Conecte-se agora

Um dos blocos mais tradicionais de Rio Branco, Urubu Cheiroso agita foliões no Novo Mercado Velho; saiba mais

Publicado

em

É um pássaro? Um avião? Não, quem passou voando e aterrissou na Rua Epaminondas Jácome e animou os foliões que estavam nas proximidades do Novo Mercado Velho foi o bloco carnavalesco, Urubu Cheiroso, um dos mais tradicionais de Rio Branco, fundado no início da década de 80.

Com um olhar no passado e pensando o presente e o futuro, o grupo trouxe para a folia, o tema “Urubu no País das Maravilhas”, um enredo que satiriza no atual cenário político e econômico do país.

Neste diálogo entre épocas e gerações, o Urubu Cheiroso iniciou o Mercado da Folia, com um baile infantil, onde crianças de todas as idades participaram da festa com diversas fantasias de fadas, heróis e demais personagens de histórias de desenhos animados.

Como diz a primeira estrofe da música – “O que É, O que É” – de Gonzaguinha; Eu fico com a pureza da resposta das crianças. A Isabele Amorim, de 10 anos, comentou que estava muito feliz, principalmente por estar vestida com a sua fantasia favorita.

“No início do ano, eu viajei com a minha família para outra cidade e aproveitei para comprar uma roupa de um personagem que eu adoro muito, que é o unicórnio. Consegui e agora estou me divertindo demais ”, disse Amorim.
Já a Tauane Santos, de 6 anos de idade, estava com muita dúvida em o que vestir. Ela relata que pediu a ajuda da mãe, para definir qual seria o seu look carnavalesco. “Tinha tanta coisa, mas eu acabei pedindo a fantasia de bailarina para vir dançar aqui. A noite está muito legal”, conta.

Na sequência, por volta das 19 horas, houve o Cortejo do Urubu, onde os brincantes sambaram e cantaram o samba enredo pelo trecho entre as pontes Juscelino Kubitschek e Sebastião Dantas, passando pelo Segundo Distrito e voltando até o Mercado Velho.

A noite era de muita emoção, principalmente para a jovem Raiane Souza, que desfilava pela primeira vez como porta-bandeira do Urubu Cheiroso. “Uma sensação maravilhosa de realizar um sonho, de fazer o que eu gosto que é brincar o carnaval e esse ano, tendo a honra de estar como destaque do bloco do meu coração”, enfatizou Souza.

O público aumentava com o passar das horas e a felicidade e musicalidade ficavam maior com a animação do Maracatu Nação do Pé Rachado, banda do Urubu Cheiroso e do DJ Folia.
Festejos nos Bairros

O carnaval também seguiu em 13 comunidades da capital, além do Novo Mercado Velho, abrangendo todas as regionais da cidade e as diversas formas de expressões artísticas e culturais.

A programação descentralizada foi mais uma vez aprovadas pelos foliões. Um exemplo desta opinião é da Francisca Mesquita, que participou da folia no bairro Vila Ivonete.“Gosto demais deste formato. Tenho a possibilidade de brincar perto de casa, juntos de familiares e amigos, além de me sentir mais segura”, afirma.

Foliões participam das festividades do domingo de carnaval no bairro Vila Ivonete (Foto: Angela Peres/Secom)

A festa continua

Nesta segunda-feira, 12, a programação do Mercado da Folia terá destaque a fusão entre o tradicional e o moderno no Centro de Rio branco. Será a partir das 17 horas, com a Marujada Bring Esperança, Seu Bima e o grupo Irapuru, além do Clube Retrô com o bloco do Iê,Iê,Iê, tocando os sucessos dos Beatles em forma de marchinhas.

E o Rock N’ Roll também ganha peso com a segunda noite do Carnarock-RB no Studio Beer, a partir das 20 horas, onde bandas acreanas interpretam suas canções autorais e grandes sucessos de artistas Heavy Metal.

Propaganda

Cidades

Morre Gil Gomes aos 78 anos em São Paulo

Publicado

em

O jornalista e radialista Gil Gomes morreu na madrugada desta terça-feira (16) em São Paulo, informou a assessoria do Hospital São Paulo. Famoso na crônica policial, ele tinha 78 anos e sofria havia mais de dez anos de Mal de Parkinson.

Na noite de segunda, o jornalista passou mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, Zona Sul da capital. Ele foi socorrido por equipe do Samu e levado para o pronto-socorro do Hospital São Paulo. A morte foi confirmada nesta madrugada.

Ele deixa quatro filhos e nove netos. “É uma pessoa única para a comunicação. Sempre muito indignado com as injustiças sociais. Era muito considerado desde os delegados até as classes mais humildes”, disse Vilma Gil Gomes, filha do jornalista. Segundo ela, a saúde do pai piorou nos últimos dias.

O velório deve ocorrer a partir das 14h na Capela Obelisco, na Vila Mariana. O enterro está previsto para quarta (17), no Cemitério Memorial Vertical de Guarulhos, na Grande São Paulo. O horário ainda não foi informado.

Cândido Gil Gomes Jr. nasceu em São Paulo, em 1940. Dono de uma voz potente, começou a carreira jornalística aos 18 anos, em uma rádio, como locutor esportivo. Na época, não pensava em cobrir crimes. “Polícia sempre me cheirara a coisa de mundo cão”, disse em entrevista à “Folha de S.Paulo” em 2008.

Continuar lendo

Cidades

Rio Branco tem 34 vagas de emprego

Publicado

em

O Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) disponibiliza 34 vagas para diversas áreas nesta terça-feira, dia 16, na Capital acreana. Os candidatos interessados devem comparecer à instituição, localizada na Avenida Getúlio Vargas, n°1.670, em Rio Branco.

O candidato à vaga deve atualizar o seu cadastro no Sine. Aqueles que não tiverem cadastro na instituição, devem levar os seguintes documentos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

As vagas são rotativas, ou seja, são disponibilizadas para o dia, podendo não estar mais disponíveis para o dia seguinte. O Sine se responsabiliza por encaminhar cinco pessoas, no perfil solicitado pelo empregador, para que ele possa escolher qual vai preencher a vaga. O cidadão pode saber das vagas e se ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182.

Veja as vagas na imagem:

Continuar lendo

Cidades

Homem é morto com 10 tiros

Publicado

em

José Marnilson dos Santos, foi morto a tiros nesta segunda-feira, dia 15, no Centro de Cruzeiro do Sul. De acordo com a Polícia Militar, o homem foi assassinado a dentro de um caminhão. Ele já tinha passagem pela polícia, e o motivo do crime ainda é desconhecido.

“Conseguimos assim que estivemos no local obter informações sobre os suspeitos e conseguimos prender duas pessoas com as armas de fogo que foram utilizadas no crime”, disse o comandante da PM, major Evandro Bezerra, em entrevista à TV Juruá.

Bezerra explicou ainda que a vítima já era conhecida da polícia por homicídios e estupros. Marnilson foi alvejado com mais de 10 disparos. “Ele foi alvejado com mais de 10 tiros ainda não sabemos afirmar com certeza quantos foram, mas foi um crime premeditado e os autores foram presos”, afirmou.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.