Conecte-se agora

Nanico, PRTB do Acre quer se apresentar como alternativa à polarização Gladson-Marcus

Publicado

em

O PRTB oficializou na manhã deste sábado (26) em evento realizado no auditório da Assembleia Legislativa sua pré-candidatura ao governo do Estado. Ex-partido do folclórico Tijolinho e do presidenciável Levy Fidelix, a legenda terá como candidato ao Palácio Rio Branco o ex-locutor de lojas Francisco Lyra Monteiro, 37 anos, o Lyra Xapuri.

De acordo com ele, sua candidatura será uma alternativa da real mudança a ser apresentada ao eleitor. Para ele, as duas principais candidaturas postas –do senador Gladson Cameli (PP) e do ex-prefeito Marcus Alexandre (PRTB)– não representam reais alterações na gestão do governo.

“Não vejo os dois lados como alternativa para a população”, afirma ele. Sem estrutura, o PRTB terá como grande desafio se fazer conhecido a essa mesma população. A falta de recursos e de tempo na propaganda eleitoral farão com que a legenda fique quase invisível.

Lyra Xapuri diz que a estratégia principal será investir nas redes sociais e no corpo-a-corpo. A legenda não tem nenhuma representação nas Câmaras Municipais ou na Assembleia Legislativa. No Congresso possui apenas dois deputados federais e um senador.

A baixa representatividade faz com que as emissoras de rádio e TV fiquem desobrigadas a convidar Lyra Xapuri para os debates ou rodada de entrevistas.

Sobre recursos, o pré-candidato afirma esperar captar até R$ 1 milhão dos R$ 8 milhões a que o PRTB tem direito do fundo eleitoral. “A ideia é fazer com que alguns Estados abram mão de suas fatias ou doem um pouco pra gente”, explica ele.

Quanto a possíveis coligações, o pré-candidato afirma não haver nada certo até o momento, e que conversas mais avançadas ocorrem com a Rede de Marina Silva.

Propaganda

Acre

Socorro Neri agradece trabalhadores que ajudam a cuidar da cidade

Publicado

em

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, foi à sede da secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR) nesta terça-feira, 23, para parabenizar os trabalhadores pelo Dia Municipal dos Garis e Margaridas e agradecer as equipes pelo trabalho que realizam na cidade.

“A palavra que trago é de gratidão pela dedicação dessa equipe. O trabalho de vocês resulta em qualidade de vida para a sociedade, na medida em que a limpeza da cidade tem impacto positivo na saúde da população. Sei do grande esforço que fazem, e apesar da crise financeira, como fazemos o dever de casa, estamos conseguindo manter todos os serviços essenciais”, disse Socorro Neri.

Os 210 garis de Rio Branco atuam na manutenção e limpeza de 120 praças e áreas de lazer, nas 60 vias estruturantes, 70 córregos e 3 Parques. As 40 margaridas são responsáveis pela limpeza da área central da cidade e os Centros Comercias, como os da Estação Experimental, da Sobral, Calafate, São Francisco e Vila Acre.

Na operação de combate ao Aedes aegypti, este ano, a SEMSUR já retirou dos bairros de Rio Branco mais de 37 mil toneladas de lixo e entulho. A operação reiniciou a semana passada, com trabalho desenvolvido em parceria com as equipes da secretaria de Saúde.

O gari Manoel Doratelmo, que está na SEMSUR desde 1991, diz que fica orgulhoso quando ouve os elogios sobre a limpeza urbana da capital. “Dá gosto as pessoas falarem que Rio Branco está sempre limpa e a gente vê que isso é o resultado do meu trabalho e dos colegas todos”.

Alfabetização na Semsur: “aprendi a ler aqui e meu maior orgulho é ajudar meu filho no dever de casa dele”.

Antes de pegar em vassouras, pás e roçadeiras e ir para as ruas, um grupo de garis da SEMSUR pega em cadernos, livros, caneta e lápis. Desde o ano passado, por meio de uma parceria com a secretaria Estadual de Educação, a SEMSUR, garante aulas diárias a partir das 6h30 da manhã.

Os trabalhadores aproveitaram para agradecer a prefeita Socorro Neri e ao secretário municipal de Serviços Urbanos, Kellyton Carvalho, pela oportunidade de ter aulas na sede da secretaria, antes do início do expediente.

Emocionado, Egileu Barros, de 46 anos, há 10 na SEMSUR, contou para a prefeita que agora já sabe ler, escrever, fazer contas. “O maior orgulho da minha vida agora é poder ajudar meu filho no dever de casa, fazer contas sem pedir ajuda e não pegar mais a condução errada. Estou muito agradecido e quero seguir estudando, não vou parar não”, relatou o gari, que sonha em “crescer” na secretaria, agora que adquiriu mais conhecimento.

