Conecte-se agora

4º Fórum de Dança do Acre ultrapassa fronteiras e conquista avanços

Publicado

em

Conquistas, avanços e marco. Assim os organizadores avaliam a quarta edição do Fórum de Dança do Acre, realizado entre 29 de abril e 5 deste mês. Muito além da arte e cultura, o evento ultrapassou as paredes dos palcos e gerou debates sobre a institucionalização da dança no estado, fortaleceu grupos e companhias da cena, revigorou a articulação do movimento no estado e até mesmo rendeu uma moção de aplauso na Câmara de Vereadores de Rio Branco.

Democrático, o fórum não se restringiu aos membros da Associação de Dança do Acre (Asdac) e Movimento de Dança do Acre (Moda). Com os principais espetáculos de cada dia gratuitos, todos apresentados no Teatro Plácido de Castro (Teatrão), pessoas de várias idades e classes sociais prestigiaram os sete dias de atividade. Inclusivos, os aulões foram para as praças públicas da capital e fizeram muita gente dançar os mais diferentes modalidades e estilos.

Christian Moraes, presidente da Asdac, que promoveu o fórum, lembrou que o intercâmbio e a troca de experiências foram os fortes desta edição. Além dos convidados de Brasília, Peru, Bolívia e Pará, pessoas e grupos de Brasileia, Cruzeiro do Sul, Jordão, Marechal Thaumaturgo e outras cidades do interior do Acre. Ao todo, mais de 20 espetáculos de dança foram apresentados, 13 deles somente no último sábado, dia de encerramento do evento.

“Esta edição foi um marco no movimento de dança. Alcançamos visibilidade, conseguimos ter voz dentro de instituições que se propuseram conhecer o movimento e vimos muitos grupos que estavam apagados reaparecerem e apoiar o evento. Acreditamos que este fórum iniciou um novo momento dentro do movimento com muitos desafios futuros, a missão de agregar mais pessoas, conquistar políticas públicas e levantar ainda mais o debate”, declarou Moraes.

O presidente da Asdac destacou que o diálogo sobre a criação de um curso de dança no estado, tema de uma mesa redonda dentro do evento, foi iniciado com o poder público, instituições e classe política dentro da quarta edição do fórum. Para ele, outro diferencial foi a integração de grupos da periferia com outras companhias e os convidados de outros estados e países. “A partir desse fórum, vamos traçar outros planos para o movimento”, disse.

De acordo com Christian, outras atividades do movimento de dança vão movimentar o calendário este ano. Promovido pela Asdac, o 4º Fórum de Dança do Acre teve como financiador a Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM). O evento foi apoiado pela Caixa Econômica Federal, Fundação Garibaldi Brasil (FGB), Universidade Federal do Acre (Ufac), Serviço Social do Comércio no Acre (Sesc-AC), deputados federal, Léo de Brito, estadual, Jenilson Leite, e vereador Rodrigo Forneck.

Propaganda

Cidades

Família do acreano Vanderson, eliminado do BBB19, fala em veredito final da Justiça

Publicado

em

A família do Vanderson usou as redes sociais para defender o ‘brother’ após desclassificação do BBB 19. “Infelizmente nosso herói acriano foi desclassificado do jogo. Lembrando que não existe um veredito final da Justiça”, escreveu a família.

“A Rede Globo com a direção do BBB decidiram eliminar ele do reality devido ao contato com o mundo exterior, que fique claro — o que não faz parte ou é permitido segundo as normas do contrato e programa”, diz o texto.

A família ainda disse lamentar o ocorrido, mas “sabemos que coisas incríveis esperam por ele aqui fora e os familiares e amigos irão recebê-lo de braços abertos”. “Os ‘brothers’ ficaram perplexos assim como nós com o anúncio surpresa de Tiago Leifert.

Vanderson foi intimado nesta quarta-feira (23) a prestar depoimento em inquérito instaurado, após receber denúncias por importunação sexual, estupro e violência doméstica.

O biólogo foi convidado a depor pela delegada Rita Salim, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá (DEAM), no Rio de Janeiro. Para depor, Vanderson precisou deixar a casa do BBB 19. A Globo afirmou que a saída de Vanderson resulta em sua desclassificação imediata e ele não será substituído.

A delegada Juliana de Angelis Carvalho, titular da DEAM do Acre, já havia declarado que foram registrados três boletins de ocorrência contra o biólogo e coordenador educacional indígena. Os motivos seriam lesão corporal no âmbito da violência doméstica, estupro e importunação ofensiva ao pudor.

