Conecte-se agora
Fechar

O Paraíso da Arapongagem

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

A eleição deste ano no Acre, ainda nem teve a sua campanha iniciada, e estamos assistindo as ações desastradas dos arapongas, da oposição e da base do governo. A temporada foi aberta com o vazamento TNT do áudio do candidato ao Senado, Márcio Bittar (MDB), que detonou com considerações nada republicanas as principais figuras da oposição e os seus planejamentos com volumes de dinheiro. Sobrou até para o candidato ao governo, Gladson Cameli (PP). Veio em seguida o áudio mais recente do vereador Jackson Ramos (PT) acusando o grupo do deputado federal Sibá Machado (PT) de praticar uma política com “ações escrotas”, ao comprar os seus cabos eleitorais. Jackson ameaçou de que virão novas denúncias e retaliações contra a turma do Sibá. O mais recente áudio foi vazado pelo deputado Antonio Pedro (DEM), atribuindo a supostos diretores da Fábrica Natex, que está com os salários dos servidores atrasados e em dificuldades financeiras, de ameaçar de demissões os funcionários que não trabalharem para o deputado federal Sibá Machado (PT), deputado Manoel Moraes (PSB) e não ajudar o candidato a vice-governador Emylson Farias. Isso se configura crime eleitoral, condicionar a manutenção dos empregos aos que votarem nos candidatos do interesses das empresas. O Ministério Público Eleitoral tem que começar a agir, antes que isso vire uma bola de neve. Em toda a eleição são comuns denúncias contra gestores públicos que chantageiam os funcionários com perda do emprego se não votaram em quem for indicado. E não conheço ninguém que foi condenado pela prática. Seria a hora do MPE começar a atuar.

UMA BELA OBRA
O Centro de Iniciação ao Esporte, inaugurado na Baixada da SOBRAL, é uma bela obra do prefeito Marcus Alexandre, porque dá oportunidade aos jovens de uma das regiões mais violentas da cidade da prática do esporte ao invés de se dedicarem ao crime. Só não entendo a birra do prefeito Marcus Alexandre – que não agia desta maneira – ao não chamar para a inauguração alguém que foi fundamente para a obra, o deputado federal Alan Rick (DEM).

POLÍTICA PARA O PALANQUE
Mesmo porque quando se trata de emendas de políticos da FPA, o prefeito Marcus Alexandre os chama para as inaugurações das obras construídas com os recursos destinados. Não pode fazer a distinção. Isso é pequeno. A política deve ser deixada para os palanques da campanha.

VAI VIRAR AVACALHAÇÃO
Fala-se nos bastidores em nova mexida na vaga de vice-governador na chapa do candidato ao governo, senador Gladson Cameli (PP). Se acontecer vai virar uma grande avacalhação.

SEXO DOS ANJOS
Esta briga entre o deputado federal Major Rocha (PSDB) e o Porta-Voz do governo Leonildo Rosas é a típica contenda para saber qual é o sexo dos anjos. Tudo em cima de ilações. O Rocha tem que levar o debate para dentro da chapa ao governo do PT, ao governador, é não ficar discutindo com secretário, cuja importância na campanha será sempre secundária.

VELOSO VOLTA À CENA
Ancorado no apoio do DEM-PMN-PTC-PSC-PR, o médico Eduardo Veloso (PSDB) voltou à cena política com o lançamento da sua candidatura ao Senado. O grupo não admite apoiar a candidatura do Márcio Bittar (MDB) ao Senado. Não demora e o Márcio será candidato dele mesmo. Com uma trapalhada política atrás da outra, estou desconhecendo o sagaz Bittar.

O QUE TINHA AGIR NAS SOMBRAS
O Márcio Bittar já não é candidato ao Senado pelo MDB? Com o apoio do partido? O que tinha de ir junto com o ex-prefeito Tião Bocalon se oferecer para ser o candidato a senador do DEM, caso o partido fosse para a coligação do Coronel Ulisses Araújo? Trombou com o Alan de graça.

NOVA TROMBADA
Na nota do SOLIDARIEDADE, partido comandado pela mulher Márcia Bittar, hipotecando apoio  ao candidato Cameli a governador, é outra trapalhada dos Bittar. Manifesta apoio apenas ao candidato ao Senado Márcio Bittar (MDB) e deixa o senador Sérgio Petecão (PSD) de fora. Como colar votos com o grupo do Petecão o excluindo? O Márcio está desorientado, só pode ser!

MANIFESTAÇÃO EXPRESSIVA
Não sei se terá os votos suficientes para se eleger. Mas tenho encontrado muitas manifestações de votos em meio a empresários, formadores de opinião, estudantes universitários, a favor do candidato ao Senado, Minoru Kinpara (REDE), um nome simpático.

