Conecte-se agora

Nanico, PRTB do Acre quer se apresentar como alternativa à polarização Gladson-Marcus

Publicado

em

O PRTB oficializou na manhã deste sábado (26) em evento realizado no auditório da Assembleia Legislativa sua pré-candidatura ao governo do Estado. Ex-partido do folclórico Tijolinho e do presidenciável Levy Fidelix, a legenda terá como candidato ao Palácio Rio Branco o ex-locutor de lojas Francisco Lyra Monteiro, 37 anos, o Lyra Xapuri.

De acordo com ele, sua candidatura será uma alternativa da real mudança a ser apresentada ao eleitor. Para ele, as duas principais candidaturas postas –do senador Gladson Cameli (PP) e do ex-prefeito Marcus Alexandre (PRTB)– não representam reais alterações na gestão do governo.

“Não vejo os dois lados como alternativa para a população”, afirma ele. Sem estrutura, o PRTB terá como grande desafio se fazer conhecido a essa mesma população. A falta de recursos e de tempo na propaganda eleitoral farão com que a legenda fique quase invisível.

Lyra Xapuri diz que a estratégia principal será investir nas redes sociais e no corpo-a-corpo. A legenda não tem nenhuma representação nas Câmaras Municipais ou na Assembleia Legislativa. No Congresso possui apenas dois deputados federais e um senador.

A baixa representatividade faz com que as emissoras de rádio e TV fiquem desobrigadas a convidar Lyra Xapuri para os debates ou rodada de entrevistas.

Sobre recursos, o pré-candidato afirma esperar captar até R$ 1 milhão dos R$ 8 milhões a que o PRTB tem direito do fundo eleitoral. “A ideia é fazer com que alguns Estados abram mão de suas fatias ou doem um pouco pra gente”, explica ele.

Quanto a possíveis coligações, o pré-candidato afirma não haver nada certo até o momento, e que conversas mais avançadas ocorrem com a Rede de Marina Silva.

Propaganda

Acre

“Tribuna do Apuí” vê possível fim das visitas íntimas como ameaça

Publicado

em

A próxima edição do projeto Tribuna do Apuí, no Terminal Urbano de Rio Branco, alertará sobre os perigos do fim das visitas íntimas nos presídios do Acre. A Tribuna do Apuí, onde o público pode se manifestar, é organizada pelo agente penitenciário Janes Peteca, que avalia ser uma medida temerária acabar com a visitação íntima, um direito dos presos. “Corre-se o risco de os detentos ´tocarem o terror´ se isso acontecer”, alertou Peteca. Por “tocar o terror” entenda-se a realização de atos violentos.

A próxima Tribuna do Apuí será na última semana de janeiro e vai discutir também a aposentadoria. Um advogado estará presente para tirar dúvidas dos usuários do Calçadão da Benjamim Constant. O ato tem esse nome porque acontece sob as sombras do apuizeiro próximo ao Terminal.

Continuar lendo

Acre

Documentário conta história do samba na cidade de Rio Branco

Publicado

em

O documentário “Samba no Acre: umas rodas e outras histórias” está desde esta sexta-feira (18) disponível no YouTube. O filme mostra um trecho da história desse gênero musical na cidade de Rio Branco e sua situação atual. O documentário tem duração de cerca de 15 minutos, foi filmado em novembro de 2018.

O vídeo exibe algumas rodas de samba em atividade hoje na capital acreana, como a realizada às sextas-feiras no bar do Zé Chalé, onde se reúne a velha guarda do samba de Rio Branco, e a comandada pelo sambista Brunno Damasceno, uma vez por mês. O trabalho ressalta ainda o tradicional “Samba da Mangabeira” criado há 26 anos; o sambista Da Costa, referência do gênero no Acre, e a nova geração do samba. “Nos últimos tempos, a apresentação na capital acreana do estilo musical em torno de uma mesa cresceu, revelou novos personagens e resgatou antigos sambistas”, relata o diretor do vídeo, Augusto Diniz.

Continuar lendo

Acre

Senado atualiza perfil destacando Mailza Gomes e Marcio Bittar

Publicado

em

O Senado atualizou nesta sexta-feira (18) em sua página oficial a composição da 56ª Legislatura com os três representantes do Acre: Sergio Petecão, Marcio Bittar e Mailza Gomes. O Senado também publicou a biografia dos novos senadores acreanos, Marcio e Mailza, destacando que o primeiro “fez oposição ao PT” e a segunda ocupa a vaga deixada por Gladson Cameli, que elegeu-se governador do Acre.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Leia Também

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.