Conecte-se agora

Dupla sertaneja do Acre sofre acidente em estrada de Goiás

Publicado

em

O motorista que morreu em um acidente de trânsito na BR-060, em Posselândia, distrito de Guapó, era cantor sertanejo e tentava a sorte na carreira musical em Goiânia após se mudar do Acre, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Ele dirigia um Fiat Uno, que bateu contra um Fiat Toro. No acidente, seu parceiro de dupla ficou gravemente ferido e o condutor do outro automóvel teve apenas lesões leves.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o passageiro do Uno contou que os dois se mudaram há pouco tempo do Acre para Goiás para tentar carreira na música sertaneja. “No carro deles nós encontramos os instrumentos e aparelhos que eles usavam para fazer os shows. E o passageiro nos contou que eles tentavam a sorte há pouco tempo aqui”, disse o assessor de comunicação da PRF, inspetor Newton Morais.

Sérgio Rodrigues, de 33 anos, morreu no local. Já seu parceiro de dupla, Eduardo Reiz, de 31 anos, foi encaminhado para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira.

O G1 entrou em contato por email com a assessoria de imprensa do hospital às 9h20 e aguarda o estado de saúde do ferido.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o cantor sertanejo dirigia o Uno pela faixa da direita e, inesperadamente, invadiu a pista da esquerda e foi atingido pelo outro veículo. No local do acidente, próximo ao carro que ele dirigia, foi encontrada uma lata de cerveja.

O condutor do outro veículo, de 34 anos, fez o teste do bafômetro, que comprovou que ele não havia bebido antes de dirigir.

O corpo de Sérgio Rodrigues seguia no Instituto Médico Legal de Aparecida de Goiânia até as 9h40 desta segunda-feira (16) porque nenhum famliar compareceu à unidade ainda. O G1 entrou em contato com os quatro telefones disponíveis nos cartazes de divulgação encontrados dentro do veículo, mas ninguém atendeu.

Propaganda

Destaque 6

Prefeito Kiefer Cavalcante, de Feijó, é multado pelo TCE/AC

Publicado

em

O prefeito de Feijó, Kiefer Cavalcante, foi multado nesta quinta-feira, dia 13, pelo Tribunal de Contas do Acre, por desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em pelo menos três momentos percebidos pela Corte. O político abriu concurso, mudou a estrutura do Poder Executivo e deixou a máquina funcionando acima dos limites estabelecidos pela lei.

Segundo o conselheiro Antonio Malheiro, relator dos processos na Casa, Kiefer simplesmente descumpriu as regras da legislação e agiu à revelia, aumentando a despesa do Município mesmo em período de crise, e com o gasto com pessoal já acima do permitido pela LRF. Malheiro foi taxativo ao pedir uma multa de R$ 14,2 mil, como punição pela omissão.

Os dados avaliados pelo Tribunal de Contas são do terceiro quadrimestre de 2017, ou seja, entre outubro e dezembro, três últimos meses do ano passado, quando o município já gastava mais de 54% da receita corrente líquida com os servidores efeitos e provisórios da cidade. Não bastasse, abriu concurso para a educação, mesmo o ato sendo nulo desde a criação.

A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Feijó, mas não obteve sucesso até a tarde desta quinta-feira. O prefeito tem 30 dias, a partir da notificação, para fazer o pagamento da multa a ele imputada. Ele também terá que colocar as contas da cidade de ordem, obedecendo a LRF e não poderá aumentar qualquer custo aos cofres do Município.

Malheiro também pediu que a Câmara de Vereadores, o Ministério Público e o Tribunal de Justiça do Acre fossem informados da decisão a fim de tomarem as providências necessárias à condenação. Após o pedido de condenação, apenas a conselheira Naluh Gouvêia votou contra a multa. Os demais pares confirmaram o entendimento de Antonio Malheiro.

Continuar lendo

Destaque 6

Direção do cemitério Jardim da Saudade libera imagens do assalto

Publicado

em

A direção do cemitério Jardim da Saudade liberou as imagens em vídeo e em foto do assalto ocorrido no local no último sábado, 08,  quando três homens armados renderam coveiros, o vigia e uma secretária e roubaram um veículo Fiat.

A polícia chegou a ser acionada via Ciosp, mas chegou ao lugar da ocorrência após 40 minutos da chamada, reclamou Eládio Meireles, coordenador dos cemitérios de Rio Branco.

Nas imagens é possível ver nitidamente o rosto dos assaltantes, que carregam mochila nas costas.

Eládio Meireles informou que é o primeiro assalto ocorrido no cemitério, mas que é o comum furtos de lápides e placas de bronze.

Veja:

Continuar lendo

Destaque 6

Gladson Cameli participa de debate sobre segurança pública

Publicado

em

O senador e governador eleito pelo Acre, Gladson Cameli (Progressistas) participou nesta quarta-feira (12) do Fórum de Governadores, realizado na sede do Conselho Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília, com o objetivo de discutir o tema da segurança pública em todo país. Vinte e trêsgovernadores e dois vices eleitos participaram da reunião, que contou com a presença do futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, e do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Este é o segundo encontro dos novos chefes dos executivos estaduais eleitos em outubro e entre os assuntos prioritários estão o controle de fronteiras e sistema prisional.

Para Gladson Cameli, a reunião é fundamental para que todos os estados mantenham o diálogo com o Governo Federal para o levantamento de temas que necessitam de soluções emergenciais e a longo prazo nas diferentes regiões do Brasil. Para o futuro governador dos acreanos, a segurança pública trata-se de uma prioridade por ser um dos maiores problemas enfrentados atualmente pela sociedade devido a grande escalada da violência nos últimos anos.

“Como todo o Brasil, o Acre vive uma situação gravíssima no quesito segurança pública, e nós comprovamos o clamor da sociedade durante o período eleitoral através de pesquisas qualitativas que nos mostraram o quadro de criminalidade que assola as famílias, principalmente no que diz respeito a tráfico de drogas, que ganham mercado por conta das fronteiras com o Peru e a Bolívia, alguns dos maiores exportadores de drogas do mundo”, disse Gladson.

Cameli enfatizou ainda a necessidade de aumentar os recursos para o setor da segurança pública para investimentos em equipamentos, viaturas, fardamento e armamento para as polícias civil e militar. Também está entre as prioridades do governador eleito a contratação de policiais aprovados em concurso público tão logo seja possível dentro do orçamento da nova administração estadual.

Gladson Cameli visitou há um mês o governador eleito de São Paulo, João Dória (PSDB) para dialogar sobre segurança pública e dar encaminhamento às reuniões entre os chefes dos executivos estaduais. Dória, juntamente com os governadores eleitos do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) são os organizadores do evento. O Fórum de Governadores pretende realiza reuniões mensais em Brasília com representantes do Governo Federal a partir de janeiro de 2019.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.