PENSANDO EM RECUAR
O deputado Eber Machado (PSDC) já pensa em recuar na sua intenção de ser candidato a deputado federal e poderá refluir para disputar a reeleição, que seria um passo mais seguro.

SÓ COM APOIO FECHADO
O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) não definiu ainda se será candidato a deputado federal. Falou que é um caso a ser analisado, e só faria a opção se tivesse todo o partido na sua candidatura e ajuda financeira da direção nacional para a sua campanha. Ou disputará a reeleição.

DIRETO NA BATALHA
Quando se trata de apoio aos portadores de hepatites o deputado Heitor Junior (PDT) não pára. Ainda no fim de semana andou realizando um BAZAR para arrecadar fundos a serem destinados à Associação dos Portadores de Hepatites do Acre, onde atende milhares de pessoas sem perguntar em quem vota ou deixa de votar. É um trabalho meritório do Heitor.

OLHA O TRATOR, RAIMUNDINHO!
O deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) se prepare para se virar nos 30, nesta eleição, porque será alvo do PT durante toda a campanha. Ao estilo do que fizeram com deputados do DEM, que tiveram as suas bases detonadas pelas candidaturas dos petistas.

METER A MÃO NO BOLSO
O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, que não terá mais a máquina da prefeitura trabalhando 24 horas para reeleger a filha Jéssica Sales (MDB) deputada federal, terá que meter a mão no bolso para custear a candidatura dela e a sua de deputado estadual.

VOZ QUE MAIS PESOU
No retorno do MDB para apoiar a candidatura de Gladson Cameli (PP) ao governo a voz que mais pesou no partido a favor do recuo no racha foi do ex-prefeito Vagner Sales. Viu que o partido corria o risco de sair menor da eleição se entrasse na aventura Ulisses Araújo.

POSTURA DE ETERNA BOÇALIDADE
Pelo que se nota em algumas figuras do andar de cima do governo é que acham que o prefeito Marcus Alexandre vai ganhar esta eleição com facilidade, como se a oposição fosse disputar com as mãos amarradas. É a postura da eterna boçalidade, ainda acham que elegem postes.

PAUTAS NEGATIVAS
E não sei de onde tiram o “já ganhamos” da cabeça se é uma pauta negativa atrás da outra com servidores de uma das maiores secretarias do Estado, a Saúde. E isso desaba como um porco espinho no colo daqueles que serão candidatos pela FPA. Continuam arrogantes, mesmo o governo estando em dificuldades e ladeira abaixa caminhando para seu término, em dezembro.

MEU PIRÃO PRIMEIRO
O presidente do PRP, Julinho, tem dito que o seu partido vai jogar todo o peso na sua candidatura a deputado estadual, diz que já cansou de trabalhar para os outros se eleger e não cumprirem compromissos de campanha. Está naquele de, meu pirão primeiro.

CONVERSANDO COM O BITTAR
Julinho andou conversando com o candidato Márcio Bittar (MDB) para formarem uma dobradinha. Escolado, Bittar pediu que primeiro ele traga o PRP para a oposição e depois falam de parceria. Seguro morreu de velho.

STF PERDEU A AURA
Pelo que se escuta, pelo que se lê, o STF perdeu mesmo o bonde da história ao querer politizar votos e entrou na cota de descrédito popular. Perdeu o glamour e respeito de ser a mais alta corte do país. As brigas ao estilo “botequim pé sujo”, jogou o STF na vala comum. Triste STF!

MOTOS-FANTASMAS
Não se consegue ver rondas das motos da PM pelo Conjunto Tropical. Fala-se tanto na aquisição de motocicletas, mas talvez tenham algum dispositivo de invisibilidade que ninguém consegue avistar. Enquanto isso, em pleno dia, pessoas são assaltadas nas paradas de ônibus.

BOLSONARO VEM AVALIZAR
Está tudo certo para que o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) venha ao Acre abonar a filiação do Coronel Ulisses Araújo, que será candidato a governador pelo partido. Falta definir a data, que poderá ser ao longo do mês de abril.

DEIXAR DE LAMENTAÇÃO
O ex-prefeito Tião Bocalon, que deverá se filiar ao PATRIOTAS, tem que deixar de se lamentar pelos cantos por ter perdido a presidência do DEM, ter levado uma rasteira do MDB, ao crer que o partido viria apoiar a candidatura do Coronel Ulisses Araújo ao governo, porque isso não vai resolver a sua situação política. Tem que se lembrar que esta é talvez a sua última chance do conquistar um mandato popular – que merece – buscar montar a sua chapa proporcional e entrar de cabeça na sua campanha para deputado federal. Ficar choramingando não lhe leva a nada.

Propaganda

Blog do Crica

Pequeno e enjoado

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Um Projeto de Inclusão

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Lira Xapuri: a águia e os papagaios

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.