população.

Até o fechamento desta matéria, o governo ainda não havia cumprido a decisão. Procurada, a secretaria de comunicação, Andrea Zilio, afirmou que a Procuradoria-Geral do Estado estava no aguardo de uma revisão da decisão, mas não deu maiores detalhes.

Ministro do STF autoriza uso de força para desbloqueio de rodovias e impõe multa a quem descumprir decisão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes concedeu nesta sexta-feira (25) uma liminar (decisão provisória) em que autorizou o uso das forças de segurança pública para o desbloqueio de rodovias ocupadas por caminhoneiros grevistas. A liminar de Moraes atende a um pedido do governo federal.

A pedido do governo, Moraes impôs multa de R$ 100 mil por hora às entidades que atuarem nas interdições de vias, além de multa de R$ 10 mil por dia para motorista que esteja obstuindo a pista.

Na ação, assinada pelo presidente Michel Temer e pela advogada-geral da União, Grace Mendonça, o governo pede que o STF considere a greve ilegal porque, apesar de ter “compromisso democrático” com a livre manifestação, não se pode inviabilizar direitos fundamentais, como a locomoção.

A Advocacia Geral da União apontou ainda risco de “caos social” em razão da falta de combustível e desabastecimento de alimentos.

Continuar lendo

Destaque 2

Se greve dos caminhoneiros continuar, pode faltar cerveja a partir de segunda no Acre

Publicado

em

A greve dos caminhoneiros que já está nos seu quinto dia em todo o país já preocupa empresários acreanos do ramo de postos de combustíveis e de supermercados, devido a possibilidade da falta de alguns itens para ofertar ao consumidor. Mas existe um item que poderá ficar escaço a partir da próxima segunda-feira, 28: a cerveja.

O ac24horas conversou com a gerência de uma das maiores distribuidoras de bebidas do Estado que repassou a informação de que se a greve não terminar em breve, a cerveja poderá ser artigo de luxo a partir da próxima semana.

Dezenas de carretas com destino o Acre estão encostadas entre os Estados de Rondônia e Mato Grosso. “A cerveja latinha tipo periguete já está acabando. O que sempre acontece nesses casos é o aumento da procura, por medo de desabastecimento e a tendência é que a partir dos próximos dias o consumidor já sinta falta daquela gelada”, disse o gerente que pediu para não ter seu nome divulgado.

Caso a paralisação continue, os supermercados serão os primeiros a sentir o efeito da falta de cerveja, já que muitos também tem carretas próprias paradas nas estradas.

Continuar lendo

Destaque 2

Federação Internacional de Futebol divulga música oficial da Copa do Mundo Rússia 2018

Publicado

em

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) divulgou hoje (25), a música oficial da Copa do Mundo da Rússia 2018. A canção Live it Up é interpretada pelo cantor americano Nicky Jam, artista de origem dominicana e porto-riquenha cujas músicas são cantadas em espanhol.

A música também conta com a participação do ator e rapper americano Will Smith e da cantora kosovar de origem albanesa Era Istrefi. Live it Up tem trechos cantados em inglês e em espanhol.

Faltam 20 dias para a Copa do Mundo, que será aberta em 14 de junho, com um jogo entre Rússia e Arábia Saudita, às 12 horas (horário de Brasília), no estádio Luzhniki, em Moscou.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.