Conecte-se agora

Gehlen Diniz: “A chance de uma aliança com o MDB à Aleac é zero”

Publicado

em

Os dirigentes do MDB estão pressionando de todas as formas o PP para que abra mão de sair com uma chapa própria a deputado estadual e feche uma coligação, mas estão encontrando sérias resistências. A estratégia só seria favorável ao MDB que, com quatro nomes muito fortes poderiam até deixar o PP sem um deputado, numa provável aliança. O deputado Gehlen Diniz (PP) – foto – disse ontem à coluna que a chance da coligação com o MDB vir a acontecer é zero. Critica a pressão do MDB, com uma indagação: que partido mais forte da oposição é este que não consegue montar uma chapa própria para deputado estadual? Na verdade, sempre foi uma prática do MDB focar em alguns nomes do partido e procurar se coligar com outras siglas para lhes eleger e transformar os aliados em bucha de canhão. O deputado federal Flaviano Melo (MDB) é fino nisso. Mas parece que desta feita o feitiço virou contra o feiticeiro.

REJEIÇÃO GERAL
A rejeição a uma aliança do PP com o MDB não passa apenas pelos deputados Nicolau Junior, Gehlen Diniz, pelo ex-deputado José Bestene, mas a reação contrária é extensiva a todos os candidatos que, inclusive, ameaçam deixar a chapa caso a coligação venha a ser concretizar.

DONOS DA COCADA PRETA
A questão é que alguns dirigentes do MDB se acham donos da cocada preta é que podem a hora que bem entenderem puxar pelo beiço os aliados para uma coligação que os favoreça.

QUEM É O IDIOTA?
Quem é o idiota sem mandato que vai entrar numa chapa que tenha Vagner Sales, Eliane Sinhasique, Roberto Duarte, Meiri Serafim, apenas para servir de escada política?

ESTÁ VIRANDO PIADA
O candidato ao Senado, Márcio Bittar (MDB) está virando piada na oposição pelo fato de que, a cada reunião que chega faz o lançamento da sua candidatura e tasca um discurso enfadonho.

MUITO BEM ENCAMINHADA
Uma candidatura que está bem encaminhada é a do ex-deputado José Bestene (PP), principalmente, na área esportiva onde tem conseguido fechar parcerias que rendem votos. O Zeca sabe o caminho das pedras para a ALEAC, onde foi um dos seus melhores presidentes.

JONAS ENTUSIASMADO
O deputado Jonas Lima (PT) diz não crê nas pesquisas que foram publicadas e que colocam no Juruá o candidato Gladson Cameli (PP) com um percentual muito alto. “Eu vi como as pessoas receberam o Marcus, vou mandar fazer uma pesquisa por um instituto que confio”, pontua.

COMO FALAR EM PRODUÇÃO
Chega a ser uma incoerência deputados da base do governo falar em produção, mesmo se sabendo dos altos investimentos do governo no setor, quando se sabe que as condições da maioria de ramais para escoamento dos produtos são comparáveis aos piores varadouros.

DEIXE DE SONHAR!
É de domínio público de que o DERACRE, com a crise econômica, está financeiramente quebrado, por isso o deputado Jairo Carvalho (PSD) pode gritar até estourar os pulmões que não vai conseguir que o órgão recupere a estrada para Plácido de Castro, tomada por crateras e mato nas laterais. No máximo pode conseguir um tapa-buraco trivial.

CHAPINHA NANICA
PTC-PSC-PR-PPS-PMN se juntaram numa coligação para deputado estadual e pode ficar com uma das vagas da ALEAC. Tem nomes como o do ex-deputado Élson Santiago, ex-vereador Raimundo Vaz e a primeira suplente de vereadora Pastora Sandra Asfury, entre outros.

VÕO MAIS ALTO
A coligação também tenta vôos mais altos com uma chapa para a Câmara Federal.

NAS MÃOS DO PT
O deputado Jenilson Lopes (PCdoB) diz que não vai conversar com o PT sobre a candidatura do ex-prefeito Rodrigo Damasceno (PT) a deputado estadual. Foi um dos maiores apoiadores nas suas campanhas a prefeito. Vou deixar ao cargo da sua consciência, diz um magoado Jenilson.

