Conecte-se agora

ENEM 2018: vai solicitar isenção? Saiba como

Candidatos devem realizar o pedido entre 02 e 11 de abril de 2018

Publicado

em

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (21) o edital do Exame Nacional do Ensino Médio e entre as mudanças anunciadas no ENEM 2018 está a alteração em um dos procedimentos de concessão de isenção. Candidatos ausentes nos dois dias de aplicação do ENEM 2017 deverão justificar-se na página do participante, das 10h do dia 02 de abril às 23h59 do dia 11 de abril caso desejem a isenção.

A justificativa deve ser feita mediante apresentação de documentos assinados que tenham motivado a ausência, desde que comprovem motivos de saúde, maternidade ou paternidade, trabalho, casamento, acidente de trânsito, entre outras causas possíveis.

Como solicitar isenção no ENEM 2018?

A solicitação da isenção no ENEM 2018 deve ser feita exclusivamente na página do participante, entre às 10h do dia 02 de abril às 23h59 do dia 11 de abril. Deve ser informado o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e senha, a qual também será usada para a inscrição, acesso ao Cartão de Confirmação da Inscrição e visualização dos resultados do exame.

Como saber se tenho direito à isenção no ENEM 2018?

Participantes inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) devem informar o respectivo Número de Identificação Social (NIS) único e válido. Segundo o Ministério da Educação, está isento o participante que:

  1. Esteja cursando a última série do ensino médio em 2018 em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica;
  2. Ao ter participado do Encceja 2017 na modalidade Ensino Médio, tenha alcançado a proficiência que permita a certificação na área de conhecimento em que se inscreveu;
  3. Tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública, ou como bolsista integral na rede privada, e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio;
  4. Declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, e que esteja inscrito no CadÚnico (com renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos)

Segundo o MEC, caso seja constatada a declaração de informações falsas ou inexatas, “tanto ao solicitar isenção da taxa de inscrição quanto ao apresentar justificativa de ausência no Enem 2017 e se inscrever no Exame, ou ainda, que não satisfizer todas as condições estabelecidas neste Edital e/ou nos demais instrumentos normativos, terá cancelada sua inscrição e anulados todos os atos dela decorrentes”.

Bolsas de estudo de até 70%

Os estudantes do ensino médio que não queiram se submeter ao ENEM para ingressar na graduação podem optar por bolsas de estudo de até 70% do Educa Mais Brasil, o maior programa de inclusão educacional do país. Em parceria com o Ac 24 Horas, o Educa Mais dispõe de descontos em mensalidades de cursos como Direito, Administração, Ciências contábeis, Educação Física, entre outros.

Propaganda

Acre

“A Glória Perez transformou o Acre num puteiro”, diz Lhé

Publicado

em

Falar do Acre, do seu povo e de um passado glorioso é pra poucos. E falar com o coração, só o velho Lhé é capaz. Conta como ninguém nossas “arengas” com os irmãos bolivianos e se mostra “puto da vida” com quem ousa desdenhar de nossa história. Por isso mesmo diz que brigou com a novelista global Glória Perez, uma acreana que tentou escrever as avessas a nossa história, mostrando para um mundo “um estado institucionalizado num puteiro”, como fez questão de dizer numa entrevista que gravou com o jornalista Roberto Vaz, na quarta-feira (12), no Bar do Vaz. É uma entrevista pra guardar. Assista!

Continuar lendo

Destaque 2

Rocha garante apoio à empresários para instalação de Porto Seco em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Reunido com empresários de Cruzeiro do Sul, na sede da centenária Associação Comercial do Alto Juruá, o vice-governador Major Rocha, disse a eles, que deverá ser instalado na cidade, um Porto Seco, possibilitando exportações e importações com o Peru.

Os empresários esperam que a continuidade da BR-364 rumo à Pucalpa no Peru, possibilite bons negócios para a região. Para isso, é necessário o serviço de alfandegamento, para o desembaraço de mercadorias, que poderá ser feito no Porto Seco. Assem Cameli, presidente da Associação Comercial, cita o exemplo da batata consumida na cidade, que é trazida de São Paulo, em percurso de mais de quatro mil km. ” E podemos trazer batata aqui de Pucalpa no Peru, há menos de 200 km daqui”

A deputada Mara Rocha, que é da Comissão Brasil Peru, da Câmara Federal, vai mobilizar a Bancada Federal Acreana, no sentido de agilizar a instalação do Porto Seco. “Acredito que toda a nossa bancada vai se empenhar nisso”, declarou Mara.

O deputado tucano Luís Gonzaga lembra que o momento político é apropriado para a execução, “já que o governador e o presidente da Assembléia Legislativa do Acre são cruzeirenses e o governo do Acre está alinhado com o governo federal no objetivo da continuidade da BR-364 por Pucalpa”.

Outra demanda dos empresários cruzeirenses, encampada pelo vice governador, foi da expansão do prazo do Refis em até 120 meses com juros e multas variando entre 5 e 10%. Assem Cameli diz que “só assim nós empresários poderemos respirar um pouco, voltar a crescer e desenvolver a economia local”.

Rocha assegurou aos empresários, ser aliado deles também nesse pleito. “Vamos esmiuçar esse assunto junto à equipe econômica do governo. Mas o governador Gladson Cameli e eu, temos a clareza de que é necessário destravar a economia acreana. Sou aliado dos que geram riqueza, emprego e renda”, assegurou Rocha aos empresários, lembrando que o governo acreano tem dividas que vão até 2048, somando mais de R$ 600 milhões. “Só o BNDES nos cobra uma dívida de R$ 100 milhões, mas vamos superar essas dificuldades e crescer novamente’, conclui Rocha.

A agenda de Rocha no Juruá teve ainda visita ao Lar Vicentino, à Delegacia da cidade e reunião com professores do IFAC, onde o tema foi o agronegócio.

A visita do vice-governador, deputada federal Mara Rocha e deputado estadual Luís Gonzaga, ao Vale do Juruá, prossegue ainda por Rodrigues Alves e Porto Walter.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.