Conecte-se agora

Com candidatura de Joaquim Barbosa, PSB no Acre terá que acender vela para Deus e para o diabo

Publicado

em

Apesar de estar vivendo um dos melhores momentos de sua existência, o PSB no Acre terá em 2018, novamente, uma eleição complicada. No plano local é certo que vão de corpo e alma para a campanha de Marcus Alexandre (PT), mas no nacional a situação é bem diferente.

A divulgação da pesquisa Datafolha que mostra o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa com 10% das intenções de voto para o Planalto deixou animados os socialistas.

Com o resultado, é mais do que certo a consolidação da candidatura do ministro que julgou e condenou os principais envolvidos no primeiro escândalo de corrupção envolvendo o governo Lula, o mensalão. Condenado e preso, por denúncias da lava Jato que apontaram o recebimento de propina de empreiteiras, Lula é tido como carta fora do baralho na eleição deste ano.

Por sua condenação por um colegiado (TRF-4), o petista está inelegível, enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Mesmo com todos estes cenários ruins, o PT afirma não desistir da candidatura de Lula, que continua líder nas pesquisas, apesar da queda na comparação com o levantamento anterior. De 37% caiu para 31%.

Toda essa incerteza afeta os petistas acreanos, acostumados a sempre ter palanques presidenciais pomposos, seja com Lula ou Dilma. Agora há a chance de não ter nome algum para o Planalto.

Enquanto isso, o PSB ficará na delicada situação de puxar voto para Joaquim Barbosa e não desagradar aos companheiros petistas, enfraquecidos sem um candidato presidencial ou com sua principal estrela às voltas com a Justiça, ou, quem sabe, ainda cumprindo a pena em Curitiba. No Acre, contudo, os petistas têm a caneta capaz colocar na rua aliados incômodos.

Situação semelhante o PSB enfrentou em 2014. Os pesebistas tinham o palanque de Eduardo Campo para erguer no Acre, sendo substituído por Marina Silva, após a morte do ex-governador de Pernambuco numa acidente aéreo.

Como se diz no ditado popular, precisou acender uma vela para Deus e outra para o diabo; ou seja, não desagradar nem a um nem a outro. Para muitos, nessa disputa, o PSB local acabou fingindo fazer a campanha de Marina para prestar contas ao comitê nacional e não deixar os petistas acreanos enfurecidos.

Sem Lula, as chances de o PT no Acre pedir voto para o candidato do PSB são remotas, já que ele condenou muitos companheiros por crimes de corrupção. Já os socialistas não terão escolha e vão ter que ir às ruas pedir voto a Joaquim Barbosa – pelo menos, outra vez, fingir.

Propaganda

Destaque 7

Emurb ainda está na mira do Gaeco e nova fase da Operação Midas pode ser desencadeada ainda este ano

Publicado

em

Equipes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre (MPAC), liderada pelo promotor de justiça Fernando Régis Cembranel, estiveram nesta quinta-feira, 24, na Usina da Empresa Municipal de Urbanização de Rio Branco (EMURB), localizada no Distrito Industrial, e no arquivo localizado na Sede, no bairro Floresta, para fazer “uma complementação de documentos” que já haviam sido requisitados pelo MP, mas que a atual gestão da ainda não havia repassado. A ação foi confirmada pelo promotor de justiça Bernardo Filterman, que assegurou que a movimentação não se tratava se uma nova operação, mas sim de um procedimento normal.

O ac24horas apurou que os documentos procurados pelo MP seriam datados entre os anos de 2014 e inicio de 2016, época em que Jackson Marinheiro comandava a presidência da Emurb. Ele foi preso em 2016, mas foi solto em audiência de custódia 24 horas depois. Até então, Marinheiro já foi alvo de 12 denuncias apresentadas pelos promotores e aceitas pela justiça acreana. Ele é acusado de comandar um esquema de corrupção usando a estrutura da Emurb. De acordo com o MP, até o momento já foi levantado que mais de R$ 7 milhões foram desviados da empresa municipal.

Bernardo afirmou que o Ministério Público ainda investiga a empresa e que uma nova fase da Operação Midas pode ser desencadeada ainda este ano. “Tudo depende da investigação, é possível ter novas denuncias, mas quem vai dizer isso é o aprofundamento da investigação”, disse.

Procurada, a prefeitura de Rio Branco informou que a gestão sempre atendeu todas as solicitações de informações e documentos feitas pelo Ministério Público.

Continuar lendo

Destaque 7

Jéssica Sales comemora empenho de R$ 5,5 milhões do orçamento 2018 para a Saúde

Publicado

em

A deputada Jéssica Sales (MDB-AC) vem trabalhando com afinco e tem conseguido empenhar suas emendas parlamentares. Apesar do curto período para se trabalhar recursos do Orçamento da União, devido ao calendário eleitoral, a  emedebista emplacou o empenho (compromisso de pagamento) de R$ 5.5 milhões em recursos de emendas ao orçamento 2018  para aplicação na Saúde no Acre.

Os empenhos publicados contemplam 14 municípios portanto, a maioria das cidades no estado foi beneficiada.

Deste total empenhado, R$ 1,613 milhão  será para construção de Unidades Básicas de Saúde nos municípios do Juruá e equipar Unidades de Saúde em Mâncio Lima com  aparelhos para fisioterapia, equipamentos odontológicos, equipamentos de informática, eletroeletrônicos, móveis e outros.

Para o Hospital das Clínicas em Rio Branco a parlamentar destinou R$ 300 mil para a expansão do programa de transplantes de fígado no Estado visando ampliar a oferta deste procedimento aos acreanos.

Jéssica Sales conhece muito bem a realidade de vida dos povos ribeirinhos, o quanto é difícil para aquelas famílias terem acesso aos serviços de saúde. Conhecendo o trabalho da Marinha do Brasil através do Navio Hospital Dr. Montenegro que presta um excelente serviço na Amazônia, destinou R$ 150 mil  para apoiar as ações na região e tornando-se uma parceira na atenção às comunidades ribeirinhas.

O valor restante, cerca de R$ 3,4 milhões, será para manutenção das Unidades Básicas de Saúde em Acrelândia, Brasiléia, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Acre, Porto Walter, Sena Madureira , Tarauacá,  Rodrigues Alves e Manoel Urbano.  Ao serem  disponibilizados esses recursos serão aplicados em material de   expediente e impressos, material odontológico, limpeza e conservação, despesas com combustíveis, água, energia e telefone, em todas as Unidades Básicas de Saúde destes municípios.

“Este é um reforço financeiro que chegará aos municípios para aprimoramento da oferta dos serviços de saúde disponíveis à população. Atendimento digno é o que buscamos oferecer na saúde pública municipal” – afirma Jéssica Sales.

Continuar lendo

Destaque 7

“Está decidido: Lula será o candidato a Presidência da República pelo PT”, afirma Léo de Brito

Publicado

em

Árduo defensor do ex-presidente Lula, o deputado federal Léo de Brito disse que o PT já está decidido sobre a candidatura do petista à Presidência da República.

“Está decidido: Lula será o candidato a Presidência da República pelo PT. Lula é um preso político, encarcerado de forma injusta em um processo sem provas só para tirá-lo da eleição”, declarou o parlamentar em sua página no Facebook.

Na sexta-feira passada durante um ato em defesa de Lula, em Rio Branco, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e o coordenador da campanha do petista à Presidência e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, anunciaram que Lula será registrado como candidato no mês de agosto.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.