Conecte-se agora

Vídeo mostra membro do Comando Vermelho decapitando jovem de 19 anos em Rio Branco

Publicado

em

O desfecho da história de Déborah Bessa, de 19 anos, ganha um novo capítulo brutal. Após ser encontrada morta no último dia 13, em uma área de mata localizada no final da rua chapecoense região do bairro Caladinho, um vídeo de pouco mais de 50 segundos ganha as redes sociais nesta sexta-feira, 1. Nas imagens, um homem com uma camisa na cabeça segura a vitima pelo cabelo e desfere golpes de terçado deixando-a a agonizar até a morte. O carrasco de Débora age de forma fria enquanto a vitima clama pela vida. As imagens são fortes e não serão divulgadas por ac24horas.

Ao final do vídeo, os homens em forma de demonstrar poder, mencionaram a facção Comando Vermelho como responsável pelo ato de execução. Pelo menos três homens encapuzados participaram do crime.

Débora havia desaparecido no inicio do mês e a família começou a receber ligações que davam conta de que a jovem havia sido alvo de uma emboscada. A informação era de que Débora, que pertencia a facção criminosa Bonde dos 13, havia pego um mototáxi até a entrada do bairro Caladinho e lá foi abordada por criminosos ligados ao Comando Vermelho que a arrastaram para dentro da mata. O corpo teria sido esquartejado e enterrado em seguida.

Déborah havia se desligado do Bonde dos 13 há algum tempo, chegou a gravar um vídeo informando a sua saída da organização, mas a família acredita que ela tenha sido assassinada pela facção rival.

Propaganda

Acre

Ex-prefeito detona “politicagem” na educação em Xapuri

Publicado

em

O sempre polêmico ex-prefeito de Xapuri, Wanderley Viana, usou as redes sociais para denunciar o que chama de politicagem na educação estadual no município de Xapuri.

Segundo Wanderley, por causa da briga política de grupos ligados ao atual governo, a população que precisa de documentos da educação está sendo prejudicado. O motivo, passados quase 4 meses do ano, seria a falta de uma pessoa para a assumir a Coordenação de Registro e Inspeção Escolar, o Corines.

No vídeo, divulgado no Facebook, Viana afirma que a pessoa escolhida pela secretaria estadual de educação para coordenar o Corines no Alto Acre foi rejeitada por um grupo que, segundo as palavras do ex-prefeito, quer transformar a educação em um curral eleitoral.

O indicado para assumir o órgão na região seria o professor com mestrado Edilúcio Siqueira, que confirmou ter recebido a proposta e afirmou não entender o motivo de não ter sido nomeado ainda. “Eu fui convidado antes mesmo de saber quem ficaria na coordenação do núcleo e até fiz estágio no Corines em Rio Branco para aprender como o órgão funciona. Muito estranho a nomeação não ter saído. É que tem um grupo aqui que quer indicar todo mundo para todos os setores em Xapuri”, afirma. Edilúcio.

Apesar de não citar nomes, a reportagem do ac24horas descobriu que o grupo político citado se trata do deputado estadual Antônio Pedro (DEM) e de seu filho Ailson Mendonça, que teve mais de 3 mil votos nas últimas eleições para prefeitura de Xapuri e deve ser mais uma vez candidato ao cargo mais importante no município. Ter o controle das nomeações significa apoios importantes e que podem ser decisivos nas eleições do ano que vem.

Continuar lendo

Extra Total

Saúde do Acre vai enviar medicamentos de idosos e deficientes pelos Correios

Publicado

em

Os idosos e deficientes que recebem medicamentos comprados pelo Governo do Acre serão incluídas no projeto “Medicamento em Casa”, que visa entregar os remédios diretamente na casa dos pacientes, através dos Correios. Ao todo, 390 famílias devem ser beneficiadas na Capital.

Segundo a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), a iniciativa deve ser lançada oficialmente em maio, e oferecerá uma lista de 16 medicamentos que poderão ser remetidos aos usuários do SUS pelos Correios. Um programa atual já é executado no Paraná, e tem tido bons resultados.

Os beneficiários deverão ter 50 anos ou mais, ou ser pessoas com deficiência impossibilitados de ir até Creme, ou ainda que sejam portadores de doenças crônicas controladas residindo em Rio Branco. As entregas serão com “Aviso de Recebimento”, chamado A.R., para comprovar que o remédio foi entregue, e quem o recebeu.

Foto: Divulgação/Sesacre

“A ideia é que possamos promover um atendimento mais humanizado, além de desafogar o atendimento no Creme”, ressalta Marco Aurélio Nogueira da Silva, gerente do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (Dafi), órgão ligado à Sesacre. Serão gastos R$ 31 mil por ano em recursos próprios da Sesacre.

Inicialmente, serão atendidos os pacientes credenciados no Componente Especializado da Assistência Farmacêutica do Acre, que aderirem ao Projeto. Um levantamento de 2018 revelou que o ao menos 7 mil cadastros estão vigente no Creme, com 2,5 mil atendimentos realizados por mês. O número dá uma média de 180 pessoas atendidas por dia.

 

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.