O titular da SEMSUR, Kellyton Carvalho, explica que a valorização profissional por meio da educação é uma política da secretaria. O secretário conta já houve casos de garis e margaridas que galgaram postos maiores, como de encarregado e de coordenador de equipe. “Além de servir para a vida pessoal, estes novos conhecimentos possibilitam, sim, a ascensão deles aqui na SEMSUR”.

Educadora, a prefeita Socorro Neri confirmou para o grupo que as aulas antes do expediente terão continuidade.

9 anos de UTRE

Além do dia Municipal do Gari e da Margarida, a secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR), comemora também, nesta terça feira, 9 anos de funcionamento da Unidade de Tratamento de Resíduos Sólidos (UTRE) do Município. Em momento de confraternização, o secretário Kellyton fez questão de agradecer pelo empenho da equipe.

Diariamente, a UTRE recebe 230 toneladas de resíduos domiciliares e comerciais, 1,6 toneladas de resíduos da área da saúde e 1 tonelada de material reciclável, sendo estes coletados por empresa privada contratada pela prefeitura. A contribuição de outros geradores (particulares) representa mais 6,8 toneladas/dia, em média, de resíduos domiciliares.

Além de diversas ações integradas, a UTRE realiza um sistema de monitoramento ambiental, com análises feitas mensalmente por um laboratório especializado, seguido de laudo emitido por técnico responsável e encaminhado ao Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), órgão estadual, e à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Acre

Jenilson vai pedir ajuda para municípios no combate a Dengue

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), médico infectologista e membro da Comissão de Saúde da ALEAC, ressaltou na tribuna do parlamento, nesta terça-feira (23), sua preocupação com os casos de Dengue e Chikungunya na região do Tarauacá/Envira. O parlamentar destacou que munícipes morreram na cidade Feijó com suspeitas de terem contraídos essas doenças tropicais.

Na sua fala, o infectologista lembrou que o combate às doenças tropicais requer a união do Estado e Município e, principalmente o apoio da população. Por isso, é necessário que haja campanha de conscientização e mobilização da sociedade. “O Estado e o Município precisa fazer sua parte, caminhando unidos, dessa forma venceremos mais uma vez o Aedes Aegypti. O combate ao mosquito é de todos nós”.

Na tarde desta terça-feira, o deputado tem uma audiência marcada com o governador Sebastião Viana (PT) para discutir a contrapartida do Estado no combate ao mosquito transmissor da dengue.

Em 2018, até a 41ª Semana Epidemiológica (SE) o Estado do Acre já registrou 7. 148 casos de pessoas com suspeitas de dengue, dos quais foram confirmados 2.220, ou seja, 31% dos casos. Por outro lado, 4.001 (56%) foram descartados.

Já em Tarauacá e Feijó que estão vivenciando um surto das doenças tropicais tiveram 205 caos de dengue confirmados, na somatória dos dois municípios, ou seja, 45 e 160, respectivamente para cada cidade. Além disso, ainda está sendo investigado mais 33 casos na terra do açaí e 4 em Tarauacá.

Continuar lendo

Acre

Rocha participa de reunião para tentar recuperar Emendas

Publicado

em

Na tarde desta terça-feira, 23, o Deputado Federal Major Rocha, representou a Bancada Federal em reunião com a Diretoria da Caixa Econômica Federal e técnicos do Ministério da Agricultura.

Na pauta estava a tentativa de manter a Emenda de Bancada de 2017, no valor de R$ 94 milhões de reais, para recuperação dos Ramais do Estado do Acre.

A emenda estava perdida, uma vez que o governo do Acre alegou falta de recursos para a contrapartida exigida pelo governo federal e não tinha recursos para pagamento dos projetos.

O deputado Major Rocha saiu bastante animado da reunião e declarou que a iniciativa da Bancada, de tentar garantir a manutenção da Emenda, demonstra o compromisso dos parlamentares com o Acre. “O Ministério da Agricultura irá emitir uma Nota Técnica, à Caixa Econômica Federal, autorizando que 5% do valor da emenda seja utilizando para a confecção dos Projetos, utilizando-se da Portaria 424, daquele órgão. Da mesma forma, o Ministério emitirá parecer considerando a manutenção dos ramais como uma modalidade de custeio, uma vez que não há construção de nova estrada, e sim o seu melhoramento”, afirmou Rocha.

“Nossa bancada demonstra compromisso com o futuro do Acre e tem trabalhado muito para garantir que recursos federais não sejam perdidos” finalizou o parlamentar acrenado e futuro vice-governador.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.