Conecte-se agora

Sindicatos organizam vigília e protesto contra a reforma da Previdência e Privatização

Publicado

em

A diretoria do Sindicato dos Professores da Rede Pública de Ensino do Estado do Acre (SinproAcre), o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Acre (Sintect-AC), o Sindicato dos Urbanitários, a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac), o Sindicato dos Bancários e movimentos sociais se uniram para três grandes atos na próxima semana com o objetivo de buscar apoio dos deputados federais e senadores para votarem contra a reforma da Previdência e de combate a privatização das empresas públicas

As entidades estão convocando os filiados e a sociedade para duas vigílias no Aeroporto Internacional de Rio Branco para receber os parlamentares que estarão partindo para Brasília no domingo e na segunda-feira, além de realizarem uma manifestação na manhã de segunda-feira no Terminal Urbano, no Centro.

A presidente do SinproAcre, Alcilene Gurgel, afirmou que o momento é decisivo para os brasileiros, que perderão o direito a uma aposentadoria digna.

“Os políticos querem acabar com o meu e o seu direito a uma aposentadoria capaz de garantir um final de vida mais confortável e digno, então é preciso sair para as ruas, protestar, e expor aqueles que votam contra o povo”, afirmou a representante dos professores.

O presidente do Sintect, Edson Pinheiro, lembrou que muitas profissões exigem muito do trabalhador, o que resulta na necessidade de uma aposentadoria por um tempo de serviço menor que outras funções.

“O trabalhador que sofre a pressão psicológica, a ação do tempo, como o sol forte, a chuva, que realiza esforço estremo precisa ser bem tratado. Ele não pode ser esquecido quando adoecer”, protestou o representante dos trabalhadores dos Correios.

Os eletricitários e os trabalhadores dos Correios ainda protestarão contra a possibilidade de venda da Eletrobras e dos Correios, o que resultará na precarização ainda maio dos serviços oferecidos, como o aumento na quantidade de apagões e a suspensão de entrega para algumas regiões por resultarem em prejuízo para as empresas.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas