Conecte-se agora

Defensoria Pública vai gastar R$ 100 mil em manutenção de cortinas

Publicado

em

A crise financeira que assola o caixa do Estado do Acre parece não ter batido à porta da Defensoria Pública do Acre (DPE/AC), que acabou de aderir a uma ata de registro de preços da empresa S. F. Cavalcante – ME, para fornecimento e manutenção de cortinas persianas.

A informação, publicada no Diário Oficial,  desta terça-feira, dia 13, chama a atenção não pelo fato apenas, mas pelo valor que a DPE pode gastar para cuidar das cortinas do órgão: R$ 105,6 mil. A Defensoria Pública acaba de se instalar em um novo prédio localizado na Avenida Antonio da Rocha Viana, no bairro Vila Ivonete.

A reportagem do ac24horas manteve contato com a assessoria de imprensa da Defensoria Pública, que informou não haver ainda contrato com a empresa, mas uma adesão à ata onde estão registrados os preços. Os representantes da empresa também não foram localizados para esclarecer os preços cobrados ao poder público.

Como explica o documento, a DPE está aderindo aos preços já praticados no Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), que tem a empresa como fornecedora dos serviços de manutenção das persianas dos gabinetes dos magistrados e departamentos do Poder Judiciário.

Para se ter ideia do contrato, o TJ/AC e a DPE estão comprando as persianas (R$ 49,00 m²) e pagando, a mais, pela instalação de cada uma delas (R$ 5,00m²). A lubrificação e limpeza das persianas, por exemplo, vai custar R$ 44,00, limitadas a 400 ordens de serviço, num total de R$ 17,6 mil.

Existe ainda outro modelo de cortina: em PVC, com 25mm. Essa, por exemplo, é mais cara, e vai custar, cada uma R$ 84,00, sendo que a DPE pode comprar até 500 unidades, pagando, ainda, pela instalação de cada uma delas, o valor de R$ 18,00. Na compra, pode ser gasto até R$ 42 mil, e na montagem, R$ 9 mil.

Vale lembrar que o fato de aderir ao registro de preços não representa, obrigatoriamente, que a Defensoria Pública vai pagar por esse serviço. Pagamentos só vão ocorrer de acordo com a demanda exigida pela instituição.

Propaganda

Cidades

Prefeitura realiza mutirão odontológico

Publicado

em

“O Agente Comunitário de Saúde passou na minha casa avisando que teria esse mutirão de dentista aqui na Cadeia Velha. Vim com dia e hora marcados, como em consultório particular. Fiz duas restaurações e foi ótimo. Estou satisfeita e agradecida”. Essa foi a declaração da dona de casa Albanizia Gomes à prefeita Socorro Neri, que esteve nesta terça feira, 25, na Unidade Básica de Saúde da Cadeia Velha, onde a Prefeitura realiza desde segunda-feira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), mais um mutirão odontológico, que prossegue até sexta,28.

Os mutirões são feitos por meio do programa Cuidando do Seu Sorriso. A prefeita Socorro Neri ressalta que “o objetivo é ampliar as ações de Saúde Bucal nas unidades. Nós nos preocupamos com a saúde da população como um todo, e a saúde bucal é muito importante”.

Além da Unidade Básica de Saúde da Cadeia Velha, a Prefeitura realiza também mutirão odontológico na UBS Agripino Lindoso, no Ramal Benfica. Em cada unidade de saúde há duas equipes atendendo a população das 7 às 13 horas. Serão 30 atendimentos por dia em cada local.

Na UBS Agripino Lindoso, no Ramal Benfica, os dois dentistas atendem no ônibus odontológico e na cadeira portátil. Os dois equipamentos são utilizados pela SEMSA para reforçar os atendimentos nas zonas urbana e rural.

NO INÍCIO DE OUTUBRO TEM MAIS MUTIRÃO

De 1 a 5 de outubro, a SEMSA vai realizar mais um mutirão odontológico, por meio do Programa Cuidando do Seu Sorriso, na Unidade de saúde Ana Rosa, no Ramal do Amapá, Lá o atendimento será realizado no ônibus e na cadeira odontológica.

Em 2017, nos seis mutirões realizados, foram feitos mais de 8 mil procedimentos, como restauração e extração.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Cidades

Polícia investiga incêndio que matou idoso

Publicado

em

A Polícia Civil investiga em detalhes o incêndio residencial que deixou o idoso Raimundo Soares, de 66 anos, carbonizado em Cruzeiro do Sul, na última sexta-feira, dia 21. O caso chocou os moradores da cidade, com a informação de que o homem não conseguiu sair da casa a tempo.

Nas investigações da Polícia Civil, o delegado Alexnaldo Batista tenta descobrir se o incêndio na casa do trabalhador rural foi criminosos ou acidental. “Já pedimos as primeiras perícias para tentar saber porque o idoso não conseguiu sair da casa e até para saber se o incêndio foi criminoso”, afirmou.

O comandante do Corpo de Bombeiros na região, capitão Rômulo Barros, disse que a guarnição só foi acionada no inicio da noite. “Realizamos essa diligência e no local constatamos que havia acontecido esse incêndio e que um senhor foi consumido pelas chamas no local”, disse.

Continuar lendo

Cidades

Horário de verão será em novembro

Publicado

em

O horário de verão 2018 entrará em vigor à meia-noite do dia quatro de novembro, um domingo.

Os brasileiros devem adiantar os relógios em uma hora. O novo horário durará por cerca de três meses, até o dia 16 de fevereiro do ano que vem, o terceiro sábado do mês.

Fuso nos Estados – Neste ano, as cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Distrito Federal adiantam o relógio em uma hora o relógio.

O leste do Amazonas, Roraima e Rondônia deixam o relógio atrasado em duas horas em relação a Brasília.

Já parte oeste do Amazonas e Acre ficarão três horas atrasados.

Tradicionalmente, a mudança acontece em outubro. No final do ano passado, o presidente Michel Temer (MDB) assinou um decreto para reduzir o período do horário de verão neste ano, a fim de evitar conflitos com as urnas.

Desde 1985, o governo utiliza a ferramenta para que se possa aproveitar mais a luz do sol e, como consequência, fazer economias de energia elétrica.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.