Conecte-se agora

Jairo Carvalho: “Casal gay não pode adotar filho”

Publicado

em

O “Estatuto da Família”, uma criação da bancada evangélica, que tanta confusão causou com a sua aprovação na Câmara Municipal de Rio Branco, em forma de projeto, chegou na ALEAC. E do qual já foi pedido pelo MP que, a prefeita Socorro Nery vete, por ser inconstitucional. O Pastor e deputado Jairo Carvalho (PSD) cobrou ontem da mesa diretora que a matéria seja colocada em pauta para discussão e votação. Basicamente, o Estatuto não reconhece como família, a união de dois homens ou de duas mulheres. Os evangélicos dizem que família é a união de um homem e uma mulher. Jairo fala, por exemplo, ser contrário a que um casal homossexual possa adotar uma criança. “Vai deixar uma confusão na cabeça da criança. Adotada por dois gays, como é que ela vai saber quem é a mãe e quem é o pai”? Indaga. Jairo (foto) diz não temer o protesto do movimento LGBT na ALEAC, durante a votação do projeto. “Vamos lotar a casa de Pastores”, promete o parlamentar. O Estatuto terá a sua constitucionalidade discutida na Comissão de Constituição e Justiça, antes de ser levado para  voto no plenário da Casa. O projeto já chega no Legislativo envolto numa grande polêmica.

BANCADA EVANGÉLICA
Josa da Farmácia (PODEMOS), Jairo Carvalho (PSD), Juliana Rodrigues (PRB), Jonas Lima (PT), Eber Machado (PDT), são os deputados que integram a bancada evangélica na Assembléia Legislativa e que, por isso, defenderão e votarão a favor do projeto do Estatuto da Família.

CENA SURREAL
O deputado Nelson Sales (PP) denunciou ontem uma cena surreal que estaria acontecendo em Porto Walter. Com apenas um policial, este, quando sai para atender uma ocorrência deixa a Delegacia de Polícia fechada. Qualquer documento que chegue neste espaço de tempo tem de ser enfiado por baixo da porta. Para Sales, isso é o retrato da Segurança Pública, no Acre.

SEM FARDAMENTO
Os policiais militares estão se apresentando para cumprir escalas sem farda, numa continuidade do protesto por não fornecimento de fardamento pelo governo há 5 anos.

FESTA NO PSB
O PSB anuncia hoje num café da manhã, em sua sede, a inclusão do empresário João Albuquerque, como primeiro suplente, na chapa ao Senado do deputado Ney Amorim (PT).

ENFIM, UMA BOA NOVA
O anteprojeto de lei de autoria do deputado Daniel Zen (PT), que pretende um aumento no valor pago a militares e bombeiros pelas horas extras do período noturno e finais de semana é um benefício para as categorias. Cria um Banco de Horas, o que aperfeiçoa a norma que instituiu o pagamento de horas extras. O valor da hora trabalhada passaria de 18 para 25 reais.

NÃO ESTIMULA
Da maneira como está hoje o pagamento irrisório das horas extras aos PMs e Bombeiros Militares é um desestímulo e dificulta encontrar policiais voluntários para escalas no período noturno, já que preferem fazer “bicos” de segurança particular, com o que ganham mais.

NUMA ENCRUZILHADA
A prefeita Socorro Nery está na primeira encruzilhada política. Se não vetar o “Estatuto da   Família”, aprovado na Câmara Municipal de Rio Branco, bate de frente com o MP, que pediu que vete o projeto, por ser inconstitucional, e com o movimento LGBT. Se vetar, bate de frente com a comunidade evangélica, que defende o “Estatuto”. É uma decisão delicada para tomar.

NÃO GOSTOU
Quem não teria gostado da prefeita Socorro Nery ter chamado a bancada da oposição na Câmara Municipal de Rio Branco para conversar foi o vereador Rodrigo Forneck (PT). Por ele, ela não teria que dar satisfação à oposição. É a notícia que chegou ontem à coluna.

NÃO MUDA O TOM
A conversa da prefeita Socorro Nery com a oposição não vai surtir efeito. Foi o que senti na conversa que tive com alguns vereadores oposicionistas. Sabem que, se amaciarem estarão mortos na opinião pública, alguns são candidatos, além disso, o ano é de eleições.

APERITIVO DE CAMPANHA
O deputado federal Werles Rocha (PSDB) prometeu ontem acionar na justiça o presidente do PT, André Kamai, que sugeriu que adotasse o sobrenome de figuras arroladas em torturas, crimes de lavagem de dinheiro, peculato e formação de quadrilha. “Não vou bater boca com ele, vou para a justiça”, prometeu o parlamentar. É só um aperitivo do que será a campanha.

