Conecte-se agora

Evangélicos dizem que Estatuto da Família é inclusivo e respeita LGBTs

Publicado

em

A polêmica em torno da criação do Estatuto da Família em Rio Branco (AC) continua. Aprovado por 14 vereadores na Câmara Municipal, a proposta apresentada aos parlamentares pela Associação dos Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre) não foi bem recebida pela comunidade LGBT.

Além dos grupos sociais críticos à proposta, o Ministério Público do Acre (MP/AC) também entrou no páreo para recomendar à prefeita Socorro Neri (PSB) que vete o projeto aprovado pelos vereadores da Capital. A Justificativa é que a proposta é preconceituosa e exclui as minorias.

Segundo o pastor Paulo Machado, presidente da Ameacre, o posicionamento do MP/AC leva em consideração apenas um lado [o das minorias] e, em nenhum momento, o órgão procurou a instituição cristã para debater a pauta ou entender de que realmente trato o projeto entregue aos vereadores de Rio Branco.

“O que contempla o Estatuto da Família? A elaboração de políticas públicas que vão atingir as famílias, a base da sociedade. Isso que estão dizendo é um interpretação totalmente equivocada. Todos são contemplados no projeto, independentemente da cor, raça, classe social ou ideologia de gênero. O que se discute é apenas a família”, explica.

Machado também comentou acerca dos posicionamentos que o Ministério Público está propagando ao passo que orienta a prefeita que baixe o veto sobre os artigos do projeto de lei. “Entendemos que o Ministério Público procura cumprir o seu papel, ainda que não o faça corretamente, mas nós respeitamos isso”, completa.

Em fotos, lideres evangélicos afirmam que Marcus e Socorro Neri foram favoráveis ao projeto

“Essa história de que os membros das famílias ficarão de fora, é uma mentira. O avô, a avó, o tio ou a tia, todos esses, são abraçados pelo estatuto. Estamos tratando da sociedade como um todo, e não apenas a acreana, mas a sociedade como um todo”, alerta o pastor evangélico que encabeça a proposta.

A postura do Ministério Público acreano também foi contestada pelo advogado José Ildson, responsável pela parte jurídica do projeto. Ele alerta que a proposta não foi criada apenas para Rio Branco, e que projetos semelhantes estão sendo debatidos e aprovados em outros estados brasileiros, tendo origem na Câmara Federal.

“É importante observar que a sociedade precisa estar bem atenta ao que realmente se propõe esse projeto de lei. Penso eu que o Ministério Público ainda não teve o entendimento que temos sobre essa proposta. O Jurídico da Câmara já tem quatro pareceres favoráveis, passou pelas comissões de Direitos Humanos e Constituição e Justiça”, argumenta o advogado.

Ildson também comenta que o Ministério Público do Acre, que agora passou a criticar o projeto de lei, em nenhum debateu o assunto. Ele alega que o projeto não é inconstitucional e que a prefeita deve, sim, sancionar a proposta que foi recebida, em mãos, por ela e o ex-prefeito Marcus Viana (PT).

“Não acreditamos que o projeto será vetado. Foi feito tudo dentro da legalidade. As pessoas que têm criticado o projeto estão entendendo que nós estamos definindo ‘família’. Não somos nós, nem o Estado. Nenhum de nós tem a capacidade e competência para definir ‘família’. Isso está na Constituição, e seguimos a legalidade”, pontua.

Confira na integra o projeto aprovado na Câmara:

Propaganda

Destaque 2

Medo de um eventual desabastecimento gera fila em postos de Rio Branco

Publicado

em

O medo de um eventual desabastecimento no Acre por causa da greve dos caminhoneiros levou vários motoristas aos postos de gasolina da capital. Na manhã desta quinta-feira, 24, era grande a fila em alguns postos. Ernande Negreiros, empresário do ramo, afirma que ainda não há, pelo menos por enquanto, situação de desabastecimento em Rio Branco. Porém, a situação preocupa. O Sindicato dos Postos de Combustíveis no Acre ainda não se manifestou sobre uma possível falta do produto.

A greve gera a falta de combustíveis em estados como Pernambuco, Espírito Santo, Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

No final da noite desta quarta-feira, 23, pelo menos 50 caminhões já haviam ocupado a lateral da BR-364, nas proximidades do bairro Belo Jardim, em Rio Branco.

O Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens do Estado do Acre – Sintraba informou que no início da manifestação, 20 caminhoneiros do Acre haviam aderido ao movimento. Outros 30 eram de outros estados. Eles vão pressionar para que os motoristas de caminhões de combustíveis paralisem.

Continuar lendo

Destaque 2

RBTrans deixou empresas controlarem planilhas e Socorro Neri terá “problemão”, diz perito da PF

Publicado

em

O perito da Polícia Federal, Roberto Feres, disse em um vídeo que a prefeita de Rio BraNco, Socorro Neri (PSB), tem um “problemão” nas mãos, quando o assunto é o pedido de reajuste da tarifa do transporte coletivo da capital, que está em R$ 3,50, e pode subir para R$ 4,55, valor este solicitado pelas empresas.

As alegações de Feres falam principalmente dos valores apresentados na planilha entregue ao Conselho de Transportes. Ela alega que os números e informações colocadas no documento são “confusas” e “sem comprovação”, uma vez que o sindicato das empresas pode “manipular” todos os dados ali apresentados aos conselheiros.

“Faz muito tempo que o sindicato das empresas domina os dados usados no calculo, e pode manipular como quiser essas informações. A Rbtrans deixou os empresários controlarem esse sistema, e perdeu o controle. Faz muito tempo que a administração municipal tem sido refém de promessas não cumpridas de renovação a frota”, comenta.

Feres cita, ainda, a anistia de impostos que o município deu às empresas em troca dos investimentos que, como alega, ainda não chegaram. “A prefeitura faz de conta que não vê para não entrar em conflito com os empresários, afinal, gente rica ajuda bastante na hora da eleição. Está na hora da prefeita fazer uma intervenção”, completa.

Roberto diz acreditar que este o momento de a prefeitura se posicionar como deve e colocar na ponta do lápis os custos do serviço ofertado à população. “Chega de abaixar a cabeça e fazer o jogo das empresas. Seja firme, prefeita: ponha sua equipe para controlar as empresas e retome do Sindicol todos os controles que devem ser feitos pela Rbtrans”, finaliza.

Continuar lendo

Destaque 2

Lateral, zaga e meio: Tite começa a definir Seleção da Copa nesta quarta-feira

Publicado

em

A bola vai rolar nesta quarta-feira, na Granja Comary. Até agora, apenas três jogadores “brincaram” com ela no gramado: Neymar, Gabriel Jesus e Danilo. Mas a partir de hoje, Tite poderá começar a clarear alguns cenários ainda amarrados em sua cabeça.

Em três posições, a trajetória de opções e escalações do técnico desde agosto de 2016 até aqui sugere dúvidas: a lateral direita, abalada pela ausência de Daniel Alves, a zaga e o meio-campo.

Além disso, determinar quanto tempo Neymar jogará nos amistosos contra Croácia e Áustria, nos dias 3 e 10 de junho, será possível a partir da evolução do craque nos treinamentos. Ele não atua desde 25 de fevereiro, quando fraturou o quinto metatarso do pé direito e precisou ser operado no dia 3 de março.

Os primeiros trabalhos talvez não sejam tão conclusivos, em razão da necessidade de equilibrar as condições físicas de todos os convocados, mas todas as observações serão importantes.

“Existe competição sim, eles competem, mas precisam competir com lealdade” (Tite)

Veja as posições que serão resolvidas nos treinos:

Lateral direita

Danilo larga na frente de Fagner por causa da lesão muscular na coxa direita do corintiano, que não atua desde 29 de abril. Mas a expectativa é que os amistosos ofereçam tempo de jogo suficiente a ambos para se mostrarem merecedores da vaga do lesionado Daniel Alves.

Danilo tem a seu favor a altura e o jogo construído pelo meio, além de uma ultrapassagem com vigor físico na linha de fundo. Fagner, por sua vez, é muito bom na linha de quatro defensiva que Tite tanto preza. Eles trabalharam juntos no Corinthians.

Zaga

Marquinhos e Thiago Silva disputam uma vaga ao lado de Miranda. O primeiro começou com tudo a era Tite e agarrou todas as oportunidades da melhor maneira, mas o técnico era louco para dar mais tempo de jogo ao veterano. Isso foi feito nos últimos amistosos contra Rússia e Alemanha.

Thiago Silva foi titular em ambos, jogou bem e colocou uma interrogação na cabeça do chefe.

Meio-campo

Renato Augusto foi titular na maior parte dos jogos, mas agora Tite cogita escalar Philippe Coutinho mais centralizado, como principal responsável pela criação ofensiva no meio. Outra alternativa é Fernandinho, com uma formação mais precavida.

Ambas foram testadas em março. Diante da Rússia, Coutinho foi escalado e se destacou no segundo tempo, quando se adiantou e passou a receber as bolas entre as linhas adversárias de marcação.

Contra a Alemanha, Fernandinho foi peça importante na marcação adiantada. O gol da vitória, marcado por Gabriel Jesus, teve origem num desarme do jogador, inclusive.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.