Conecte-se agora

Na crise econômica, só uma boa gestão

Publicado

em

Quando se vê um prefeito ou qualquer outro administrador público choramingando que não pode fazer mais por causa da crise econômica, não se apiede, a culpa é da má gestão. Aprendi isso em 40 anos de jornalismo político. Vou dar um exemplo: Brasiléia. A prefeita Fernanda Hassem pegou a prefeitura liquidada financeiramente e inadimplente. Tornou-a adimplente e com os poucos recursos começa a tirar o município do caos que estava. Resolveu o gargalo de uma vergonha da cidade, que era o lixão, um amontoado de entulho, e lhe deu mais funcionalidade e higiene. Até o visual do acesso mudou para melhor. Asfaltou algumas ruas, implantou projetos sociais, enfim, deu mais um dinamismo à cidade, que urbanisticamente parecia um lugar fantasma. Tem buscado meios de regularização fundiária, parceria com a FIEAC para cursos, e a ajuda do governo para uma grande operação tapa-buracos. Tem pontos negativos a serem resolvidos? Tem e muitos! É prefeita, mas não te varinha de condão. Se todos os prefeitos do interior fossem ativos e parcimoniosos nos gastos, superavam as dificuldades financeiras dos seus municípios, como faz a Fernanda. E por isso apareceu entre os três prefeitos melhores avaliados do Acre, numa pesquisa do sério instituto DATA-CONTROL que, inclusive, foi encomendada pela oposição. A boa gestão sempre superou e vai superar qualquer crise. Ficar capinando sentado, esperando chover dinheiro, não dá jogo.

CESÁRIO BRAGA, O NOSSO “FORREST GUMP DO PT”
Não concordo com nada que defende, politicamente, mas tenho admiração pela luta partidária do petista Cesário Braga, o nosso “Forrest Gump do PT”, por ter lado e defender o que considera certo. Costumo me divertir com o seu estabanado otimismo, quando para arrebanhar candidatos a deputado estadual, sustenta que, o PT “fará 8 deputados estaduais”. E mais divertidos, são os nomes que cita; desconhecidos da nata política, e que, ele apresenta como celebridades inéditas (sic), que só ele conhece o potencial. O nosso Forrest Gump, o contador de histórias do PT, precisa fazer uma conta: o PT, com uma chapa forte, na eleição passada, teve em torno de 63 mil votos. Para fazer 8 estaduais precisaria passar nesta eleição dos 90 mil votos, em tempo de pindaíba popular. Mas, o Cesário não está errado na estratégia, joga a sua isca, o peixe que pegar entra na sua caldeirada, seja piranambu ou não.

VITÓRIA DE PIRRO
Não critico o lado político da briga do deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS) em tentar derrubar o veto do governo. Está buscando seu espaço. Normal! Mas, na parte prática, se derrubar o veto será uma “Vitória de Pirro”, pois, o governo não voltará atrás no PRÓ-SAÚDE.

NESTE CONTEXTO É DIFÍCIL
Toca-me, ver mães e pais de família; perderem seus empregos, por via judicial. Mesmo porque, todos fizeram o concurso para PRÓ-SAÚDE, um mostrengo jurídico criado no governo Binho, de boa fé. Ao Tião Viana só restou o caminho de cumprir o TAC do MP trabalhista.

FOI-SE O TEMPO
Antes, quando se falava em eleição para um sindicato, no Acre, se sabia que ganharia o PT ou o PCdoB. Era um mantra. O desgaste para ambos chegou até nesta área. Na última eleição para o Sindicato dos Transportes, a chapa simpática ao PCdoB perdeu para a apoiada pelo PRB.

XEQUE-MATE NO BOCALOM?
O áudio vazado ontem, em que o presidente do DEM, senador Agripino Maia, diz que não interessa uma candidatura ao governo para o partido (não bancará financeiramente), pode ser traduzido em perguntas: foi um xeque-mate nas intenções do Tião Bocalom de ver o DEM apoiando a candidatura do Coronel Ulisses Araújo? O Ulisses terá 10 milhões de reais para jogar na campanha? Vai tirar do bolso? E 10 milhões é para se fazer uma campanha furreca, só com gastos mínimos.

FICOU POSSESSO
Falei ontem com o Tião Bocalom (DEM). Estava possesso, atribuindo o vazamento do áudio ao senador Gladson Cameli (PP), a quem se refere com adjetivação pesada. Adiantou o que vai dizer na reunião final com o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia: que o Ulisses terá como bancar a própria candidatura sem ajuda do DEM. E que ele se elegerá a Federal.

CAMINHO COM ESPINHOS
Política não se faz com emoção. E pelo que tenho ouvido do ex-prefeito Tião Bocalom (DEM) é que está raciocinando pela emoção. Em política se raciocina pela razão. E se o Coronel Ulisses chegar em Junho rateando nos 6% e resolversair para deputado estadual? Como fica o Bocalom? Só lhe restarão dois caminhos: ir para a chapa do PT (não irá) ou para a do Gladson Cameli (PP), a quem espezinha? Bocalom tem que analisar todas as variáveis possíveis.

POSIÇÃO FECHADA
O certo é que Tião Bocalom (DEM) vai para a reunião final neste início de mês, em Brasília, com a posição fechada de não apoiar a candidatura do senador Gladson Cameli(PP). É bom avaliar que, na outra corda da ponta está alguém com mandato de deputado federal, Alan Rick (DEM), que quer o DEM na coligação do Gladson Cameli. E mandato pesa em Brasília.

