Conecte-se agora

Homem que se acorrentou no Acre em 2014 por causa da Telexfree grava vídeo reconhecendo golpe

Publicado

em

O catarinense Aerci Arreal Olm, que apareceu no Acre em 2014 acorrentado durante dois dias nas grades do Fórum Barão do Rio Branco e na frente da sede do Ministério Público Estadual, no Centro da Capital, tentando pressionar o MP e a Justiça acreana pela liberação da Telexfree, a pirâmide financeira que teve suas atividades encerradas em 2013, reapareceu falando sobre a extinta empresa em um vídeo em sua página no Facebook admitindo um golpe dos chefes da pirâmide.

“Sabe por que o golpe da Telexfree foi perfeito? Não é porque a gente perdeu dinheiro, não é porque a gente se decepcionou, não é porque alguns adoeceram, não é porque houve essa frustração extrema, não é por isso. O golpe da Telexfree foi tão perfeito que hoje a gente tem vergonha de falar que a gente acreditou nisso. E como a gente tem vergonha de falar, a gente não luta mais.”

Aerci parece ter reconhecido o golpe depois que ligou para os chefões da empresa sugerindo a eles que intercedam junto à Justiça pelas pessoas vítimas da pirâmide, e um dos “figurões” teria respondido: “Se tá não mão do advogado não tem mais pra fazer. Já deu o que tinha que dar”.

“Hoje, eu entrei em contato com alguns figurões da Telexfree. Entrei em contato e falei com eles: ‘olha, pessoal (um deles, R$26 milhões), eu realmente entendo que é um assunto que já desgastou bastante, mas eu penso que a gente não pode se deixar por vencido. Não tem alguma coisa que a gente possa fazer? Não tem como vocês que ganharam muito dinheiro, e o por consequência tem o respeito do Carlos Costa, entrar em contato com ele pra gente conseguir fazer alguma ação, pra poder revitalizar isso, pra poder devolver esse dinheiro pro povo? Muitos, muitos deles nem responderam. De todos os figurões, só um respondeu: ‘pois é, se tá não mão do advogado não tem mais pra fazer. Já deu o que tinha que dar'”, diz.

video

O catarinense encerra fazendo um desabafo: “Sabe que uma pessoa que tem R$ 26 milhões movimentados: imóveis, carros, investimentos, é tão confortável falar ‘já deu o que tinha que dar’, né? Mas você pega outras pessoas que estão aí passando uma série de dificuldades, para elas é difícil dizer ‘já deu o que tinha que dar’. Eu confesso a vocês que na minha cabeça não deu o que tinha que dar. Sabe por quê? Porque o que tinha que dar é a devolução dos valores. E isso ainda não aconteceu. Se eu e você já estamos fazendo parte do grupo que tem vergonha, aí, sim, nós nunca mais vamos falar nada. Se nós nunca mais vamos falar nada, então o golpe foi perfeito”.

Aerci Arreal Olm, quando esteve no Acre, chamou atenção da imprensa por ter se acorrentado na região central da cidade e ocupado autoridades locais com sua causa. O catarinense foi tratado pelos divulgadores da Telexfree como um “exemplo de perseverança”. À época, ele afirmava ter perdido pelo menos R$ 22 mil por causa do bloqueio da empresa.

Anúncios

Destaque 7

Governo contempla 41 pequenos empreendedores com equipamentos de trabalho

Publicado

em

Cerca de 41 pequenos empreendedores de Cruzeiro do Sul receberam nessa sexta-feira, 14, uma série de equipamentos do vice-governador Major Rocha e equipe de governo que vão ajudá-los a manter a subsistência da família do por meio do próprio negócio. Por meio do programa “Empreender para crescer”, essas famílias têm agora uma nova fonte de renda do ramo alimentício, com equipamentos e materiais.

Foram cedidos 10 carrinhos para churrasco; 12 carrinhos para lanche; 4 carrinhos para cachorro-quente e bebidas; 10 kits para trabalhadores ambulantes; e 5 kits cozinha. O valor investido é de R$ 80,8 mil. O recurso é oriundo de emenda parlamentar do ex-deputado federal Cesar Messias e de orçamento próprio do Estado.

A solenidade realizada na unidade local do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) contou com a presença do vice-governador, Major Rocha, e da secretária Eliane Sinhasique. Para Rocha, alavancar a economia acreana, por meio da geração de novos postos de trabalho, é prioridade da atual administração. O gestor destacou ainda que a cessão dos equipamentos demonstra o compromisso do governo estadual no fortalecimento dos pequenos negócios.

“São ações como essa que vão nos ajudar neste momento de dificuldade, e que também vamos enfrentar após a pandemia com essa crise na economia que o mundo inteiro vai sentir. Importante dizer que o governo do Estado está estendendo a mão para os pequenos negócios para que as pessoas tenham renda e possam encontrar uma saída nesse momento de crise profunda”, declarou Rocha.

A pequena empreendedora cruzeirense beneficiada, Maria Macileide Lima, é salgadeira há dois anos e esperava muito por esse dia. “Eu e meu esposo vamos conversar para decidir um lugar de bastante movimento para levarmos esse carrinho e estamos confiantes que vai ser muito bom”, analisou.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Destaque 7

Mesmo pedindo desculpas aos gays, pastor Nelson é alvo de representação do MPF

Publicado

em

O pastor e servidor do governo do Acre Nelson Freitas de Correia, conhecido como Nelson da Vitória, em referência a sua autoescola, acaba de receber duas representações do Ministério Público Federal (MPF) devido às publicações feitas por ele em seu perfil numa rede social. As declarações podem ser enquadradas por crime de racismo e improbidade.

