Conecte-se agora

Processos de Lula, Geddel, Cunha e Alves no DF são transferidos para a 12ª Vara

Publicado

em

Os processos envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ex-deputados Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, todos do MDB, além do doleiro e delator Lúcio Funaro, saíram da jurisdição do juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal, e foram transferidos para a 12ª Vara Federal, cujo titular é o juiz federal Marcus Vinícius Reis Bastos. São ações oriundas das operações Zelotes, Sépsis e Cui Bono. As ações referentes a esses réus já aparecem redistribuídas no sistema da Justiça Federal do DF.

A mudança dos processos é resultado de decisão do presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), desembargador Hilton Queiroz, que, por meio de uma resolução, converteu a 12ª Vara Federal em unidade especializada em crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Até então, apenas a 10ª Vara Federal atuava com esta especialização. Como a alteração só poderia ser feita em seção judiciária com pelos três varas criminais, a 15ª Vara Federal, que era de direito cível, foi convertida para o direito criminal, o que permitiu a alteração na 12ª Vara. Com as mudanças, os processos já estão sendo redistribuídos.

“A situação particular verificada na 10ª Vara Federal Criminal, que devido a sua especialização em crimes contra o sistema financeiro nacional e de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores, concentra o acompanhamento de várias operações relevantes, das quais resulta uma enormidade de medidas judiciais e consequentes atos cartorários, e vem ocasionando considerável desequilíbrio entre os acervos das varas criminais”, diz um trecho da resolução que determinou a mudança.

A ação penal em que o ex-presidente é réu, oriunda da Operação Zelotes, já aparece em nome do juiz federal Marcus Vinícius Reis Bastos. Lula e seu filho, Luís Cláudio, são acusados dos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa, sob a acusação de integrarem um esquema que vendia a promessa de interferências no governo federal para beneficiar empresas, inclusive na decisão de compra de 36 caças de combate militar da empresa suíça SAAB para a Força Aérea Brasileira (FAB). A defesa do ex-presidente nega as acusações.

Outro processo transferido da competência da 10ª Vara Federal em Brasília envolve as investigações de desvios no Postalis, fundo de pensão dos Correios, no âmbito da Operação Pausare, que será conduzido agora pela juíza federal Pollyanna Kelly Martins Alves, substituta da 12ª Vara.

Anúncios

Na rede

Prefeitura de Cruzeiro do Sul paga salário nesta quinta-feira

Publicado

em

A prefeitura de Cruzeiro do Sul paga nesta quinta-feira, 24, o salário dos servidores do município referente ao mês de setembro. Os provisórios também vão ser pagos.

O adiantamento do salário, segundo o prefeito Clodoaldo Rodrigues é uma forma de agradecer pelo bom desempenho dos servidores e também por causa do aniversário de 116 anos de Cruzeiro do Sul, na segunda-feira, 28, quando será feriado municipal.

“Não haverá desfile nem comemoração este ano por causa da pandemia de coronavírus, mas fiz questão de que as pessoas recebessem seus pagamentos antes para estar em dia com os compromissos e se alegrarem com o aniversário de nossa querida cidade”, ressaltou o gestor.

Na segunda, no feriado municipal, não haverá expediente nos órgãos públicos municipais e estaduais. Os bancos também não vão funcionar.

Continuar lendo

Cotidiano

Mega-Sena acumula e prêmio principal sobe para R$ 50 milhões no sábado (26)

Publicado

em

O prêmio principal da Mega-Sena acumulou novamente em sorteio realizado noite desta quarta-feira (23).

Para o sorteio deste sábado (26), o prêmio previsto passou para R$ 50 milhões.

As dezenas sorteadas: 18 – 22 – 25 – 27 – 43 – 44.

Já a quina teve 126 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 27.380,62.

A quadra teve 6.684 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 737,35.

Continuar lendo

Cotidiano

Jornalista Tião Vitor é encontrado morto em sua residência, em Rio Branco

Publicado

em

O jornalismo do Acre foi sacudido na noite desta quarta-feira, 23, com aquele tipo de notícia que ninguém gostaria de dar. Tião Vitor, um dos jornalistas mais conhecidos do Acre, foi encontrado já sem vida em sua residência no bairro Novo Calafate.

Tião era reconhecido principalmente pelo trabalho desenvolvido no jornalismo impresso. Construiu uma carreira sólida do Página 20, onde trabalhou por décadas e foi de repórter até editor-chefe.  Atualmente, Tião Vitor trabalhava na assessoria de comunicação da prefeitura de Rio Branco.

Nas redes sociais, a comoção é enorme, já que, além de ser reconhecido como bom profissional, Tião era querido entre a classe jornalística.

Os amigos e companheiros de trabalho que falaram e estiveram com Tião Vitor durante o dia desta quarta-feira, comentaram que não sentiram nada diferente em seu comportamento. O jornalista, provavelmente, é mais uma vítima da depressão, que por vezes, age de forma silenciosa e mortal. A família ainda não divulgou informações sobre velório e sepultamento.

Continuar lendo

Cotidiano

Membros do CV no Acre soltam fogos pela morte de Elias Maluco; polícia investiga caso

Publicado

em

Enlutados com a morte do fundador da organização criminosa Comando Vermelho, Elias Maluco, encontrado morto em uma cela do presídio federal de Catanduvas, na região oeste do Paraná na terça-feira, 22, membros da facção em todo Estado do Acre soltaram centenas de fogos na noite desta quarta-feira, 23, como uma forma de homenagem ao líder. A PF (Polícia Federal) diz que o caso indica suicídio, mas irá aguardar o resultado da perícia.

Em nota lançada nas redes sociais, os líderes da facção convocaram todos faccionados para soltar os fogos nos municípios e bairros “onde a semente de Elias Maluco foi plantada”. O ato de despedida dos membros da organização criminosa iniciou-se por volta das 19h e vários moradores escutaram as rajadas de fogos que em alguns bairros de Rio Branco chegou a durar cerca de 5 minutos.

O Segundo Distrito de Rio Branco inteiro ouviu os fogos, de acordo com relatos de internautas. Na região do Calafate, Mocinha Magalhães, Irineu Serra e Baixada da Sobral também foram relatados queima de fogos.

Em Cruzeiro do Sul, os fogos foram ouvidos por cerca de 10 minutos em pelo menos 10 bairros como o Remanso, Cobal, Telegrafo, Cohab, Saboeiro, Cruzeirinho Novo, Miritizal, 25 de Agosto, São José e Lagoa. Em Rodrigues Alves e Mâncio também foram relatados os estouros.

O ac24horas procurou o delegado-geral de Polícia Civil, Josemar Portes, para confirmar se de fato a queima de fogos ouvida em todo o Acre era fruto de uma homenagem a um dos bandidos mais perigosos do país, mas o chefe de polícia não reconheceu. “De maneira alguma não reconhecemos. Não temos comprovação, nós trabalhamos com comprovação técnica derivada de uma investigação. Não temos essa comprovação. Repito, temos inquéritos, temos investigações em curso que apontam para atuação desses grupos, mas isso não é fato novo, mas os integrantes que estão atuando serão identificados e em breve os apresentaremos ao poder judiciário”, argumentou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas