Conecte-se agora

Léo de Brito sugere e deputados do PT usam sobrenome ‘Lula’ em protesto no painel da Câmara

Publicado

em

O deputado federal Léo de Brito sugeriu e os parlamentares petistas passam a usar o sobrenome “Lula” a partir desta semana para protestar contra a prisão dos ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em primeira e segunda instâncias acusado de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. O objetivo do petistas acreano é usar o painel eletrônico onde aparecem os nomes dos parlamentares no plenário da Câmara para realizar um tipo de manifestação em favor do cardeal do PT, preso na sede da Polícia Federal.

Segundo informações do portal Direto do Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ainda precisa chancelar as mudanças. Caso os ofícios encaminhados a Maia sejam deferidos, o nome de Lula também constará no painel da Casa anexado aos nomes dos deputados de seu partido. “Ao incorporarmos Lula em nossos nomes parlamentares, vamos contribuir para denunciar aos brasileiros e ao mundo a injustiça cometida contra Lula”, afirma Leo de Brito, um dos defensores ferrenhos do ex-presidente Lula.

A mesma medida deveria ser adotada pelos vereadores e deputados estaduais, mas no Acre, o líder do Partido dos Trabalhadores na Alec, o deputado Lourival Marques disse que os deputados estaduais petistas deverão manter seus nomes parlamentares sem alteração para “Lula da Silva”. “Eles decidiram fazer isso em Brasília porque lá tem o painel no Congresso onde aparecem os nomes de todos os deputados, possibilitando uma visibilidade para o protesto chamar atenção para a questão da prisão do Lula. Aqui nós não temos”, disse Lourival Marques.

Apesar de os parlamentares estaduais do Acre descartarem anexar o sobrenome ‘Lula”, o líder do governo na Casa, Daniel Zen (PT) não descarta que a bancada do PT possa encaminhar um ofício a Mesa Diretora da Aleac para que seja feita a leitura durante a apresentação das pautas. Na primeira sessão ordinária da Casa esta semana, Zen fez leu artigos de sua autoria onde ele demonstra revolta contra quem aplaude a prisão de Lula, a quem ele se refere como “coxinhada vestida de canarinho e seguidora de patos de borracha infláveis”.

Propaganda

Destaque 6

Carne de porco enlatada chama atenção no mercado da capital

Publicado

em

Empresas de médio porte estão trazendo produtos conhecidos, mas com uma roupagem nova para o mercado acreano. A carne de porco em latas de 900 gramas, está nesse grupo -todo mundo conhece carne de porco mas poucos a viram enlatada de fábrica. A carne Fazendão, de acordo com o representante do produto no Acre, Wesley Frota, “é livre de conservantes industrializados. Nossa carne é totalmente conservada pela banha do porco que é extremamente saudável ao coração, combate ao colesterol”, diz ele, que está vendendo a lata a R$ 50.

Continuar lendo

Destaque 6

Gol Linhas Aéreas terá voos diurnos para o Acre em junho

Publicado

em

FOTO: IMAGEM ILUSTRATIVA

A partir de junho deste ano, o Estado do Acre passará a contar com voos diurnos da companhia aérea Gol. O anúncio foi feito pelo presidente do Instituto Gol, Claudio Neves Borges, durante reunião com o governador Gladson Cameli, em Brasília.

As cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul serão beneficiadas. A venda dos bilhetes já começa em fevereiro. Com frequência diária, o voo sairá de Brasília às 9h35 e chegará ao aeroporto de Rio Branco às 11h30. Em seguida, o mesmo avião segue para Cruzeiro do Sul. O retorno será às 13h05, passa pela capital acreana e pousa em Brasília às 19 horas.

A suspensão dos voos acarretou uma série de transtornos no deslocamento de passageiros do Acre para outras regiões do país, por ser o único diurno que a população contava. Atualmente, os quatro voos que chegam e saem do estado são operados durante a madrugada.

Com o novo voo garantido, o Acre ganha mais 298 assentos diários.

Continuar lendo

Destaque 6

“A minha caneta está sem tinta”, diz Rocha no comando do Acre

Publicado

em

Com a ausência do governador do Acre Gladson Cameli (Progressistas) até a noite desta terça, 22, o comando do Estado vem sendo exercido pelo vice, Major Rocha (PSDB), desde o último sábado (19). O tucano, ao que tudo indica, vem apenas esquentando a cadeira de Gladson enquanto ele cumpre a agenda em Brasília.

Desde ontem o Diário Oficial não traz nenhum ato assinado pela governadoria ante a ausência do titular do cargo. Decretos com novas nomeações, atos de gestão, cessão de servidor, medidas de austeridade, todos estes atos palacianos parecem ficar praticamente paralisados quando Gladson Cameli não se encontra por terras acreanas.

A minha caneta está sem tinta”, diz o vice. A afirmação não é sobre o esvaziamento de suas atribuições enquanto no exercício de governador. A resposta foi dada quando perguntado sobre se já havia demitido os secretários, prática que era recorrente na política do Acre da década de 1990.

Mas a resposta do tucano pode, sim, cair como uma luva diante da perda de poder quando no comando temporário do governo. A situação chama a atenção quando se comparada com as gestões petistas.

Na ausência de Sebastião Viana (PT) em agendas fora do estado, era comum a sua vice, Nazareth Araújo (PT), assinar pequenos atos administrativos para não comprometer o andamento da gestão.

Desde o início do novo governo, em 1º de janeiro, Rocha assumiu o Palácio Rio Branco em duas ocasiões, sendo essa a mais longa. Em nenhuma delas a caneta tucana pode desfrutar de deslizar pelos papéis oficiais do poder.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.