Conecte-se agora

Um dos blocos mais tradicionais de Rio Branco, Urubu Cheiroso agita foliões no Novo Mercado Velho; saiba mais

Publicado

em

É um pássaro? Um avião? Não, quem passou voando e aterrissou na Rua Epaminondas Jácome e animou os foliões que estavam nas proximidades do Novo Mercado Velho foi o bloco carnavalesco, Urubu Cheiroso, um dos mais tradicionais de Rio Branco, fundado no início da década de 80.

Com um olhar no passado e pensando o presente e o futuro, o grupo trouxe para a folia, o tema “Urubu no País das Maravilhas”, um enredo que satiriza no atual cenário político e econômico do país.

Neste diálogo entre épocas e gerações, o Urubu Cheiroso iniciou o Mercado da Folia, com um baile infantil, onde crianças de todas as idades participaram da festa com diversas fantasias de fadas, heróis e demais personagens de histórias de desenhos animados.

Como diz a primeira estrofe da música – “O que É, O que É” – de Gonzaguinha; Eu fico com a pureza da resposta das crianças. A Isabele Amorim, de 10 anos, comentou que estava muito feliz, principalmente por estar vestida com a sua fantasia favorita.

“No início do ano, eu viajei com a minha família para outra cidade e aproveitei para comprar uma roupa de um personagem que eu adoro muito, que é o unicórnio. Consegui e agora estou me divertindo demais ”, disse Amorim.
Já a Tauane Santos, de 6 anos de idade, estava com muita dúvida em o que vestir. Ela relata que pediu a ajuda da mãe, para definir qual seria o seu look carnavalesco. “Tinha tanta coisa, mas eu acabei pedindo a fantasia de bailarina para vir dançar aqui. A noite está muito legal”, conta.

Na sequência, por volta das 19 horas, houve o Cortejo do Urubu, onde os brincantes sambaram e cantaram o samba enredo pelo trecho entre as pontes Juscelino Kubitschek e Sebastião Dantas, passando pelo Segundo Distrito e voltando até o Mercado Velho.

A noite era de muita emoção, principalmente para a jovem Raiane Souza, que desfilava pela primeira vez como porta-bandeira do Urubu Cheiroso. “Uma sensação maravilhosa de realizar um sonho, de fazer o que eu gosto que é brincar o carnaval e esse ano, tendo a honra de estar como destaque do bloco do meu coração”, enfatizou Souza.

O público aumentava com o passar das horas e a felicidade e musicalidade ficavam maior com a animação do Maracatu Nação do Pé Rachado, banda do Urubu Cheiroso e do DJ Folia.
Festejos nos Bairros

O carnaval também seguiu em 13 comunidades da capital, além do Novo Mercado Velho, abrangendo todas as regionais da cidade e as diversas formas de expressões artísticas e culturais.

A programação descentralizada foi mais uma vez aprovadas pelos foliões. Um exemplo desta opinião é da Francisca Mesquita, que participou da folia no bairro Vila Ivonete.“Gosto demais deste formato. Tenho a possibilidade de brincar perto de casa, juntos de familiares e amigos, além de me sentir mais segura”, afirma.

Foliões participam das festividades do domingo de carnaval no bairro Vila Ivonete (Foto: Angela Peres/Secom)

A festa continua

Nesta segunda-feira, 12, a programação do Mercado da Folia terá destaque a fusão entre o tradicional e o moderno no Centro de Rio branco. Será a partir das 17 horas, com a Marujada Bring Esperança, Seu Bima e o grupo Irapuru, além do Clube Retrô com o bloco do Iê,Iê,Iê, tocando os sucessos dos Beatles em forma de marchinhas.

E o Rock N’ Roll também ganha peso com a segunda noite do Carnarock-RB no Studio Beer, a partir das 20 horas, onde bandas acreanas interpretam suas canções autorais e grandes sucessos de artistas Heavy Metal.

Propaganda

Cidades

“É Bolsonaro, cambada de vagabundo”, grita motorista irritado com manifestantes no Centro de Rio Branco

Publicado

em

Motoristas que tentam acessar a avenida Ceará, na região do Estádio José de Melo, e as ruas Rui Barbosa e Marechal Deodoro, se revoltam com a manifestação das mulheres de presos que ocorre desde o final da manhã desta quarta-feira, 15. Isso porque parte da região central, entre a antiga agência do Banco Real e a Galeria Cunha, está isolada pelas manifestantes. As pessoas que precisam retornar para casa, ir ao trabalho ou para escola acabam sendo prejudicadas.

Revoltado, um motorista abriu o vidro do carro e gritou, passando perto das manifestantes: “É Bolsonaro, cambada de vagabundo!”.

As mulheres pedem melhores condições para seus maridos presos no Complexo Penitenciário Francisco D’ Oliveira Conde, na capital. Reclamam que não há medicamentos e as celas estão superlotadas. Há também protesto por causa da má qualidade da alimentação.

Continuar lendo

Cidades

Mulheres de presos interditam vias no Centro da capital e paralisam trânsito

Publicado

em

Dezenas de mulheres de presos interditaram nesta quarta-feira, 15, a avenida Ceará e a rua Marechal Deodoro, no Centro de Rio Branco. O trânsito está completamente parado. Há enormes filas de veículos. Até os ônibus foram proibidos de passar pelo cordão humano formado pelas manifestantes.

Elas pedem melhores condições para seus maridos presos no Complexo Penitenciário Francisco D’ Oliveira Conde, na capital.

Reclamam que não há medicamentos e as celas estão superlotadas. Há também protesto por causa da má qualidade da alimentação. A polícia está no local.

As manifestantes fazem ainda as mesmas reivindicação dos detentos: querem que as visitas sejam abertas a amigos, além de familiares.

Um oficial da PM tenta negociar com as mulheres.

Continuar lendo

Cidades

Sebastião fará última participação em Novenário como governador

Publicado

em

Assim como os principais políticos que disputarão as Eleições 2018, o governador Sebastião Viana (PT) também estará presente no Novenário de Nossa Senhora da Glória, em Cruzeiro do Sul. Ao contrário deles, Sebastião não está em busca de votos para si.

Essa será a última participação do petista na festa religiosa enquanto governador, já que no dia 1º de janeiro passará a batuta para seu sucessor – que pode estar entre os presentes no evento desta quarta, 15.

Desde que assumiu o governo, em 2011, Sebastião Viana participa com frequência do Novenário, a mais importante festa religiosa do Vale do Juruá e do Acre, que reúne milhares de fiéis da padroeira da cidade. Desde quando ocupava o cargo de senador ele se fazia presente, carregando a tradicional vela da procissão.

Participar do Novenário, por sinal, é um requisito básico para aqueles políticos acreanos que desejam voos mais altos na carreira. Para aqueles que não têm base eleitoral na região, se fazer presente é ainda mais essencial para ganhar a simpatia dos moradores.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.