Conecte-se agora
Fechar

Mulher impedida de visitar paciente em leito do Hospital das Clínicas por conta de vestimenta deve ser indenizada

Publicado

em

A servidora pública F.A.R. foi impedida de visitar um paciente no Hospital das Clínicas por estar com vestimentas inadequadas e a 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais responsabilizou o Estado do Acre pelo tratamento vexatório e desproporcional.

A autora do Recurso Inominado n° 0005187-76.2017.8.01.0070 deve ser indenizada em R$ 3 mil a título de danos morais. A decisão foi publicada na edição n° 6.038 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 10), desta quinta-feira (11).

Em seu voto, o juiz de Direito Marcelo Carvalho fundamentou não observar o desajuste que justifica a medida da unidade hospitalar, nem mesmo qualquer outra desconformidade com as normas de saúde do local reclamado.

Segundo os autos, a reclamante foi visitar seu tio que estava internado na enfermaria e a negativa de acesso ao leito foi devido ao seu vestido ser acima do joelho, ou seja, se enquadrava na categoria minissaia.

A autora estava trajando o vestido utilizado como farda no trabalho e retrucou que se tratava de uma vestimenta normal. No entanto, a funcionária apontou a placa afixada na parede que informava as proibições previstas na normativa interna do hospital e manteve a restrição de acesso.

No entendimento do Colegiado, o impedimento de entrada por parte da preposta da requerida e o tumulto decorrente expuseram a autora a constrangimento e humilhação perante terceiros, situação que supera, em muito, o mero dissabor da vida cotidiana, merecendo, por esse motivo, indenização de ordem moral.

Cotidiano

Inscrições para concorrer aos postos de rainhas e Rei Momo em Rio Branco se encerram nesta terça-feira (23)

Publicado

em

As inscrições para concorrer aos postos de rainhas do carnaval e Rei Momo se encerram nesta terça-feira (23) e podem ser realizadas na Fundação Garibalde Brasil (FGB) no conjunto Manoel Julião das 8h às 12h e das 14h às 17h. A primeira etapa da seletiva que classificará os concorrentes para a grande final acontece no próximo domingo (28).

Na pré-seleção serão escolhidos cinco concorrentes de cada categoria, rainha, rainha gay, travesti e Rei Momo. Todos os participantes serão avaliados por uma comissão julgadora que analisará os quesitos samba, simpatia e beleza plástica. Os concorrentes devem estar presentes no local da seletiva uma hora antes do inicio do evento.

O presidente da FGB, Sérgio de Carvalho, informou que toda a programação é para que a seletiva seja no calçadão da Gameleira, mas algumas definições estão sendo realizadas e possa ser também que mude para o Novo Mercado Velho. “Esta semana estamos definindo a logística e iremos divulgar toda a programação do Carnaval 2018 em Rio Branco”, disse Carvalho.

Os blocos carnavalescos também serão a grande atração do Carnaval este ano pela tradicional festa que acaba mobilizando vários bairros de Rio Branco.

Continuar lendo

Cotidiano

Ribeirinha internada desde dezembro com doença rara, pede ajuda para fazer tratamento fora do Estado do Acre

Publicado

em

A dona de casa Edileuza Oliveira, 46 anos de idade, moradora no Seringal Campo Grande, rio Purus, próximo à cidade de Sena Madureira, está enfrentando um sério problema de saúde. Desde o dia 14 de dezembro ela se encontra internada no Hospital João Câncio Fernandes, em Sena, mas precisa fazer um tratamento fora do estado.

Dona Edileuza foi diagnostica com uma doença chamada Filariose ou Elefantíase que se caracteriza pelo alojamento de parasitas no sistema linfático, gerando um inchaço extremo dos membros. No Acre, não tem tratamento específico para tal enfermidade.

Com a ajuda de amigos, ela descobriu que em Recife, estado de Pernambuco, existe o tratamento. Porém, por ser de uma família carente, dona Edileuza não tem condições financeiras para arcar com as despesas.

“Estou com essa enfermidade há cinco anos. Sinto muitas dores, tem noite que não consigo dormir. Neste momento estou pedindo ajuda às pessoas de bom coração. Preciso fazer esse tratamento pois já não aguento mais”, comentou emocionada.

A ribeirinha relatou também que está há mais de um mês internada no Hospital de Sena e não tem como ir pra casa. Quem puder ajudar financeiramente dona Edileuza Oliveira deve entrar em contato pelo telefone: (68) 99981 4678.

Fonte: Senaonline.net

Continuar lendo

Cotidiano

Onda de assalto em Cruzeiro do Sul tem assustado comerciantes e vídeo mostra a audácia dos criminosos; veja o vídeo

Publicado

em

A onda de assalto no município de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre com a população de pouco mais de 80 mil habitantes, vem registrando inúmeros casos, principalmente aos comércios. Nesse ultimo final de semana, mais dois estabelecimentos foram alvos de assaltantes. O vídeo do sistema de segurança mostra o exato momento que o criminoso abordou os funcionários de uma loja de material de construção.

As imagens do circuito interno vêm ajudando a Polícia Civil nas investigações que buscam o autor do crime. O delegado José Luiz destacou que todos os procedimentos vêm sendo realizado para elucidar os crimes. “No máximo em algumas semanas estaremos identificando os suspeitos de praticar esses assaltos”, destacou.

Para o delegado, o assalto a loja de material de construção pode ter conexão com outro crime.

“Acreditamos que este assalto e do entregador de lanches no bairro Cobal, onde levaram sua moto que já foi recuperada pode ter sido praticado pela mesma pessoa devido às características de como agiu durante o assalto. Nas investigações iremos esclarecer tudo”, ressaltou José Luiz.

Além deste vídeo outros também já foram divulgados nos comércios de Cruzeiro do Sul depois de assaltos que foram realizados. Em alguns estabelecimentos que foram assaltados mais de uma vez, a Polícia Civil ainda não identificou a autoria dos crimes.

O comerciante Fernando Freitas disse que alguns proprietários de estabelecimento comercial no município estão querendo até fechar seus negócios por conta dos inúmeros assaltos que vem ocorrendo.

“Estamos assustados mesmo com esses assaltos. Os criminosos chegam com arma na mão e na maioria das vezes chamando a gente de vagabundo e apontando a arma e dizendo que vai atirar. Isso assusta qualquer trabalhador. Alguns funcionários pediram demissão pelo susto que sofrem”, relatou Freitas.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.