NÃO ANALISO POR ESTE LADO
Se há alguém no PT por quem nutro muito respeito é pelo senador Jorge Viana. Foi um dos engenheiros da caminhada política vitoriosa da FPA, vencendo uma eleição atrás da outra. Foi bom prefeito e bom governador. Tenho que ser justo. Mas não embarco na sua tese de que Lula não disputando a eleição será o caos na política nacional. A questão é que o JV analisa este fato como se o Lula fossem um Deus do Olimpo e que não pode ser condenado pela justiça dos homens. E não é! O Jorge Viana é uma figura política com inteligência acima da média e sabe que uma candidatura sub-judice tende a bater num teto e afasta os aliados. A prova é o PT, PSOL e o PDT estão com candidatos próprios à presidência da República.

FATOS DISTINTOS
Um fato é uma pesquisa do DATA-FOLHA agora. A outra é na campanha, quando componentes decisivos entram em cena. O Lula é sim uma das maiores lideranças nacionais. Queira-se ou não. Ou não suportaria este tiroteio jurídico. Outro teria sucumbido por menos. O problema é que a sua situação política e do seu partido é muito difícil. E seus líderes sabem disso. E que neste contexto fica difícil entrar no jogo, enquanto perdurar a sua condenação em segunda instância.

APARECE ALGUÉM DE CENTRO EM QUEM VOTAR?
Votar naquela coisa sem sal que é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin? No radicalismo do Jair Bolsonaro? Falar em Luciano Huck? É brincadeira! Ciro Gomes é um fanfarrão. Marina Silva é a mesmice desde que foi senadora. Nada de inovador. O que a eleição presidencial precisa é de um nome de centro que possa ser uma luz no fim do túnel para colocar o trem Brasil nos trilhos, e que inspire credibilidade e confiança nos brasileiros.

É UM BOM COMEÇO
Não fui ao café da manhã oferecido pelo novo Comandante da PM, Coronel Kinpara, porque prefiro ver resultados e não promessas. Mas é um bom começo indicar que dará uma guinada nova na ação de combate ao crime organizado, com a polícia mais presente na rua e prestando contas periodicamente do que está sendo feito. Só o fato de abrir o acesso da imprensa já é um bom caminho. Fica o crédito de confiança e torcendo para que o Kinpara dê certo. Paz, já!

COMO QUER TRÉGUA?
O prefeito de Senador Guiomard, André Maia (PSD), denunciou o ex-prefeito James Gomes(PP), que acabou com os bens indisponíveis. É uma troca de fogo amigo e que mostra a cada dia o André longe do palanque do senador Gladson Cameli (PP), na disputa do governo.

NINGUÉM ANDA MAIS
Conversava ontem com um deputado da FPA e candidato à reeleição. Fez uma observação interessante: “se virar este Estado de ponta à cabeça como está fazendo na campanha o Petecão der votos, é um sério candidato a ficar com uma das vagas do Senado”. Registrado.

CENTRAL DE BOATOS
A boataria política esta semana era de que o governador Tião Viana atrasaria o pagamento dos servidores. Rebote falso: começou a pagar. Aliás, sempre pagou em dias. É obrigação, mas nesta crise econômica, grandes Estados estão com meses de salários atrasados. O Acre, não!

PESQUISA DO SENADO
A próxima pesquisa já poderá dar um norte sobre o potencial dos candidatos ao Senado, pelo fato de que, estão todos em plena campanha. Até aqui o quadro mostrou-se, na sua quase totalidade, embolado. O único que aparece descolado é o senador Jorge Viana (PT).

LIRA XAPURI
Quem está nesta de franco atirador é o candidato ao governo, Lira Xapuri (PRTB), porque sabe que não precisará de dinheiro para bancar a sua candidatura, já que entra como franco atirador. O que cair na rede é peixe.

NÃO EMBARCA
O deputado Antonio Pedro (DEM) fincou o pé de que gosta muito do ex-prefeito Tião Bocalom (DEM), mas não embarca no apoio à candidatura ao governo do Coronel Ulisses. Apoiará Gladson Cameli (PP).

NÃO APOSTO UM CENTAVO
Pelo quadro que estou vendo se formar e pelas conversas que já aconteceram, eu não aposto um centavo furado na manutenção de uma chapinha de Federal na FPA, com potencial de fazer legenda. Sabia que mais cedo ou mais tarde o PT usaria a máquina para ter chapa única de Federal.

ONTÔNIO, NA BRIGA
O jornalista Antonio Klemer, o Ontônio, me confirmou ontem que será candidato a deputado estadual pelo PV. É a certeza de que teremos vida inteligente na corrida para a ALEAC.

ÚLTIMA CARTA DO BARALHO
A situação é como num jogo de carteado em que o jogador só conseguirá bater a partida se a última carta na mesa lhe for favorável. É o que acontece neste quadro da violência urbana, onde o Acre aparece negativamente no ranking. Pois bem, o Comandante da PM, Coronel Kinpara é esta carta fatal. Não se pode esperar que acabe com a violência. Mas pode se esperar que com o novo plano de combate à criminalidade exposto, os vergonhosos e perigosos números da criminalidade possam ser reduzidos. É o que todas as famílias de bem do Acre esperam. Só nos resta a torcer pelo sucesso do novo comando da PM. E deixemos de culpar o governo federal, afinal, tivemos o Lula e a Dilma com décadas no poder e nada mudou. Façamos o dever de casa, isso é o que importa.

Propaganda

Blog do Crica

Não pode ficar sem reação e indignação

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Alguém tinha que se mexer

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Mulheres no poder

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.