Conecte-se agora

Moradora da Sobral, Gleici sofreu racismo e irmão já foi abordado pela polícia

Publicado

em

O “Big Brother Brasil 18” começa nesta noite, após “O outro lado do paraíso” e o público já conheceu um pouco dos participantes. Gleici Damasceno, do Acre, é estudante de psicologia e se apresentou dizendo que é militante de movimentos sociais. Segundo Rebeka Rodrigues, amiga de Gleici, a sister resolveu lutar pelas classes consideradas menos favorecidas, após sofrer muito preconceito:

— Ela já sofreu racismo, na época da escola. Na verdade ela nunca me contou como foi, mas foi por esse e outros motivos que ela decidiu entrar no movimento social. No bairro onde ela mora, a polícia aborda sempre os jovens pretos, por sua cor e classe social. Ela nunca foi abordada, mas o irmão dela já foi várias vezes – revelou Rebeka, sem querer entrar em detalhes, por dizer ser uma coisa muito íntima da família.

A amiga de Gleici contou ainda que os amigos da sister querem que ela entre para a política:

— Ela é doce, na verdade uma das pessoas mais doces que eu conheço. Eu espero que ela continue sendo a pessoa forte e que rebata todas as criticas a sua opção política. Ela é esquerdista, feminista, militante dos direitos humanos e combate ao racismo. Ela não tem vontade de entrar para a política, nós e que temos este sonho. A gente acredita na reforma politica, sendo uma reforma que consigamos eleger jovens de base pra lutar por nossos direitos e Gleici tem esse perfil.

Propaganda

Acre

Polícia prende dupla acusada de cometer 5 homicídios na Capital

Publicado

em

Primeira vítima foi um senhor de 42 anos executado a tiros na madrugada do dia 07 de dezembro de 2019

Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com o apoio do Departamento de Polícia da Capital e Interior (DPCI) prenderam na tarde de domingo (19) na Baixada da Sobral, dois suspeitos de vários Homicídios em Rio Branco.

De acordo com a polícia, após um trabalho de investigação os agentes de polícia civil conseguiram provas suficiente para fortalecer o inquérito policial, que apontou a autoria da dupla em vários homicídios, além de fazer parte do conselho uma organização criminosa.

A autoridade policial representou pelas prisões dos investigados que foram presos e aguardarão o processo e julgamento.

Dentre os casos investigados, a primeira vítima foi um senhor de 42 anos, executado a tiros na madrugada do dia 07 de dezembro de 2019. O crime aconteceu na rua Panamá, bairro Cabreúva, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

A vítima estava caminhando na rua quando dois homens não identificados se aproximaram em uma motocicleta, e o garupa efetuou vários disparos de pistola 380. Os projeteis atingiram várias parte do corpo da vítima que não resistiu e faleceu no local.

Outro crime foi a prática do duplo homicídio combinado contra os irmãos, Kellyton Costa dos Santos, e Elias Costa dos Santos e tentativa de homicídio contra a jovem Rayla da Silva Monteiro, de 19 anos, que estava grávida de oito meses. O ataque as vítimas aconteceu na Rua João Amâncio, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

A dupla é suspeita também de matar Ediberto Melo de Souza, de 38 anos, executado com 10 tiros na Rua 7 de setembro, bairro Boa União e de também matar com 5 tiros Stanley Fernandes, de 20 anos. O crime ocorreu em residencial na rua Vitória na bairro Conquista.

A facção descobriu que havia dois membros da organização B13 morando num residencial. Stanley foi sondar quem era os rivais que estavam morando no apartamento e, ao chegar no local, os membros do B13 reagiram e efetuaram 5 tiros. Stanley foi ferido com três tiros na cabeça e dois nas costas. Após a ação os faccionários do B13 fugiram do apartamento tomando rumo ignorado.

Os suspeitos dos homicídios poderão ser condenados pelos crimes de homicídio qualificado, organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo e outros, cuja as penas podem ultrapassar 30 anos.

Com informações da Assessoria

Continuar lendo

Acre

Quinta e sexta será feriado estadual; veja o que abre e fecha

Publicado

em

Órgãos públicos da administração direta e indireta do Poder Executivo do Acre vão aderir ao feriado estadual nesta quinta-feira, 23, e sexta-feira (24). O feriado se refere aos pontos facultativos deste ano que comemoram o Dia do Evangélico e o Dia do Católico.

Segundo o governo, feriados ou pontos facultativos decretados pelo estado não causam prejuízo à prestação de serviços essenciais. Servidores ainda podem ser convocados para expediente normal, caso haja necessidade de serviço.

A Central de Atendimento (OCA) só retorna com os atendimentos na segunda-feira 27.

As unidades de atendimento em saúde, sendo elas de urgência e emergência como o Pronto-Socorro e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), e de atendimento especializado (Hospital das Clínicas, Serviço de Apoio e Diagnóstico, Setores de Internação, Centro Cirúrgico e Tratamento Intensivo), mantêm o funcionamento normal.

Na Segurança, as Delegacias Especializadas (Flagrantes, Delegacia Especializada em Investigações Criminais e Delegacia da Mulher) também permanecem abertas.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas