Conecte-se agora

Adolescente de 19 anos é assassinada pelo namorado menor de idade, no município de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A jovem Geisa de Oliveira Aguiar, de 19 anos, foi morta facadas pelo ex-namorado, de 15 anos, na tarde desta sexta-feira (13), no bairro do Remanso, em Cruzeiro do Sul. O menor teria desferidos várias facadas pelo corpo da jovem.

De acordo com o delegado Alexnaldo Batista, a mãe do menor entregou o filho na delegacia. “Ele afirma que não deu pra saber quantas facadas ele deu nela, ele lembra bem da facada no pescoço”, disse.

O delegado disse ainda que o casal tinha terminado a cerca de 3 dias. Em depoimento o menor disse que a motivação seria por conta de uma traição. “Ele [menor] contou que ela queria reatar, mas ele não queria então ela contou que teria traído ele e essa seria a motivação do crime”, contou.

O menor foi entregue pela mãe ainda na tarde desta sexta-feira (13), o delegado disse que o menor não apresenta sinais de remorso. “Não apresenta remorso, não apresenta não”, conta.

O menor deve ser levado ainda nesta sexta-feira (13) ao Ministério Público.

*Com informações do Juruá Online

Foto da vítima

Propaganda

Destaque 7

Governo do Acre só terá certeza se pagará 13º após o dia 20

Publicado

em

A equipe econômica do governo Sebastião Viana espera apreensiva pelo dia 20 de dezembro, data em que a União repassa a segunda parcela do Fundo de Participação do Estados (FPE), para, quem sabe, confirmar perante a sociedade se pagará ou não o décimo terceiro salário dos servidores públicos. Apesar de não confirmar, o Estado já tem garantido o salário de dezembro.

No último dia 10, data da primeira parcela do FPE, o Estado recebeu R$ 117 milhões. Apesar do cenário não ser favorável, de acordo com relatórios do Tesouro Nacional apurados por ac24horas, em todo o mês de novembro, o Estado recebeu de FPE cerca de R$ 209 milhões, fora os valores do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), que são recursos carimbados para educação. A expectativa é que o total de repasses seja superior ao mês de novembro, mas mesmo assim não existem garantias para o pagamento.

De Janeiro a novembro deste ano, o Estado do Acre recebeu mais de R$ 2.212 bilhões do FPE. De acordo com o Tesouro Nacional, a projeção de arrecadação do Estado durante todo o período de 2018 seria de 2.451 milhões, o que até agora não se cumpriu, ou seja faltam mais de 200 milhões para chegar na meta. Durante todo o período consolidado de 2017, a União repassou R$ 2.292 bi.

Procurado para comentar a situação, o governo, por meio de sua assessoria, diz que está fazendo todo esforço para cumprir com o compromisso do pagamento do salário e do décimo. “E todos os repasses do Governo Federal são importantes. Assim que tivermos a definição, faremos o anúncio”, disse.

O atraso seria inédito nos governos da Frente Popular. O governo de Sebastião Viana tenta manter a tradição das gestões petistas que sempre se gabaram em sua propagandas de pagar em dia.

REFIS PODE SER O SALVADOR DA PÁTRIA

No dia 22 de novembro, o governo do Acre publicou no Diário Oficial a lei que dispõe sobre a redução de multas e acréscimos moratórios relacionados a débitos tributários do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS. Na prática, o governo reduziu as multas e dá mais prazos aos contribuintes com o objetivo de tentar arrecadar em tempos de crise e às vésperas dos pagamentos de fim de ano.

O governo informou na época ter reduzido em 90% os valores de multas do ICMS inscritos em dívida ativa, inclusive os ajuizados, cujos fatos geradores tenham ocorrido até 31 de dezembro de 2017, mas desde que o saldo remanescente seja pago em parcela única.

Conforme a publicação, o benefício não se aplica a débitos tributários decorrentes de penalidades pecuniárias por descumprimento de obrigações acessórias, que poderão ser quitados com redução 70%.

EXONERADOS

A lei estabelece ainda que “ficam convalidados os parcelamentos realizados nos termos do convênio ICMS 144, de 17 de dezembro de 2012, e suas alterações”. Até o momento não se sabe quanto o Estado arrecadou nessa manobra fiscal.

Do mês de outubro até o final do mês de novembro, o governador Sebastião Viana exonerou mais de 1.200 cargos em comissão com objetivo de conseguir honrar os salários e o décimo no final do ano. Milhares de funções gratificadas também foram cortadas. Cargos temporários e terceirizados também foram demitidos da máquina pública, principalmente dos órgãos indiretos.

