Conecte-se agora

Opositores de Tarauacá, Feijó, Manoel Urbano e Sena Madureira apoiam aliança com Gladson Cameli e Major Rocha

Publicado

em

O pré-candidato ao Governo do Estado, senador Gladson Cameli (Progressistas) e o pré-candidato a vice-governador Major Rocha (PSDB), o senador Sérgio Petecão (PSD) e Marcio Bittar (MDB) e os demais candidatos do arco de aliança formado por 12 partidos se apresentaram nas regiões do Tarauacá/Envira e no Iaco.

O roteiro da caravana começou na última sexta-feira (13), na cidade de Feijó. No Espaço da Maçonaria, os pré-candidatos foram recepcionados por centenas de pessoas. Na manhã de sábado (14), o ato se repetiu em Tarauacá e Manoel Urbano e na noite de sábado, foi a vez de Sena Madureira receber as lideranças.

De acordo com o pré-candidato Gladson Cameli, a caravana atende a um pedido da população e de seus líderes políticos. Na cidade de Feijó, o pré-candidato a vice-governador, Major Rocha, ao falar da situação vivida pelo policial militar, dirigiu sua mensagem a servidores.

“É preciso valorizar quem trabalha e quem produz nesse Estado. Sem investimento na nossa educação, nossos jovens continuarão sem perspectivas e terão futuro incerto” acrescentou Rocha.

Em Sena Madureira, onde a caravana encerrou a agenda do fim de semana, a quadra Aurino Brito, da Escola Messias Rodrigues, no bairro da Pista reuniu cerca de mil de pessoas para prestigiar o evento. Ao dar boas-vindas as lideranças políticas, o prefeito Mazinho Serafim apresentou números de emendas individuais liberadas ao município, afirmando que sem apoio do governo “os senadores e deputados federais é quem estão salvando as obras estruturantes nas cidades”.

O senador Sérgio Petecão, chamou atenção para a união das principais lideranças unidas pelo Acre. Diziam que faltavam união, pois estamos aqui, provando que nossas diferenças foram deixadas de lado, ouvimos o clamor das ruas”, frisou Petecão.

Propaganda

Destaque 5

Eletrobras diz que cortou energia em casa de Gladson Cameli por engano

Publicado

em

A direção da Eletrobras Distribuição Acre informou nesta terça-feira (22) que o corte no fornecimento de energia para a casa do senador Gladson Cameli (PP), em Cruzeiro do Sul, ocorreu por engano no sistema da empresa. De acordo com a nota da distribuidora, a interrupção deveria ter ocorrido em outra residência.

O corte foi feito por falta de pagamento. A Eletrobras informou que o fornecimento já foi restabelecido. O episódio foi aproveitado pelos adversários políticos de Cameli, que é pré-candidato ao governo do Acre pela chapa da oposição.

O curioso da situação é que os opositores de Gladson afirmam nas redes sociais que o presidente da Eletrobrás Distribuidora Acre, Ricardo Xavier, é indicado político de Cameli.

Continuar lendo

Destaque 5

Margaridas da SEMSUR participam de desfile de moda na Feira Ecoflores 2018

Publicado

em

As margaridas, trabalhadoras da Secretaria de Serviços Urbanos (SEMSUR) responsáveis pela limpeza na área central da cidade, desfilarão na abertura da 3ª Ecoflores, que será realizada de 29 de maio a 3 de junho, no Horto Florestal, pela Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários (UNISOL) e apoiada pela Prefeitura de Rio Branco e o Governo do Estado. As roupas e acessórios que serão usados pelas margaridas no desfile estão sendo confeccionadas por elas mesmas na oficina de customização ministrada para elas em uma parceria entre a secretaria Municipal Adjunta da Mulher e Associação das Mulheres do Segundo Distrito.

No refeitório da SEMSUR, foram instaladas máquinas de costura e elas contam com tecidos, pedrarias, rendas e outros itens que deixam as peças de roupa “de cara nova”. As margaridas iniciam a confecção dos artefatos logo depois de concluir o trabalho de varrição da cidade e não falta empolgação para o grupo. Norma Suely, que coordena a Associação de Mulheres do Segundo Distrito, responsável pela oficina de customização, conta que as participantes “demostram muita vontade em aprender e levam jeito para a transformação das peças”.

A margarida Aldelise Souza revela que já desfilou em um evento realizado na SEMSUR, em 2017, em uma programação voltada à elas pela passagem do Dia da Mulher e que agora está mais ansiosa. “Lá no Horto, na Ecoflores, a plateia será maior. Estamos ansiosas, mas felizes”, completou a margarida já quase ‘veterana’ das passarelas, como brincam as companheiras de trabalho.

E para fazer bonito no dia do desfile, na próxima terça-feira, 29, o grupo de margaridas ensaia os passos da apresentação lá mesmo no refeitório, para brilharem na passarela do Horto Florestal.

Além de surpreenderem no desfile, elas querem mais: usar o conhecimento obtido na oficina de customização, para fazer peças e vender, aumentando a renda doméstica. Segundo Maria de Fátima, uma das mais antigas margaridas da SEMSUR, o objetivo é customizar as peças e vender na vizinhança e entre amigos e parentes. “A gente aprendeu a transformar as peças com brilho, miçangas, rendas e fica bem bonito. Vai dar para vender sim”, disse.

