Conecte-se agora

Quem for mais macho, pise no pé do outro

Publicado

em

“Elogia de manhã o governo para de tarde ir pedir cargos”. E completou: “finge que ajuda os trabalhadores da saúde e bajula o governo. É um deputado que tem preço e data vencida”. Os ataques foram proferidos ontem na sessão da ALEAC, pelo deputado Gehlen Diniz (PP), contra o deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS). O troco do Raimundinho veio em cima da hora: “o Gehlen é um desequilibrado. Em me elegi sem comprar votos, não posso dizer o mesmo dele. Se quiser aparecer na mídia amarre um abacaxi no pescoço”. Toda essa discussão foi para saber quem foi mais ou menos omisso na fracassada “CPI da SEHAB”, que apuraria venda de casas na “Cidade do Povo”, que não apurou nada. Depois da nada republicana discussão política entre os deputados, se pode sugerir para resolver a questão, o método do tempo de criança, para acabar as pendengas, assim: “quem for mais macho, pise no pé do outro”. Feita a proposta.

NADA DE ILEGAL
Todos os parlamentares federais têm uma verba específica para despesas decorrentes do mandato e quando se participa de um ato de natureza política se está no exercício do mandato. E ter usado parte da cota parlamentar para pagar uma refeição e deslocamento é extremamente legal. O deputado federal Léo de Brito (PT) não cometeu assim crime algum.

PRATO QUE SE COME FRIO
Na última eleição presidencial houve um entrevero num comício do Aécio Neves, no Acre, entre a ex-deputada Antonia Lúcia e Márcia Bittar. Agora, o marido Márcio Bittar (MDB), tira o principal apoio da campanha da Antonia à Federal, no Alto Acre, o ex-prefeito André Hassem, e o leva ao MDB para ser candidato a deputado federal. Vingança é um prato que se come frio.

MERCADORIA FICTÍCIA
O candidato ao Senado, Márcio Bittar (MDB), está convidando Deus e o mundo para ser candidato a deputado federal pelo MDB, com promessas de dar uma estrutura que não depende da sua vontade, mas de terceiros. Promete uma mercadoria fora da sua prateleira.

BASTA DAR UMA OLHADA
Ao ex-prefeito André Hassem (MDB), basta ele dar uma olhada na chapa da oposição para deputado federal que verá que a sua eleição será uma tarefa das mais difíceis. Está entrando numa tremenda fria com essa sua candidatura para a Câmara Federal, com pouca chance.  O chapão da oposição é um dos mais fortes que conseguiu formar nos últimos tempos.

NOTÍCIA FURADA
Ontem, corria a notícia de que o Coronel Ulisses Araújo poderia ser o vice na chapa do candidato a governador Gladson Cameli (PP). Fui checar. Não tinha nenhum sentido.

BELA DE UMA PROJEÇÃO
Aquela NOTA tosca do MDB só serviu para dar uma bela de uma projeção na mídia para a candidatura do Coronel Ulisses Araújo a governador, porque ficou no centro do debate.

ÚLTIMA CARTADA
Márcio Bittar nunca ganhou uma eleição majoritária. Perdeu para prefeito de Rio Branco, Governo, Senado e tenta agora a sua última cartada nesta área. Como tática está pegando de mandi ao piranambu e levando para o MDB com mil promessas, para lhe apoiar para o Senado. Vamos ver se cumprirá. O problema é que cumprir não dependerá só dele, mas de uma verba extra da direção nacional do MDB.

GPS DE PRESENTE
O senador Sérgio Petecão(PSD), que conhece ao Acre dos seringais aos grotões mais distantes, poderia dar um GPS de presente ao candidato a deputado federal Marivaldo Melo (Presidente do BASA), para não se perder na campanha pelos bairros de Rio Branco. Marivaldo é um bom sujeito, mas sempre foi do gabinete com ar condicionado.

SOLUÇÃO CASEIRA
O superintendente do DNIT, Thiago Caetano, mandou áudio explicando que, a questão da manutenção da estrada para Sena Madureira, cobrada pelos deputados, de colocação de balanças, não ocorreu por falta de ação do governo, mas que o órgão adquiriu duas balanças móveis, que vão aferir o peso dos caminhões, evitando assim uma maior deterioração.

RECUPERAÇÃO DA ESTRADA
Quanto aos buracos na estrada, revelou que há um convênio com o BEC para a recuperação do trecho Rio Andirá à Sena Madureira, mas reconhece estarem os serviços lentos e tem feito cobranças reiteradas para a celeridade. No trecho Rio Branco – Rio Andirá, fez licitação e espera que até o início de maio o trabalho comece. É bom ver um gestor atuante.

