Conecte-se agora

Encceja inscreve participantes até 27 de abril

Publicado

em

Entre 16 e 27 de abril, às 23h59, estão abertas as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Organizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enceeja Nacional será aplicado 05 de agosto em todo o Brasil e, em 16 de setembro, o Encceja Exterior. Candidatos que desejem ser atendidos pelo nome social devem fazer a solicitação do dia 30 de abril ao dia 04 de maio.

Destinado a jovens e adultos que concluíram os estudos fora da idade indicada, o Encceja 2018 exige que o participante tenha, no dia de aplicação do exame, idade mínima de 15 anos (Encceja Fundamental) ou de 18 anos (Encceja Ensino Médio). O exame é composto por uma redação e quatro provas objetivas, com 30 questões de múltipla escolha.

Saiba mais: Encceja Nacional 2018: edital foi publicado e prova já tem data marcada

O Encceja permite certificações para os aplicantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, caso seja alcançada a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação. Já a declaração parcial de proficiência é concedida ao aplicante que obtiver a nota mínima exigida em uma única prova ou em mais de uma. Tanto a certificação quanto a proficiência são concedidas pelas secretarias estaduais de educação e pelos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Por isto, o participante deve indicar no ato da inscrição a qual instituição deseja solicitar a documentação.

Apesar da gratuidade, o edital do Enceeja 2018 trouxe uma novidade: a necessidade de justificativa em caso de participantes ausentes das provas de todas as áreas do conhecimento desta edição e que desejem se inscrever no Encceja 2019. A justificativa deve ser feita na página do Encceja mediante a apresentação de atestados médicos, documentos judiciais, certidões públicas ou Boletins de Ocorrências. Caso não se justifique, o participante “deverá ressarcir ao Inep o custo do Exame a ser divulgado no ano seguinte, mediante o recolhimento do valor estabelecido em Edital, por meio de Guia de Recolhimento da União”, gerada na página do participante.

Saiba mais: Enem x Encceja: certificação do ensino médio

Avaliação do Encceja 2018

Participantes do Ensino Fundamental são avaliados nas áreas de artes, ciências naturais, educação física, geografia, história, língua portuguesa, matemática e redação. Já os participantes do Ensino Médio serão avaliados em ciências da natureza e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias, linguagens e códigos e suas tecnologias e redação; matemática e suas tecnologias.

Encceja Nacional PPL e Encceja Exterior PPL

O exame ainda possui duas modalidades: o Encceja Nacional PPL e Encceja  Exterior PPL, destinados a adultos que cumprem penas privativas de liberdade ou a adolescentes submetidos a medidas socioeducativas que incluam penas privativas de liberdade. O Encceja Nacional PPL está previsto para ser aplicado entre 18 e 19 de setembro. Já o Encceja Exterior PPL deve ser aplicado entre 17 e 21 de setembro.

Educação modalidade EJA

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino que visa escolarizar jovens e adultos que não completaram a educação básica no tempo indicado. Para participar do Encceja e, consequentemente, obter a proficiência parcial ou a certificação é importante que o participante esteja preparado para a avaliação. Atualmente, existem programas educacionais como o Educa Mais Brasil que disponibiliza bolsas de estudo de até 50% para este público, em diversas regiões do brasil, em parceria com o Ac24horas. Para conhecer as oportunidades disponíveis, basta acessar o site do Educa Mais.

Tunísia Cores – Ascom Educa Mais Brasil

Propaganda

Cotidiano

Caminhoneiros mantem paralisaçao e fazem alerta na AC-40, em Rio Branco

Publicado

em

A suposta negociação entre os lideres da greve nacional dos caminhoneiros com o governo federal nao desmobilizou a categoria em Rio Branco.

Os profissionais do volante mantiveram a paralisação e voltaram a queimar pneus em frente ao Parque de Exposição em Rio Branco.

No inicio da noite desta sexta feira(25), eles reforçaram o protesto enquanto a fila de caminhões parados á margem da estrada só aumenta.

Há carros parados com diversos tipos de mercadorias. Caminhões tanque,boiadeiros, com material de construção e outros insumos.

“Nao vamos fechar a via por enquanto até porque não queremos prejudicar a população mas todos caminhões que passam por aqui estão se juntando ao nosso movimento. Não vamos recuar sem que tenhamos uma resposta positiva”, disse Carlos Nogueira, um dos integrantes do protesto..

Os caminhoneiros quemiarsm pneus á margem da rodovia nos dois sentidos, mas o transito não foi interrompido.

No sentido bairro/centro o fluxo segue normal. No sentido contrário,porem, existe engarrafamento.

Os manifestantes ocuparam a frente do Parque de Exposição e prometem passar o final de semana no local.

Continuar lendo

Acre

Podem fechar tudo! O Acre é uma superpotência e não precisa do Brasil; assista

Publicado

em

Continuar lendo

Destaque 2

Liminar dá poder a Sebastião e ao BOPE para acabar com protesto de caminhoneiros na AC-40

Publicado

em

A juiza de direito Maria Olivia Ribeiro acatou nesta sexta-feira, 25, um pedido de liminar do governo do Acre ao expedir um mandado de Reintegração de Posse da Estrada AC-40, especificamente no protesto de caminhoneiros com foco principal em frente ao Parque de Exposição Wildy Viana, no Segundo Distrito de Rio Branco.

A rodovia é de posse e responsabilidade do Estado e não do governo federal.  A decisão da magistrada relata que caso haja resistência, o governo poderá usar a tropa de choque da Policia Militar do Acre, no caso o Batalhão de Operação Especiais (BOPE).

Ainda de acordo com liminar, os sindicatos dos Trabalhadores Rodoviários Autonomos de Bens do Estado do Acre, Mototaxistas, Motoboys, Motofretes e Taxistas, responsáveis pelo bloqueio de mercadorias poderão pagar R$ 1 mil de multa por dia, caso descumpram a decisão judicial.

O governo do Acre alega que o movimento estaria obstruindo irregularmente o livre trafego de veiculos, pessoas e mercadorias, causando prejuizos a toda a população.

Até o fechamento desta matéria, o governo ainda não havia cumprido a decisão. Procurada, a secretaria de comunicação, Andrea Zilio, afirmou que a Procuradoria-Geral do Estado estava no aguardo de uma revisão da decisão, mas não deu maiores detalhes.

Ministro do STF autoriza uso de força para desbloqueio de rodovias e impõe multa a quem descumprir decisão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes concedeu nesta sexta-feira (25) uma liminar (decisão provisória) em que autorizou o uso das forças de segurança pública para o desbloqueio de rodovias ocupadas por caminhoneiros grevistas. A liminar de Moraes atende a um pedido do governo federal.

A pedido do governo, Moraes impôs multa de R$ 100 mil por hora às entidades que atuarem nas interdições de vias, além de multa de R$ 10 mil por dia para motorista que esteja obstuindo a pista.

Na ação, assinada pelo presidente Michel Temer e pela advogada-geral da União, Grace Mendonça, o governo pede que o STF considere a greve ilegal porque, apesar de ter “compromisso democrático” com a livre manifestação, não se pode inviabilizar direitos fundamentais, como a locomoção.

A Advocacia Geral da União apontou ainda risco de “caos social” em razão da falta de combustível e desabastecimento de alimentos.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.