Andreia Rodrigues, da Secretaria da Mulher (SEMAM), destaca que o objetivo do trabalho desenvolvido pela SEMAM vai muito além da garantia de autonomia financeira dessas mulheres, mas é também o da promoção da autoafirmação e da concessão do poder a elas. Segundo Andréia, atividades como a realizada com as margaridas buscam “empoderar essas mulheres, elevar sua autoestima e, ao mesmo tempo, proporcionar a atividade que gere renda para elas”.

Ecoflores 2018

A 3ª Ecoflores, com o tema “Em Defesa das Águas”, vai unir conhecimento e a comercialização de produtos da economia solidária. O evento terá seminário e workshop, que deverá reunir estudantes e contará com 105 empreendimentos de Economia Solidária e Economia Criativa e deverá atrair cerca de 30 mil pessoas.

No dia 1º de junho será realizado o Seminário Internacional de Economia Solidária e Agricultura Familiar, em Defesa das Águas. No dia 2, será a vez do workshop de Economia Criativa. “Esperamos que a Ecoflores seja um sucesso de vendas para os empreendimentos de economia solidária e também para estudantes e pesquisadores que vão tratar de temas de fundamental importância”, ressaltou a secretária de Meio Ambiente de Rio Branco, Paola Daniel.

Segundo Carlos Omar da Silva, representante da UNISOL, empreendedores e participantes de outros estados e países vizinhos vão participar da Ecoflores. Ele destaca que a Ecoflores é uma vitrine para bons negócios e importante para promover e divulgar o programa de desenvolvimento sustentável do Estado do Acre, como estratégia para fortalecer as políticas de Economia Solidária e da Agricultura Familiar nos países de tríplice fronteira.

 

Continuar lendo

Destaque 5

Jamyl Asfury é um dos 26 policiais federais lançados pela Frente da Lava Jato na disputa pelo Congresso Nacional

Publicado

em

Aproveitando o efeito Lava Jato, os policiais federais decidiram enfrentar as urnas nas eleições de 2018. Incentivados pela boa reputação de que goza a Polícia Federal, agentes, escrivães e papiloscopistas serão candidatos ao Senado e à Câmara dos Deputados com o discurso focado no combate à corrupção e modernização do modelo de segurança pública – nenhum deles sairá pelos partidos investigados e envolvidos no petrolão: PT, MDB e PP. O lançamento da Frente da Lava Jato aconteceu em Brasília, na última terça-feira (22).

Reunidos numa frente suprapartidária batizada de Frente da Lava Jato – em alusão à operação iniciada em 2014, que já prendeu políticos e empresários em todo o Brasil -, vinte e seis representantes da categoria de 23 estados mais o Distrito Federal disputarão neste ano uma cadeira no Congresso Nacional numa proporção inédita. O ex-deputado estadual Jamyl Asfury (PSC) será o representante do Acre na disputa por uma vaga de deputado federal.

Segundo Asfury, a expectativa dos policiais federais de serem bem-sucedidos na empreitada eleitoral está amparada justamente na condição de outsiders e de legítimos combatentes da violência e da corrupção, em sintonia com a percepção social de que o país está assolado por esses dois males. Essa frente foi lançada oficialmente dia 22 de maio. O projeto conta com o apoio de agentes de todo o Brasil e foi construída após o bom desempenho da categoria nas eleições 2016.

Na lista de pré-candidatos, estão: pelo Rio Grande do Sul, Ubiratan Sanderson e Marco Monteiro; por Santa Catarina, Edgard Lopes; pelo Paraná, Bibiana Orsi e Márcio Pacheco; por São Paulo, Eduardo Bolsonaro e Danilo Balas; pelo Rio, Sandro Araújo e Plínio Ricciardi; por Minas Gerais, Cláudio Prates; pelo Espírito Santo, Edmar Camata; pela Bahia, Anderson Muniz; por Alagoas, Flávio Moreno; por Pernambuco, Jorge Federal; pelo Ceará, Odécio Carneiro; pelo Maranhão, Aluísio Mendes; pelo Pará, Marinho Cunha; por Roraima, Barroso; pelo Acre, Jamyl Asfury; pelo Amazonas, Aldenir Araújo; pelo Amapá, Jorielson; por Rondônia, Bosco da Federal; pelo Mato Grosso, Rafael Ranalli; pelo Mato Grosso do Sul, Renée Venâncio e André Salineiro; por Goiás, Suender; por Tocantins, Farley; pelo Distrito Federal, Flávio Werneck e Santiago da Federal.

O único estado que não possui pré-candidato até o momento é o Rio Grande do Norte, mas até agosto, data de registro das candidaturas, podem surgir novos nomes para compor a frente parlamentar. “Assinamos o documento de responsabilidade com as melhoras do país. Com um trabalho ético e honesto, deputados que são policiais e que estão cumprindo um grande papel representando seus estados ajudam nesta meta que é eleger um representando a PF do Acre”, destaca o pré-candidato a deputado federal Jamyl Asfury.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.