Conecte-se agora

Procuradoria orientará Socorro Neri a vetar Estatuto da Família

Publicado

em

Em meio ao cabo-de-guerra entre a comunidade LGBT e a evangélica, a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), poderá seguir a orientação da Procuradoria Geral do Município (PGM) que tende a apresentar, na próxima semana, parecer para que ela vete o projeto de lei que criou o Estatuto da Família, aprovado pela Câmara Municipal na semana passada.

Apresentado pela bancada evangélica, o estatuto não reconhece o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo como união estável. Além de orientação da PGM, o Ministério Público Estadual (MPE) já solicitou à prefeita que o vete por considera-lo inconstitucional. A mesma linha de pensamento tende a ser adotada pela equipe Jurídica da prefeitura.

Em ano eleitoral, a medida deixa a prefeita em situação delicada. Os evangélicos se constituem hoje uma das principais bases eleitorais do estado, sendo assediados por políticos de todas as vertentes. Desagradá-los pode implicar em retaliação nas urnas. Conservadores, tentam a todo custo vetar medidas vistas como progressistas, entre elas o casamento gay.

Pedagoga da Universidade Federal do Acre (Ufac) e com ampla formação intelectual, Socorro Neri não tem ligações com os evangélicos. Seu antecessor, Marcus Alexandre (PT), declarava-se evangélico, batizado e frequentador da Igreja Batista do Bosque.

Mais vanguardista, Socorro Neri tende a seguir as orientações do MPE e da PGM. Caso não vete, sabe que arrastará o caso até os tribunais já que ações de inconstitucionalidade podem ser movidas para que a Justiça considere a ilegalidade do Estatuto da Família.

Propaganda

Destaque 2

Pacientes cardíacos da UPA da Sobral precisam pagar por exames

Publicado

em

Os pacientes com suspeita de problemas cardíacos que dão entrada no setor de Emergência da UPA Franco Silva, na Sobral, em Rio Branco, estão precisando pagar exames laboratoriais para identificar se o problema é mesmo no coração. A denúncia foi feita por familiares de pacientes.

Na última quinta-feira, dia 21, um dos pacientes que deu entrada na unidade de saúde com suspeita de ter sofrido um infarto, precisou pagar pelo exame das enzimas em um laboratório da Capital. A irmã dele, Telma Oliveira, revela que passou por momento de desespero.

“É desesperador você chegar no hospital e não ter como saber o que realmente aconteceu com o seu irmão. Eles disseram que não tinha como fazer o exame das enzimas e que o outro aparelho, que vê os batimentos, estava com problema porque não tinha internet. Precisei tirar do bolso e pagar”, conta.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) diz que os materiais necessários para feitura dos exames devem chegar nesta segunda-feira, dia 25, e os procedimentos voltarão a ser realizados normalmente. A pasta nega, contudo, que os pacientes sejam orientados a pagar pelos exames laboratoriais.

“Os exames de eletrocardiogramas estão sendo feitos normalmente e asseguram o diagnóstico correto do paciente com quaisquer suspeitas de problemas cardíacos, independentemente das enzimas”, destaca a Sesacre em nota. “Nenhum paciente, […] com sintomas de infarto é liberado por conta própria para fazer exames., sobretudo particulares”, completa.

Após a denúncia de Telma, a Sesacre informou que o problema será investigado internamente para saber por que o paciente foi liberado para realizar o procedimento fora da unidade pública de saúde. “A Unidade de Pronto Atendimento Franco Silva informa ainda que vai apurar se houve qualquer negligência em seus quadros”, informou.

Continuar lendo

Destaque 2

Homens armados fazem arrastão, invadem residência e ferem jovem com 3 tiros

Publicado

em

O jovem Ricardo Júnior Nascimento, de 25 anos, foi ferido a tiros dentro de sua residência na noite desta quinta-feira (21), na rua Dr. Sérgio Bruno, no Conjunto Jequitibá, no bairro Calafate, em Rio Branco.

Segundo informações policiais, a vítima foi ferida após seis homens armados chegarem no conjunto e fazerem um arrastão e roubarem os pertences de várias pessoas que estavam em via pública. Os criminosos se deslocaram até a casa de Ricardo e a invadiram efetuando vários tiros, sendo que três dos projeteis o atingiu, um no rosto e dois no peito, e como se não bastasse os ferimentos, um dos bandidos ainda desferiu uma facada no braço do jovem.

Segundo moradores, os acusados,após a tentativa de homicídio, fugiram do local e durante a fuga pela rua eles efetuaram vários disparos em via pública.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.