COBERTO DE RAZÃO
Não foram poucas as vezes em que o deputado Jenilson Lopes (PCdoB) foi à tribuna defender a administração do petista Rodrigo Damasceno (PT). Rodrigo está dando um troco nada ético no comunista.

PROBLEMA É A SEGURANÇA
O governo fez uma escola modelo na Cidade do Povo. Educação é primordial. Não é gasto, sim investimento. Toda escola construída deve ser festejada. Mas tem outro problema que não foi resolvido que é a insegurança naquele bairro. Para se ter uma idéia, os taxistas se negam na parte noturna a levar passageiros ao local, para evitar os assaltos. O sistema é bruto!

GUARDEM OS PANDEIROS
O senador Sérgio Petecão (PSD) recomenda aos adversários que guardem os pandeiros, porque a ação que tramita no STF contra a sua pessoa já prescreveu, é coisa de 20 anos.

NOVAS DEMISSÕES
Novas demissões no governo serão inevitáveis para que consiga chegar ao final da administração continuando a pagar os servidores em dias. Não tem árvore de dinheiro. A crise econômica é braba e tem que se conviver com ela. E procurar se adequar.

PREFEITURA NA PINDAÍBA
A prefeitura de Acrelândia está numa pindaíba de dar dó. O prefeito Ederaldo Caetano (PSB), que já tinha reduzido seu salário, do vice-prefeito, dos secretários e as gratificações, voltou a promover novos cortes nos vencimentos. Nesta batida vai acabar falando só na prefeitura.

PRINCIPAL DESTAQUE
Não dou valor a estes prêmios de empresas que vivem a distribuir diplomas, porque sei como os agraciados dão a contrapartida. Mas a escolha do vereador Roberto Duarte (MDB) como um dos mais destacados da Câmara Municipal é justa, por ser de fato um vereador atuante.

FRASE DO JONAS
Frase do deputado Jonas Lima: “a oposição está enganada, não tem eleição para o governo ganha”. Também acho, mas vá dizer isso para alguns áulicos do Gladson Cameli para ver a reação! Não tem favorito nesta eleição para governador. O jogo está aberto.

GANHOU UM CAFUNÉ
De um colega após ouvir ontem o deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) fazer uma declaração de amor político ao Marcus Alexandre (PT): “ganhou um cafuné do governador”.

PAPÉIS INVERTIDOS
Em Xapuri, contam, acontece uma coisa estranha: o prefeito é o Bira Vasconcelos (PT), mas quem dá as ordens internas é a vice Maria Auxiliadora (PSB). Bira é uma espécie de “Rainha da Inglaterra”, governa, mas não manda. As principais atividades são coordenadas pela vice.

A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO
O deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) voltou às boas no ninho petista. É a dedução a que se chega depois do discurso de elogios às ações do Marcus Alexandre (PT) no Juruá. Até bem pouco Raimundinho travava uma briga feroz de ferro e sangue contra o governo petista.

FIM DA MAMATA
Agora eu sei que o governo vive uma crise econômica braba com o projeto de doação de cotas que tem na “Dom Porquito” aos produtores da empresa. Nada a condenar. Mas com isso cessa o ciclo de injetar dinheiro público na empresa, que terá de andar com as próprias pernas.

SITUAÇÃO GRAVE
As constantes fugas de presos trouxeram novamente à discussão a condição dos agentes penitenciários, que trabalham em situação precária e sem as mínimas condições de operacionalidade. É uma média de um agente para cuidar de 250 presidiários, o que é humanamente impossível. O deputado Eber Machado (PDT) pintou ontem com tintas reais o quadro: “os agentes penitenciários fingem que vigiam os presos e estes fingem que são vigiados”. Por conta disso ninguém vá se admirar se vierem a acontecer novas fugas  na peneira do sistema.

Propaganda

Blog do Crica

Ibope também mostra Gladson a caminho da vitória

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Uma causa humanitária na Aleac

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Mr. Trump não tem nada com isso

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.