Continuar lendo

Destaque 7

Placas de alerta sobre limpeza são instaladas em igarapés na capital

Publicado

em

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMEIA) e da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC), o 4º Batalhão de Infantaria de Selva estão instalando placas alertando contra o lançamento de lixo e entulho nos igarapés que cortam a zona urbana da capital. A ação, mais um desdobramento da Operação Inverno 2018, começou pelo Igarapé do Almoço. Homens do 4º BIS, Defesa Civil e agentes ambientais estiveram na manhã desta quarta-feira, 12, na Travessa Coelho, no bairro Areal, para promoverem a consciência ambiental dos moradores. No começo deste mês de dezembro a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMSUR) e a Diretoria de Meio Ambiente do 4º BIS realizaram a limpeza e desobstrução do Igarapé do Almoço, removendo, em apenas 100 metros do riacho, cerca de 30 metros cúbicos de resíduos sólidos –muito lixo plástico, carcaças de veículos, móveis e eletroeletrônicos.

O Igarapé do Almoço faz parte da Bacia Hidrográfica do Igarapé Judia e corta uma grande região composta por bairros Vila Acre, Comara e Triângulo, entre muitos outros. O curso do Almoço estende-se desde o Posto da Polícia Rodoviária Estadual, na Via Chico Mendes, até a sua Foz no Judia. “Agradeço a prefeita Socorro Neri e essa equipe que está aqui hoje no nosso bairro. A prefeita está há pouco tempo e já fez muito. Se não fosse a limpeza que realizaram, este igarapé teria transbordado e invadido as casas daqui na última chuva”, disse o comerciante Ocinaldo Pinto Venâncio, que mantém uma pequena banca de frutas às margens do Almoço na Travessa Coelho. “O 4º BIS tem prazer em atuar nesta parceria com a Prefeitura de Rio Branco. Nosso trabalho é colaborar para que os igarapés sejam limpos”, disse Vander Donizete, oficial que comanda a Diretoria de Meio Ambiente do 4º BIS e que vem prestando os mais relevantes serviços para a sociedade acreana no cuidado com os mananciais e cursos d´água. “Esta é mais uma ação concomitante à Operação Inverno que reduz os impactos do período chuvoso. Em paralelo, realizamos educação ambiental nas escolas locais”, explicou Paola Daniel, secretária de Meio Ambiente de Rio Branco. Paola Daniel acredita que pelo menos 50 placas devem ser instaladas nos igarapés da cidade.

O que é a Operação Inverno 2018?

Criada por determinação da prefeita Socorro Neri, o objetivo da Operação Inverno 2018 é minimizar os impactos do período chuvoso na infraestrutura urbana de Rio Branco. As ações incluem limpeza e desobstrução da rede de drenagem de águas pluviais da cidade, limpeza dos principais igarapés que cortam a cidade, com ênfase para os igarapés Batista, Amaro, Judia e Almoço. Nas escolas das regiões abrangidas por esses riachos vem sendo realizadas atividades de educação ambiental. As prioridades são trechos da Avenida Getúlio Vargas com a Rua coronel José Galdino (na região da Lua Azul), Praça do Juventus, Rua Farroupilha, no bairro Alegria, Rua João XXIII no bairro Alegria, travessa Vilhena com Rua São Salvador, no bairro da Glória.

Além da limpeza e desobstrução de córregos e igarapés, a Operação Inverno 2018, tem também o viés da Educação Ambiental, executada pela secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), que atua nas escolas e bairros, onde a prefeitura executa a limpeza.

Continuar lendo

Destaque 7

Juliana está presa no quartel da PM e Pastor Manuel ficou no presídio

Publicado

em

A deputada estadual Dra. Juliana Rodrigues (PRB), está presa no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Acre, no Centro de Rio Branco, por falta de vagas no sistema penitenciário da Capital. Além disso, ela é advogada, portanto, detém diploma de nível superior, o que lhe ajuda a não ficar junta às demais presas.

Na contramão disso, o pastor Manuel Marcos, vereador de Rio Branco pelo menos partido, está preso no Complexo Francisco d’Oliveira Conde, também na Capital. Junto com o vereador e presidente do partido, também estão os filhos de Juliana, Diego, Yargo e Rodrigo, todos eles alvos da Operação Santinhos, deflagrada na terça, dia 11.

Segundo a Polícia Federal está reclusa numa sala do Estado-Maior, anexa ao quartel. A instituição, contudo, não deu detalhes sobre os ânimos dos detidos. O empresário Thaisson Maciel, e a esposa dele, também também estão no presídio. Todos com prisão preventiva decretada, objetivando não ter atrapalho nas investigações.

O grupo ligado ao PRB é acusado de desviar recursos do Fundo Eleiotral para a compra de votos aos então candidatos Dra. Juliana e Manuel Marcos, eleitos deputado estadual e federal, respetivamente em outubro. Ao todo, a polícia identificou um desvio de R$ 1,5 milhão.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.