Conecte-se agora

Detran do Acre pode gastar até R$ 499 mil com compra de X-Tudo e refri a R$ 24,00

Publicado

em

Um registro de preço um tanto curioso. Assim pode-se definir o registro de ata com custo total de R$ 499 mil para a compra de kits lanche a serem distribuídos aos funcionários do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), em Cruzeiro do Sul. Cada um, destaque-se, ao custo de R$ 24,00.

O documento está no Diário Oficial, e é assinado pelo diretor-geral do órgão, Pedro Longo, e pela diretora administrativa e financeira, Alana Laurentino, além de um representante da empresa que registrou os valores junto ao órgão estadual. Ao todo, o registro tem mais de 20 mil sanduiches, sendo 18 mil destes para consumo.

O material foi enviado ao ac24horas por um leitor que se sentiu incomodado e em dúvidas frente aos números que, mais a frente, podem virar débito ao poder público. Segundo o Detran, tudo dentro da lei, e sem concorrência, já que apenas uma empresa quis participar do processo licitatório.

“Mesmo que a quantidade reservada dos itens mencionados seja de estimada em 18.000 para consumo, isso não quer dizer que o Detran/AC irá utilizar aludida reserva, em virtude do processo licitatório ser na modalidade de pregão por registro de preços”, diz nota enviada ao site.

Ainda segundo Detran, os valores estão dentro do estimado, já que em Rio Branco, Capital do estado, os preços são menores. “Por se tratar de uma cidade do interior, esse valor é de acordo com o que é praticado no mercado da região. Este não é o valor praticado na capital, onde é fornecido o mesmo produto, com preço unitário de R$16,89.”

Procurado, o empresário Madson Cordeiro, dono da empresa contratada, diz que o custo do kit lanche é de R$ 24,00 porque o material com que os sanduiches são preparados tem qualidade, o que encarece o produto. Cordeiro também comentou que trabalha com margem de preço, porque o estado demora a pagar.

“Pelo produto que eu forneço, sim [o preço é justo]. Você precisa conhecer o produto para falar da empresa. Eu dei o preço que eu achava que valia. Se eles pediram uma composição diferente, eu vou fazer. A minha carne é diferenciada”, explica.

Propaganda

Destaque 2

Alysson tenta amenizar impacto das declarações do governador sobre possível cartel na saúde

Publicado

em

FOTO: ODAIR LEAL/SECOM

O secretário de saúde, Alysson Bestene, fez plantão extra ontem (21) no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB), após os impactos das declarações do governador Gladson Cameli que supôs a formação de um cartel na saúde que vem travando ações de resultados no setor.

Cameli ainda era senador quando encampou o discurso de que existia recursos e faltava gestão na saúde pública. Hoje, governador, enfrenta os maiores desafios de sua gestão na área encabeçada pelo odontólogo Alysson Bestene.

Durante programa de Rádio pelo sistema público de comunicação, em um verdadeiro desabafo, o governador pediu na última terça-feira (21) para profissionais que não querem “fazer a coisa andar” pedirem demissão. O chefe do Palácio Rio Branco voltou a dizer que recursos têm. Ele também reclamou da burocracia e criticou a lei de licitações que muitas vezes demora 120 dias para viabilizar compras de remédios e equipamentos.

Alysson Bestene teve que passar grande parte da noite de ontem reunido com a direção do HUERB e médicos de departamentos estratégicos da unidade, entre eles, o setor de ortopedia e de cirurgias. É do HUERB que o setor vem enfrentando as maiores críticas e denúncias.

“Conversamos com nossos profissionais e ouvimos atentamente as sugestões e os anseios”, disse Alysson que voltou a elogiar profissionais comprometidos e dispostos a ajudar. “Homens e mulheres que dedicam suas vidas para salvar vidas” acrescentou.

O secretário saiu da reunião garantindo adaptar o centro cirúrgico para abrir mais uma sala de atendimento a ortopedia. Segundo médicos que estiveram no encontro, o clima chegou a ficar tenso por conta das declarações do governador.

A questão é que além do governador, na Assembleia Legislativa do Acre, o deputado José Bestene sempre que ver o setor administrado pelo sobrinho atacado, abre o verbo, cobra maior ação das unidades de saúde de competência do município e não esconde seu descontentamento com a classe médica.

Até a manhã de hoje, nenhuma entidade do setor se manifestou com relação as declarações do governador.

Continuar lendo

Destaque 2

Imagens mostram Emurb colocando asfalto onde não tem buraco

Publicado

em

Bem verdade que as condições de algumas ruas de Rio Branco começam a melhorar desde o início da Operação Verão, desencadeada pela prefeitura com o objetivo de recuperar as vias da capital acreana. Bem verdade também que o que foi feito agora está longe de ser suficiente para acabar com os buracos da cidade e acabar com o martírio dos motoristas que precisam de muita atenção, principalmente no período noturno.

Por isso, o espanto de internautas que flagraram equipes da Emurb colocando asfalto em um trecho da Avenida Ceará em frente ao José de Melo, onde aparentemente não há buracos “Eu não consigo entender. Com tantas ruas esburacadas em quase todos os bairros da nossa cidade, a prefeitura tá concentrando esforços onde não tem buraco. Na rua Manaus, onde moro no bairro Parque das Palmeiras, todas as ruas tem buracos”, disse um internauta que encaminhou as fotos ao ac24horas.

Em nota, a prefeitura de Rio Branco explicou se tratar de uma determinação da prefeita Socorro Néri para a recuperação preventiva das vias onde há grande circulação de veículos. Segundo a Emurb, ao longo dos anos, as muitas operações tapa-buracos criaram desníveis na capa asfáltica da cidade. Nesses mesmos pontos de tráfego intenso, a orientação é que uma fina camada de asfalto seja aplicada para melhorar e deixar mais uniformes as pistas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.