Conecte-se agora

ENEM 2018: vai solicitar isenção? Saiba como

Candidatos devem realizar o pedido entre 02 e 11 de abril de 2018

Publicado

em

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (21) o edital do Exame Nacional do Ensino Médio e entre as mudanças anunciadas no ENEM 2018 está a alteração em um dos procedimentos de concessão de isenção. Candidatos ausentes nos dois dias de aplicação do ENEM 2017 deverão justificar-se na página do participante, das 10h do dia 02 de abril às 23h59 do dia 11 de abril caso desejem a isenção.

A justificativa deve ser feita mediante apresentação de documentos assinados que tenham motivado a ausência, desde que comprovem motivos de saúde, maternidade ou paternidade, trabalho, casamento, acidente de trânsito, entre outras causas possíveis.

Como solicitar isenção no ENEM 2018?

A solicitação da isenção no ENEM 2018 deve ser feita exclusivamente na página do participante, entre às 10h do dia 02 de abril às 23h59 do dia 11 de abril. Deve ser informado o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e senha, a qual também será usada para a inscrição, acesso ao Cartão de Confirmação da Inscrição e visualização dos resultados do exame.

Como saber se tenho direito à isenção no ENEM 2018?

Participantes inscritos no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) devem informar o respectivo Número de Identificação Social (NIS) único e válido. Segundo o Ministério da Educação, está isento o participante que:

  1. Esteja cursando a última série do ensino médio em 2018 em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica;
  2. Ao ter participado do Encceja 2017 na modalidade Ensino Médio, tenha alcançado a proficiência que permita a certificação na área de conhecimento em que se inscreveu;
  3. Tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública, ou como bolsista integral na rede privada, e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio;
  4. Declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, e que esteja inscrito no CadÚnico (com renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos)

Segundo o MEC, caso seja constatada a declaração de informações falsas ou inexatas, “tanto ao solicitar isenção da taxa de inscrição quanto ao apresentar justificativa de ausência no Enem 2017 e se inscrever no Exame, ou ainda, que não satisfizer todas as condições estabelecidas neste Edital e/ou nos demais instrumentos normativos, terá cancelada sua inscrição e anulados todos os atos dela decorrentes”.

Bolsas de estudo de até 70%

Os estudantes do ensino médio que não queiram se submeter ao ENEM para ingressar na graduação podem optar por bolsas de estudo de até 70% do Educa Mais Brasil, o maior programa de inclusão educacional do país. Em parceria com o Ac 24 Horas, o Educa Mais dispõe de descontos em mensalidades de cursos como Direito, Administração, Ciências contábeis, Educação Física, entre outros.

Propaganda

Extra Total

Marceneiro é assassinado com seis tiros no Calafate

Publicado

em

Mais um homicídio foi registrado em Rio Branco. O Marceneiro Joel Araújo Cunha, de 46 anos, foi morto a tiros na Estrada do Calafate, em frente a Paróquia São Paulo.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do site ac24horas, a vítima trafegava em sua motocicleta  quando foi abordado por dois homens  em uma moto, o garupa em posse de uma arma de fogo efetuou vários tiros. Seis dos projeteis atingiu a vítima.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar no local, Joel que se encontrava morto.

Policiais Militares estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos dos peritos em criminalística.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os devidos procedimentos.

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações em busca de identificar os autores do crime.

Continuar lendo

Cotidiano

Monitorado é preso após tentar ir para a Bolívia escondendo tornozeleira eletrônica

Publicado

em

Por

O jovem Victor Oliveira da Silva, 21 anos, que cumpria pena no município de Epitaciolândia com o uso de tornozeleira eletrônica, tentou burlar o sistema de monitoramento, mas acabou preso. Ocorre que na noite da última sexta-feira, 19, ele resolveu que iria para a cidade de Cobija (lado boliviano).

Segundo a polícia, como é monitorado por tornozeleira, tentou enrolar o equipamento com papel alumínio, achando que o sistema não acusaria seu percurso pela cidade.

O plano de Victor não saiu como o planejado. Além de o sistema acusar que ele estava burlando as regras impostas, o mesmo foi abordado pela Policia Boliviana pouco tempo depois que chegou em Cobija.

Como estava com a canela cheia de papel alumínio o fato chamou atenção dos Bolivianos e Victor foi conduzido até a FELCC. A Policia Civil de Epitaciolândia foi acionada e juntamente com os Agentes do Monitoramento conduziram Victor para o lado brasileiro.

Para os Agentes, o monitorado relatou que estava se sentindo ameaçado e que a Juiza da Vara de Execuções Penais, Doutora Luana Campos, disse a ele que poderia sair de casa toda vez que tal fato ocorresse. Victor disse ainda que iria para a cidade de Brasileia, porém o caminho mais seguro seria por Cobija. Victor será encaminhado para o presídio na Capital.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.