Conecte-se agora

PF publica autorização para promover concurso público com 500 vagas

Publicado

em

Saiu no Diário Oficial da União desta sexta-feira, dia 20, a autorização para a realização de um concurso público com 500 vagas para a Polícia Federal (PF). O prazo para a publicação do edital será de até 180 dias (seis meses), contados a partir da publicação da portaria.

A distribuição das vagas será feita da seguite forma: 150 chances para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 80 para agente de Polícia Federal. Os selecionados deverão atuar em diversas unidades da PF em todo o país.

A remuneração exata oferecida e os valores das taxas de inscrição serão informados por ocasião da publicação do edital de seleção. Mas salários de agente, escrivão e papiloscopista ficam em torno de R$ 12,5 mil. Para perito e delegado, cerca de R$ 23 mil.

Os últimos concursos da Polícia Federal foram organizados pelo Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Em 2013, foi realizado concurso para perito criminal federal, delegado e escrivão. No mesmo ano, a PF lançou edital para agente administrativo, de nível médio, e vários cargos de nível superior, entre eles engenheiro, administrador e psicólogo. Em 2014, foi a vez do concurso para agente.

Fonte: jornal Extra

Propaganda

Acre

Jéssica participa de inaugurações de obras em Porto Walter

Publicado

em

A praça Imaculada Conceição tornou-se o novo cartão postal do município de Porto Walter. A obra foi construída com recurso federal, proveniente de emenda da deputada federal Jéssica Sales (MDB) no valor de R$ 1,5 milhão, através do Ministério da Defesa. A nova praça possui iluminação pública, paisagismo, calçamento, além de uma academia popular, boxes para venda de alimentação playground e um lindo mirante.

A deputada Federal Jéssica Sales (MDB) participou nesse sábado, 08, no município de Porto Walter, a convite do prefeito Zezinho Barbary, da solenidade de inauguração de um grande pacote de investimentos no município, incluindo a entrega de barcos e equipamentos de apoio à saúde, pavimentação da Rua Beira Rio e revitalização das Praças Imaculada Conceição e Vicente Lopes.

Dentre os investimentos, a revitalização da praça Imaculada Conceição era a obra mais aguardada pela população. Milhares de devotos da padroeira da cidade, compareceram à solenidade, que também foi marcada pela celebração da última noite de novenário em honra a padroeira. Um momento especial aos munícipes e também à Deputada Jéssica Sales, que ressaltou a felicidade em ver concretizado mais um importante investimento fruto de sua atuação parlamentar.

“Meu sentimento é muita alegria em ver concretizada mais uma importante obra conquistada através do meu mandato de Deputada Federal. A revitalização da Praça Imaculada Conceição foi a primeira indicação de emenda que fiz há quatro anos e agora está sendo entregue a população. Por isso, parabenizo o prefeito Zezinho Barbary e toda a sua gestão pelo excelente trabalho que estão fazendo. A administração do Zezinho é um exemplo para todos os prefeitos do estado do Acre, que mesmo em tempos de crise não fez disso um pretexto ou desculpa. Pelo contrário. Arregaçou as mangas e superar as dificuldades e a cada dia que passa traz mais desenvolvimento ao município e progresso à população. Por isso também não tenho medido esforços. Já foram mais de 8 milhões de reais que destinei a Porto Walter”.

Jéssica Sales ainda ressaltou que muito em breve terá em outros municípios acreanos participando de inaugurações e entrega de equipamentos. “Em minha ida a Porto Walter constatei que a UBS da comunidade Simpatia, em Cruzeiro do Sul já está pronta, assim também como o novo Cras; a praça da Vila Lagoinha. São recursos de emendas de minha autoria e que estou ansiosa e faço questão de participar da entrega. E do mesmo modo também irei em breve entregar uma Pick-up de apoio a saúde do município de Mâncio Lima. Continuo fazendo política do jeito certo, como aprendi com meus pais, Vagner e Antonia Sales, porque mandato é para servir e trazer resultados concretos, colocando as pessoas sempre em primeiro lugar”, finalizou.

Continuar lendo

Acre

Senador Jorge Viana participa da Conferência do Clima, na Polônia

Publicado

em

O senador Jorge Viana integra a comitiva de parlamentares que participam nesta semana da Conferência das Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24), realizada na Polônia. Como ex-presidente e atual relator da Comissão Mista de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional, Jorge Viana participou da primeira agenda com os parlamentares neste domingo (09) com uma reunião da União Interparlamentar (UIP), entidade que reúne congressistas de todo o mundo. Senadores, deputados e comissões dialogam com lideranças, ativistas e especialistas presentes ao evento na tentativa de garantir o cumprimento dos compromissos assumidos no Acordo de Paris.