FECHAMENTO DE CHAPA
Fica difícil prever hoje quem será o vice na chapa do senador Gladson Cameli (PP), o que se pode dizer é que Eduardo Veloso, Valmir Ribeiro e Alan Rick estão no páreo. Até segunda-feira da próxima semana, quando será feito o anúncio, muita coisa pode acontecer que mude o cenário.

“PODEMOS REAVALIAR TUDO”
O deputado federal Major Rocha (PSDB) me disse ontem que seu candidato preferencial é o Gladson Cameli (PP). Mas ressalvou que se o MDB tentar criar empecilho para o PSDB ficar de na chapa majoritária, pode reavaliar a posição do PSDB. “É bom lembrar que a oposição não tem só uma candidatura ao governo. Estou calado. Se o MDB quiser briga terá briga”, advertiu.

O PARTIDO NÃO DISCUTIU
Sobre o boato de que poderia ser o vice de Gladson Cameli (PP), como uma alternativa, Rocha destacou que, o que houve foi uma sugestão do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, mas nunca tomou a iniciativa. “E nem poderia tomar, está tudo muito confuso para vice”, comentou.

PARTIDO VAI SE POSICIONAR
O PSDB deverá reunir amanhã a executiva regional e tomar uma posição sobre a questão da chapa majoritária. “Vinha adiando, mas não dá mais para adiar”, comentou o presidente Rocha. Desta reunião deve sair uma posição final do partido sobre a chapa majoritária.

BRIGA INDIGESTA
O candidato ao governo, Gladson Cameli, tem de pensar bem na decisão que vai tomar na escolha de vice. Não pode ser refém do MDB e de ninguém. Se não escolher um vice que lhe é simpático terá sempre uma sombra perigosa quatro anos, caso venha a ganhar o governo. O jogo é esse. Terá uma semana para pensar, avaliar, para não cometer um erro grosseiro.

DUAS CHAPAS
O senador Jorge Viana (PT) defende que a FPA tenha duas chapas a deputado federal que, segundo a sua visão é uma forma de atrair mais candidatos de menor potencial de votos. Uma chapa seria composta pelos maiores partidos e a outra pelos chamados partidos nanicos.

MARTELO BATIDO
Para Federal o martelo está batido, com tudo certo para a FPA ter duas chapas de Federal.

CALDO GROSSO
A confusão que está formada na FPA é para deputado estadual. Os deputados dos pequenos partidos não querem nem pensar em formar um chapão como querem PT e PCdoB, acham que seriam massacrados na campanha pelos candidatos dos grandes partidos.  Lembram o PEN.

CHAPA ARRUMADA
O PHS não vai para o chapão do PT-PSB-PCdoB. E tem razão, conseguiu montar um time que tem potencial para eleger dois deputados estaduais, porque não tem medalhões, mas uma chapa de densidade heterogênea. O presidente Manoel Roque trabalhou bem.

NOVO LÍDER
O deputado Heitor Junior vai começar ,prestigiado pela direção regional do PODEMOS, assumindo a liderança do partido na Assembléia Legislativa, no lugar do deputado Josa da Farmácia (PODEMOS). Saiu do PDT pela porta da frente.

 NÃO FICA NO MDB
Aliados do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, garantem que, ele não deverá continuar no MDB, onde não espaço, depois da briga travada com o ex-prefeito Vagner Sales, que é uma espécie de dono do MDB do Juruá.

NOVO PRESIDENTE
A partir deste dia 8 o deputado federal Alan Rick (DEM) passará a ser o novo presidente regional do partido. Tião Bocalon, que estava na presidência, deixará a sigla, por discordar do apoio do DEM à candidatura do senador Gladson Cameli (PP) a governador.

A HORA É ESSA
Está aberta a janela para os deputados que queiram trocar de partido sem ter problemas com a justiça eleitoral e perder os mandatos. Quem quiser ir para oposição ou vir para a base do governo terá até o dia 8 de março para fazê-lo. Pouca movimentação até agora. Na Câmara Federal não deve haver mudanças. Na Assembléia Legislativa o deputado Heitor Junior é o único o que anunciou que trocará de sigla, deixando o PDT para se filiar no PODEMOS.

Propaganda

Blog do Crica

O MP é o Porto Seguro

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Até tu, Flaviano Melo!

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

A difícil arte da liderança

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.