MUITO TEMPO
O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) tem sim o direito de protestar e denunciar o caso da UPA de Cruzeiro do Sul, cuja obra foi iniciada há 5 anos e se encontra parada. Sem justificativa alguma.

NÃO É UM MAR DE ROSAS
A coligação que apóia o candidato ao governo, senador Gladson Cameli (PP), não está nenhum mar de rosas de unidade. A questão de Senador Guiomard não é pontual. Brigas existem entre grupos rivais da aliança, que não se sentam à mesma mesa, em alguns municípios.

EXEMPLO MAIOR
O exemplo maior é em Cruzeiro do Sul, onde os grupos do ex-prefeito Vagner Sales e do prefeito Ilderlei Cordeiro andam às turras e não dobram a mesma esquina. E a tendência natural é que durante a campanha a briga se acirre, por apoiarem candidaturas distintas.

COMBINARAM COM AS URNAS?
Vez por outra se nota deputados da oposição dizer que: “no nosso governo a coisa vai melhorar”. Como se a eleição para governador tivesse acontecido com uma vitória. Antes de estarem prevendo o futuro sem bola de cristal, melhor é combinar com as urnas.

PODE SAIR COM MANDATO
O ex-prefeito Tião Bocalon (PATRIOTAS) tem sim condições de ganhar um mandato deputado federal, caso consiga montar uma chapa mediana, a nova legislação das sobras pode lhe beneficiar. Difícil mensurar o seu potencial, eleições majoritárias e proporcionais são distintas.

MUITO PELA OPOSIÇÃO
Deixando de lado algumas posições radicais, Tião Bocalon sempre mostrou a cara na oposição.

SERÁ BEM VOTADO
Não sei se o suficiente para lhe eleger, está num partido pequeno, o REDE, que não é presente na ALEAC e Câmaras Municipais, como as demais siglas da oposição, mas o candidato ao Senado,Minoru Kinpara (REDE), tende a ser bem votado. Continuo ouvir manifestações de voto.

PANCADARIA PARA FEDERAL
A pancadaria para Federal será feia em Cruzeiro do Sul. O prefeito Ilderlei Cordeiro apóia o tio Rudiley Estrela (PP) a deputado federal e o ex-prefeito Vagner Sales a reeleição da filha Jéssica Sales (MDB). Em recente entrevista, Ilderley reclamou de receber a prefeitura sucateada.

NÃO HÁ COMO SE DESCOLAR
Para o segundo mandato na prefeitura de Rio Branco, Marcus Alexandre disputou a reeleição no cargo. Descolou a imagem do governo. Nesta eleição, fora do mandato, terá que se juntar ao Tião Viana, porque a disputa é estadual e depende do governador, que está na máquina.

CARTA DE ALFORRIA
O vereador Juruna (PSL) teria sido chamado para uma conversa com a direção do partido e notificado que teria que apoiar o Coronel Ulisses Araújo para governador e Jair Bolsonaro a presidente. Não quer. Está sendo aconselhado a ir à justiça pedir garantias para deixar o PSL.

ARGUMENTO DA MUDANÇA
O argumento seria de que Juruna (PSL) foi eleito vereador pela Frente Popular, com um programa de governo diferente da oposição. Há inúmeros julgados no TRE-ACRE, que neste tipo de situação é permitida a mudança de sigla sem crime de infidelidade partidária.

CIDADE DOS BURACOS
O deputado Jenilson Lopes (PCdoB) reclama que na gestão da prefeita Marilete Vitorino a situação piorou em Tarauacá, onde é tanto buraco que mal se consegue entrar na cidade. Quis com a afirmação dizer que, nem sempre as mudanças são benéficas. O ex-prefeito era do PT.

ALGO INADIMISSÍVEL
A ser verdadeira a denúncia de que falta soro no Hospital da Criança seria inadmissível, uma incúria em termos de gestão por ser algo muito básico. A secretaria de Saúde não dá explicação, não contesta, como se isso fosse a coisa mais natural do mundo. Que descaso!

NÃO SE NIVELA PELO PIOR
Para a deputada Eliane Sinhasique(MDB) não tem justificativa o fato de alguns deputados da base do governo alegarem que em outros Estados o sistema de Saúde é pior do que o do Acre. “Nós devemos nos nivelar por cima, pelo melhor, e não por baixo, pelo pior”, assinala.

O PRINCIPAL PROBLEMA
O principal problema que de início a prefeita de Rio Branco, Socorro Nery, terá de enfrentar e resolver são os buracos que tomaram conta da cidade, até nas ruas da região central. Não existe nada mais prioritário para a sua administração do que isso. Tem todo o verão que se aproxima para procurar minorar a situação, ou vai ser pauta negativa durante a campanha.

Propaganda

Blog do Crica

Vamos Jogar com a verdade

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Tudo para dar certo

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Sebastião Viana faz a acusação mais grave da eleição

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.