A conferência que começou no dia 2 de dezembro, em Katowice, Polônia, vai até a próxima sexta-feira (14). Ao longo da última semana, foram divulgados estudos que apontam os riscos do aquecimento global para o meio ambiente, para a saúde humana e para o desenvolvimento da economia.

O senador Jorge Viana entende que as pessoas precisam entender a necessidade de conter o avanço do aquecimento global. “A grande discussão deste evento é o que os parlamentos do mundo têm que fazer vinculados ao acordo do clima. Não é só ratificar o acordo, mas agora todo o aparato de legislação voltado para uma economia de baixo carbono [que diminui o impacto da produção e queima de energia, bem como a emissão de gases do efeito estufa]. Agora, como alcançar isso é o problema. Não pode ser algo que venha só do governo, não pode ser de um segmento da sociedade, tem que ser de todos”, disse o senador.

Segundo Jorge Viana, a COP24 tem importância destacada na reta final da implementação definitiva do chamado Acordo de Paris, assinado em 2015 na COP21. O senador citou relatórios apresentados pela Organização das Nações Unidas (ONU) que reforçam que metas de limitar o aumento da temperatura global em até 2 graus Celsius, ou 1,5 graus Celsius, como prevê o Acordo de Paris, só serão alcançadas se os países adotarem de forma urgente medidas que reduzam de forma significativa as emissões de gases de efeito estufa.

“Em uma reunião da União Interparlamentar, nós vimos que o gasto com as consequências da mudança do clima chega a US$ 400 bilhões e que o custo de prevenção é bem mais baixo. As Nações Unidas falam que os desastres climáticos estão se multiplicando e que a cada dólar investido em prevenção são economizados sete dólares em reconstrução”, apontou.

Os representantes do Parlamento brasileiro ainda realizaram nesta segunda-feira (10) o Evento Parlamentar, no Espaço Brasil, um ambiente específico que todo país participante tem direito dentro do pavilhão onde ocorre a COP24. O tema foi a agenda do Legislativo frente às mudanças climáticas e a política de redução de resíduos tóxicos.

“O custo que a humanidade vai pagar se não implementar o Acordo de Paris será muito alto. É mais barato, mais civilizado e mais importante para a vida no planeta a prevenção e a implementação de uma economia e de uma vida de baixo carbono”, declarou Jorge Viana em suas redes sociais.

Além do senador Jorge Viana, estão na Polônia os senadores João Capiberibe (PSB-AP), Lídice da Mata (PSB-BA), Hélio José (Pros-DF) e Gladson Cameli (PP-AC). Os deputados federais Janete Capiberibe (PSB-AP), Leonardo Monteiro (PT-MG) e Thiago Peixoto (PSD-GO) também participam dos debates.

Continuar lendo

Acre

Conselho de Saúde da capital faz críticas à gestão de Sebastião

Publicado

em

Numa demonstração de que a gestão municipal da prefeita Socorro Neri (PSB) vem adotando uma postura mais independente em relação aos seus padrinhos políticos no governo estadual, o Conselho Municipal de Saúde produziu, em ata, uma moção de repúdio à gestão Sebastião Viana (PT) quanto ao gerenciamento das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na capital.

O repúdio foi produzido em 29 de novembro, sendo publicado na edição desta segunda-feira (10) do Diário Oficial. As críticas são voltadas para o que se classificou como condições precárias de funcionamento da UPA Franco da Silva, localizada na Baixada da Sobral.

“O Conselho Municipal de Saúde de Rio Branco repudia a forma como os profissionais da área da saúde estão trabalhando, precariamente, atendendo os usuários sem as mínimas condições, sem equipe completa, acarretando sérios problemas no dia a dia dos plantões daquela unidade”, diz trecho da nota.

A moção de repúdio afirma que a UPA da Sobral está sobrecarregada, sofrendo, principalmente, com a falta de profissionais, incluindo médicos. A unidade é responsável por atender as comunidades da região que concentra a maior densidade populacional de Rio Branco.

Com UPAs de outros bairros também passando por dificuldades, moradores de regiões diferentes também acabam por procurar atendimento nela. A nota culpa a “ineficiência da gestão estadual sobre as unidades de pronto atendimento” para o atual problema vivido pela UPA da Sobral neste fim de mandato do médico Sebastião Viana.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.