Conecte-se agora

Servidores do Judiciário ganham festa no Dia do Trabalhador

Publicado

em

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Acre (Sinspjac) homenageou em uma mega festa, realizada no feriado de ontem (1), em sua sede campestre, em Rio Branco, milhares de servidores. O evento foi marcado com uma confraternização e o sorteio de brindes pela diretoria.

O presidente Rangel Araújo fez um balanço de sua gestão à frente da instituição, afirmando que melhorar a qualidade de vida do servidor é a meta até o final do ano, com a entrega da primeira e segunda etapa das obras de construção dos novos espaços da sede campestre na capital.

“Temos ganhos com pontos chaves de nossa data-base e das prioridades debatidas pela categoria. Queremos fechar essa gestão, inaugurando as etapas de reconstrução de nossa sede campestre, que melhora a qualidade de vida do nosso servidor” acrescentou o presidente.


Ainda segundo Rangel, os avanços na categoria contam com a parcela de todos o ex-presidentes e dos servidores. “Em especial eu quero agradecer o Isaac Ronaltti e o Queffren Licurgo, que têm sido parceiros importantes nessa luta”, frisou Araújo.

A nova estrutura construída pela diretoria representa um investimento de R$ 350 mil, é composta por uma moderna cozinha industrial, banheiros operacionais, área de descarte de rejeitos e sala de jogos. “São mais de 547 metros quadrados de obras que além de humanizar o atendimento ao usuário, dão mais conforto e qualidade de vida” disse Rangel Araújo, presidente da categoria.

Propaganda

Destaque 7

Aplicativo vai auxiliar agentes de trânsito na fiscalização

Publicado

em

Informações sobre veículos e motoristas centralizadas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) poderão ser acessadas com mais facilidade por agentes de trânsito. O aplicativo Fiscalização Denatran vai permitir aos profissionais de órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) verificar se o veículo foi furtado ou roubado.

Outra função disponibilizada às equipes é a conferência de pendências administrativas ou judiciais relacionadas às placas. Se houver irregularidade, os agentes podem, dependendo do caso, aplicar medidas como a restrição da circulação do veículo até que a situação seja resolvida. Os agentes poderão consultar, ainda, se a CNH do motorista está suspensa, cassada ou bloqueada.

Elaborado em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), o aplicativo apresenta as informações depois de extrai-las de três bases: Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf). O dispositivo funciona por meio da leitura dos QR Codes da Placa Mercosul, além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) digitais. O aplicativo é oferecido, em um primeiro momento, a municípios do Rio de Janeiro,

Cadastro
Para obter o Fiscalização Denatran, é necessário que a instituição de trânsito solicite formalmente o acesso. Caso o órgão de trânsito seja distrital, estadual ou municipal, o pedido deve ser direcionado ao Departamento Nacional de Trânsito (Detran) de seu estado. Se o órgão for federal, o requerimento deve ser apresentado à Coordenação-Geral de Informatização e Estatística do Denatran.

Além da certificação do órgão, o agente de trânsito deve se cadastrar no Portal de Serviços do Denatran e baixar em seu celular, gratuitamente, o aplicativo através da Play Store. O dispositivo roda somente em smartphones equipados com o sistema operacional Android.

De acordo com a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, o aplicativo é bastante seguro. “Isso acontece porque todas as informações do tráfego em rede são criptografadas. Além disso, para o acesso é necessário algo que somente o órgão fiscalizador possui (um dispositivo previamente vinculado), mais algo que somente o usuário sabe (a senha) e, ainda, um cadastramento prévio feito por outro usuário de nível especial, que é detentor de um certificado digital ICP-Brasil”, explica.

Continuar lendo

Destaque 7

Educação nega que merenda foi entregue vencida em Xapuri

Publicado

em

Uma nota enviada à imprensa pela Secretaria de Educação de Xapuri, com a palavra “repúdio”, nega as informações listadas em um relatório do Ministério Público do Acre (MP/AC), que encontrou alimentos vencidos na dispensa da escola Latife Kalume, produtos que seriam consumidos pelas crianças estudantes.

“As bolachas encontradas no pré-escolar Latife Zaine Kalume que venceram no dia 20/09/2018 foram entregues na escola para serem consumidas durante o mês de junho, porém, devido alterações no cardápio não foram todas consumidas”, diz a pasta ao negar a distribuição de produtos sem condições de consumo.

Outra negativa do município é de que a nutricionista da cidade, responsável pela planilha da merenda, tenha orientado servidores da escola a distribuir o material, ainda que vencido. Essa informação foi passada ao MP/AC pelos servidores da unidade escolar e gerou mal estar no município.

“A merenda escolar que se encontra hoje no setor de merenda é a que começou a ser entregue nas escolas rurais e sua validade é de 90 dias e a mesma refere-se ao cardápio e consumo durante o mês de outubro”, justifica a secretaria.

Continuar lendo

Destaque 7

“Tentar achar culpados pelos próprios infortúnios é atitude dos covardes”, diz Daniel Zen

Publicado

em

Aberta a temporada das indiretas dentro da FPA. Depois que o ex-governador Binho Marques (PT) usou as redes sociais para praticamente atribuir a derrota dos principais candidatos da coligação a uma distorção do projeto da Florestania durante a administração do governador Sebastião Viana, do PT, agora foi a vez de Daniel Zen usar o twitter para rebater os seus companheiros de partido que procuram culpados para o infortúnio da coligação nas eleições deste ano.

Demonstrando que não gostou das colocações de Binho Marques, Daniel Zen, o deputado que ocupa o cargo de líder do governo na Aleac, contra ataca: “O procedimento padrão pra quem toma uma ré eleitoral é, primeiro se perguntar: o que foi que eu fiz ou deixei de fazer que concorreu pra esse resultado desfavorável? Depois você vai analisar as externalidades. Ficar falando em traição dos outros.. Ah, véi. Para!”, enfatiza Zen em post no Twitter.

Usando o mesmo expediente de Binho, que não citou nomes, Daniel Zen, que foi eleito com as sobras, destaca que alguns líderes petistas estariam abrindo a temporada de caça aos culpados pela derrota do PT e da FPA nas eleições que marcou a volta dos partidos de direita ao poder com a maioria dos cargos. “Olhas para o espelho e se encarar, ninguém quer… Fácil apontar o dedo para o alheio”, reforça o petista numa defesa subliminar ao governador Sebastião Viana.

Elevando o tom das declarações contra os derrotados descontentes, Daniel Zen afirma que “tentar achar culpados pelos próprios infortúnios é atitude típica dos covardes e de má-índole. Se for pra fazer avaliação eleitoral com o alto nível de fel e bílis, como as que tenho lido em algumas postagens, nem contem comigo. Prefiro deixar falando sozinho”, diz o líder do governo do PT, em possível resposta ao posicionamento do ex-governador Binho Marques.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.