Na semana anterior à estreia do BBB, Maíra Menezes, ex-namorada de Vanderson, acusou o biólogo de agressão física e psicológica. O fato teria ocorrido dez anos atrás.

“São acusações infundadas”, disse o advogado de Vanderson, Roberto Almeida, ao UOL. “Não condiz com a verdade dos fatos, que foram alterados e são de oito, dois anos atrás. O que nos parece é que estão querendo aparecer. Isso será efetivamente comprovado no decorrer do inquérito.”

A irmã de Vanderson, Vanda Brito, negou as acusações e disse ainda que a família entraria com um processo motivado por calúnia e difamação. “Pela idoneidade dele e criação que tivemos da nossa mãe tenho certeza que ele não fez isso. Essas acusações são falsas. Essa moça [Maíra Menezes] tinha muitos problemas psicológicos, tanto é que o caso deles não deu certo. Era uma menina muito agressiva, ciumenta. Vamos tomar as providências e colher as provas”, disse ao UOL.

Continuar lendo

Cidades

Cruzeiro do Sul firma parceria com o Estado nas áreas de Educação e Cultura

Publicado

em

A educação e cultura são direitos fundamentais do cidadão. E é pensando em ampliar e melhorar a oferta desses serviços à população que a Prefeitura de Cruzeiro do Sul firmou uma parceria inédita com o governo do Estado. Algo impensável nos últimos 20 anos de governos da Frente Popular.

Nesta quarta-feira, 23, o prefeito Ilderlei Cordeiro e o seu vice, Zequinha Lima, se reuniram com a nova coordenadora do Núcleo de Educação do Estado no Juruá, Ruth Bernardino, para traçar investimentos em educação, esporte e cultura. Também participaram do encontro os secretários de Educação, Amarísio Saraiva, e o de Cultura, Esporte e Turismo, Aldemir Maciel.

“Saímos desse encontro com uma prévia do que faremos no início deste ano letivo, bem como das propostas de atividades esportivas e culturais em Cruzeiro. Definimos a cessão, do Estado para o Município, do Museu José Augusto e do Teatro José de Alencar que terão espaços revitalizados e sediarão a Secretaria Municipal de Cultura. Levaremos vida a um local que foi e é muito importante para a nossa população”, ressaltou o prefeito.

Segundo a professora e coordenadora do Núcleo de Educação, Ruth Bernadino, a parceria otimiza recursos e amplia ações. “Essa parceria entre Estado e Município sempre foi o sonho de todo cruzeirense. Juntos, poderemos unir forças e reduzir gastos, ampliando os investimentos em Educação, Esporte e Cultura”, observou a gestora.

O acordo entre as gestões progressistas prevê melhorias tanto nas áreas administrativas e operacionais da Educação, como a cessão de servidores, além da reutilização adequada de espaços culturais, beneficiando os cidadãos cruzeirenses.

Para o secretário de Educação, Amarísio Saraiva, o acordo demonstra o novo momento. “A partir de agora, as parcerias com o Estado são uma realidade e, automaticamente, poderemos ofertar um serviço com mais qualidade à sociedade.”

Diálogo aberto

A integração política entre a Prefeitura de Cruzeiro do Sul e o Governo do Estado viabiliza uma oportunidade para a região, é o que explica o vice-prefeito e ex-secretário de Educação, Zequinha Lima.

“Estamos dialogando para que possamos afinar as parcerias. Nenhuma rede, seja ela estadual ou municipal, funciona de maneira isolada. Entretanto, durante quase 20 anos, nós tivemos dificuldade para traçar parcerias, pois a Prefeitura de Cruzeiro do Sul sempre foi oposição à Frente Popular. Agora, temos a oportunidade de nos alinharmos com o governo do Gladson Cameli, construindo a viabilidade da melhoria do ensino em nossa cidade”, destacou.

Continuar lendo

Cidades

Rio Juruá apresenta vazante de 12 centímetros no município de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Apesar das chuvas constantes em Cruzeiro do Sul, o Rio Juruá apresentou vazante de 12 cm nas últimas 24 horas. Segundo o Corpo de Bombeiros, a precipitação pluviométrica está dentro do esperado. A informação foi confirmada nesta quarta-feira, dia 23.

“Nós estamos com 11,64cm, mas continuamos monitorando a situação. E acreditamos que nas próximas 48h terá vazante”, disse o comandante da Corporação na região, capitão Rômulo Barros.

Barros ainda disse que não é possível afirmar se terá enchente ainda esse ano. “Nossas precipitações estão dentro do esperado então não podemos dizer que vá ter outra enchente, mas continuamos monitorando tudo”, afirmou.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.