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) enviou à promotoria especializada em Direitos Humanos e à promotoria especializada na proteção do patrimônio público do Ministério Público do Acre (MPAC), representação cível e criminal contra ele, que ocupa cargo público na Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para Mulheres (SEASDHM).

Nas duas representações, o procurador regional dos Direitos do Cidadão Lucas Costa Almeida Dias demonstra que Nelson da Vitória faz uso de suas redes sociais para disseminar intolerância e discurso de ódio contra pessoas transgêneras.

O MPF ressalta que por atuar em órgão que tem como principal finalidade defender os direitos humanos, é inadmissível que o servidor adote discurso de ódio voltado à intolerância das pessoas transgêneras. “(….) racismo e discurso de ódio não estão protegidos pela liberdade de expressão, conforme decidiu o Supremo Tribunal Federal, pois a liberdade de expressão não é absoluta e deve ser exercida de acordo com os limites da Constituição Federal”, diz.

A Procuradoria também representa para que Nelson da Vitória seja condenado ao pagamento de danos morais coletivos, em razão das ofensas prolatadas, e para que seja requisitada a instauração de procedimento administrativo disciplinar no âmbito administrativo. Os casos devem ser avaliados pelos promotores de Justiça do MPAC.

Fonte: Ascom/MPF

Continuar lendo

Destaque 7

Com 62% recebendo auxílio, Acre lidera ranking dos Estados

Publicado

em

Todos os estudos sobre o Auxílio Emergencial destacam a importância do benefício para o Acre. O último levantamento, divulgado pela consultoria Famivita, especializada em fertilidade humana, diz que o Acre lidera o ranking dos Estados que mais recebem o AE: 62% dos entrevistados acreanos disseram que receberam o seguro.

“Diante da pandemia a responsabilidade pela sobrevivência dos brasileiros fica de certa forma, nas mãos do governo, que através do Auxílio Emergencial conseguiu chegar à 80% dos lares mais pobres do país; e a 85,2% daqueles com renda domiciliar per capita de até R$ 242,15. Os números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são referentes ao mês de junho de 2020; conforme demonstrados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19″, diz a Famivita.

Dentre todas as entrevistadas 46% receberam esse auxílio do governo. Porém, o auxílio não foi disponibilizado para quase metade dos participantes.

Para 57% das famílias com filhos pequenos, ele foi entregue.

As mulheres também foram as que mais receberam em comparação aos homens, 47% elas e 42% eles.

No Espírito Santo e na Bahia, pelo menos metade dos participantes estão usufruindo deste benefício.

No Rio de Janeiro e em Minas Gerais, 47% e 44% receberam o auxílio respectivamente.

Já em São Paulo, estado com mais mortes, 44% das participantes receberam ou recebem o auxílio emergencial do governo.

O estado que menos recebeu o auxílio entre as participantes é Santa Catarina, com 39%.

Continuar lendo

Destaque 7

Acreanos utilizaram mais carro de passeio ou de empresa em viagens para fora do estado, diz IBGE

Publicado

em

O Instituto de Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira, 12, uma pesquisa que aponta que apenas 22,5% dos acreanos realizaram alguma viagem no terceiro trimestre de 2019. A pesquisa é resultado de um convênio entre o IBGE e o Ministério do turismo.

Dos 267 mil domicílios acreanos visitados, em apenas 22,4% a pesquisa averiguou a ocorrência de alguma viagem que havia sido finalizada nos três meses anteriores à entrevista, enquanto que em 76,6% dos domicílios não foram registradas viagens, 51,6% alegaram ter sido por falta de dinheiro, 21% por não ter necessidade e 12,2% por falta de tempo.

Dos 51.000 (19,3%) de domicílios onde ocorreram viagens, 20% ocorreram por motivos profissionais e 80% por motivos pessoais, incluindo, as viagens nacionais e internacionais.

As viagens por motivo profissional se caracterizaram por, na maior parte das vezes, ocorrer com apenas 1 viajante, enquanto nas viagens por motivo pessoal predominam as viagens com 1 a 3 viajantes.

No Acre, no período pesquisado, 9/% (58.000) das viagens analisadas foram nacionais e 2% (2.000) foram internacionais. Das 60 mil viagens investigadas, 48 mil foram por motivo pessoal.

No período analisado, 30,6% das viagens por motivo pessoal ocorreram em visita a parentes, 29,2% para tratamento de saúde e bem-estar, 17,1% em busca de lazer.

A casa de amigos ou parente foram os mais comuns representando 64% dentre as alternativas. Em segundo lugar ficou a opção hotel ou flat (19,4%), na terceira colocação está o imóvel próprio (2,5%). As pousadas não apresentam participação elevada, entretanto, na análise regional, por exemplo, o Rio de Janeiro alcançou (10%).

Os resultados sobre o principal meio de transporte utilizado na viagem apresentaram o carro particular ou de empresa (28%), seguido por avião (21%) e o ônibus de linha (14,4%) como as modalidades mais utilizadas no deslocamento. Se, por um lado, as viagens com finalidade pessoal não tiveram forte participação do avião como principal meio de transporte, por outro lado, as viagens profissionais apresentaram importante uso desta categoria.

As regiões mais visitadas pelos acreanos foram Sudeste (39%), seguida pela Nordeste (27,8%), Sul (16,5%), Centro-Oeste (8,4%) e Norte (7,9%).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas