Conecte-se agora
Fechar

Empresários do Acre ficam em alerta com possibilidade da BR-364 alagar

Publicado

em

Os empresários do Acre estão preocupados com a elevação do nível do rio Madeira em Porto Velho e um eventual alagamento da BR-364 no trecho que liga a capital rondoniense a Rio Branco no Acre, o que não é descartado pelo Dnit, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.

A primeira reunião, que reflete esse temor, para tratar sobre o assunto foi realizada nesta terça-feira, 09, à noite na sede da Associação Comercial do Acre, em Rio Branco.

A diretoria da Acisa que é composta por importantes nomes do setor privado no Acre, empresários do atacado e do varejo, se reuniu para discutir uma estratégia diante de uma possível inundação da única via terrestre que liga o Acre ao restante do país.

Os empresários não querem ser pegos de surpresa. Pretendem se antecipar a uma eventual interdição da rodovia e ao mesmo tempo evitar providências de última hora como aconteceu na traumática cheia do Madeira em 2014.

Para se ter uma ideia do risco iminente de um novo alagamento, o rio Madeira está medindo 19, 90 m, hoje. Nesta mesma época no ano passado, o rio marcava de 19,67 m. O Dnit está preocupado com a rápida subida e o volume das águas que avançam nas laterais da BR-364 e deve sugerir às hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio a abertura das comportas nas duas usinas.

Há equipes do Corpo de Bombeiros e do Dnit monitorando a situação do rio. A previsão de chuvas para os próximos dois meses é bem acima da média, e a maior preocupação é que o rio Abunã, tributário do Madeira, atinja a marca de 22 m.

O presidente da Acisa, Celestino Bento, salienta a necessidade que há de reunir instituições públicas e entidades que representam o setor privado para a busca de alternativas de logística com o objetivo de reduzir qualquer impacto em uma possível nova cheia e isolamento.

“É importante que fiquemos atentos ao possível fechamento da BR 364 com antecedência, por isso, é importante realizarmos reuniões como estas, acionando os principais órgãos e instituições para debater alternativas viáveis e evitar o desabastecimento do comércio do nosso estado”, lembra.

Ao ac24horas, o empresário Adem Araújo, proprietário da rede Araújo de Supermercados, a maior do setor do varejo do Acre, disse estar preocupado.
“Estamos preocupados. Não é fácil fazer estoque, na haverá tempo pra isso também. Uma interdição sempre causará transtorno, mesmo que seja por pouco tempo.”

Banco da Amazônia

O superintendente do Banco da Amazônia, André Vargas, esteve no encontro e fez alguns esclarecimentos sobre o plano específico emergencial oferecido pela instituição, explicando sobre a variação das taxas de juros, que hoje está mais competitiva, variando mês a mês.

Ele destacou ainda a importância do empresário estreitar o relacionamento com a instituição, tendo em vista o acesso do limite de crédito que acaba apresentando um processo moroso em relação a liberação de crédito, só podendo ser formalizada diante do fato consumado, com base nos direcionamentos de órgãos de defesa e calamidade pública.

“Crédito tem que ser solução e não problema, por isso, nos deixamos a inteira disposição da entidade para facilitar os trâmites e fazer todos os esclarecimentos necessários”, disse.

Propaganda

Destaque 2

Com Marcus fora da prefeitura, processo da “Operação Buracos” sai de Brasília e retorna ao Acre

Publicado

em

Com a renuncia de Marcus Alexandre Viana ao cargo de prefeito de Rio Branco, o processo da “Operação Buracos”, desencadeada pela Policia Federal no final do ano passado, que teve origem na Justiça Federal de Brasília passa a ser de jurisdição da Justiça Federal do Acre. A movimentação na ação ocorre devido o ex-prefeito ter perdido o foro privilegiado para processos criminais, ou seja, o processo retorna a primeira instância.

O despacho foi disponibilizado na movimentação processual da Justiça Federal de Brasília e é assinado pela desembargadora federal Monica Sifuentes. “Verifica-se que o aludido investigado não mais ostenta a condição de Prefeito do município de Rio Branco/AC, tendo renunciado ao cargo em 06/04/2018, fato que lhe retira a prerrogativa de foro perante esta Corte; acrescento, ainda, que não se tem noticia de que seja ele ou outro réu presente nos autos ocupante de qualquer outro cargo que lhe assegure o prosseguimento do feito neste Tribunal. Pelo exposto, cessada a prerrogativa de foro neste Tribunal Regional Federal da 1ª Região, declino da competência para processar e julgar a presente ação, em favor da Seção Judiciaria do Estado do Acre, nos termos do art 29, XIX, do Regimento Interno desta Corte”, consta no documento.

Os demais citados na ação, beneficiados com a renuncia, também passarão a responder pelo supostos crimes no Acre.

A polícia Federal e o Ministério Público Federal suspeitam de que o desvio de recursos públicos no Deracre pode chegar à casa dos R$ 700 milhões na gestão de ex-diretores responáveis pela construção e manutenção da BR-364 desde 2009. Marcus Viana na tramitação do processo é ainda considerado investigado. O Ministério Público Federal ainda não apresentou denuncia contra ele e nem os demais envolvidos.

Continuar lendo

Destaque 2

População madruga na OCA de Rio Branco para atendimento após redução de horário

Publicado

em

Implantado com “o objetivo de democratizar ao cidadão o acesso à informação e execução de serviços públicos”, a Organização Central de Atendimento (OCA) parece entrar numa fase de retrocesso dos atendimentos ofertados à população acreana.

Na manhã desta quarta-feira, 18, assustava o número de pessoas na frente da OCA que se aglomeravam para obter uma ficha para os diversos atendimentos ali prestados. O Governo do Acre, por meio da Secretária Gestora (SGA), afirmou, em nota, que a redução não traria prejuízos à população, mas a mudança para fazer toda diferença para os cidadãos que agora tem que chegar de madrugada.

A cena relembra às intermináveis filas nas unidades de saúde e hospitais do Acre na busca por atendimento e agendamento e remarcação de consultas e exames.

Desde esta segunda-feira, 16, passou a vigorar o horário de atendimento reduzido de 8 para 6 horas. Vale lembrar ainda que a OCA foi criada com a “missão de expandir a política de atendimento ao cidadão às demais instituições do Estado”. Em nota da SGA alegou que a redução do atendimento não traria prejuízos aos serviços prestados na central, que continuam sendo disponibilizados com qualidade e eficiência”, alegaram em nota divulgada dia 20 de março.

Continuar lendo

Destaque 2

Socorro Neri empossa novo secretário de Administração e Gestão de Pessoas, Elyson

Publicado

em

A prefeita Socorro Neri deu posse nesta terça-feira, 17, ao novo secretário de Administração e Gestão de Pessoas, Elyson Ferreira de Souza. Realizada na sede do Centro Administrativo da Prefeitura, a solenidade reuniu gestores, servidores e convidados.

Graduado em Economia Elyson é Especialista em Economia do Setor Público pela Universidade Federal do Acre – UFAC, Mestre em Economia Doméstica pela UFV/MG, com doutorado em Desenvolvimento Econômico, e Pós-Doutorado em Economia pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, Professor do Magistério Superior da UFAC, ocupou cargos técnicos no Governo do Estado do Acre nas gestões de Jorge Viana e Binho Marques e na Prefeitura de Rio Branco, durante o primeiro mandato prefeito Raimundo Angelim.

“O secretário Elyson vem nos ajudar a dar continuidade ao legado de probidade administrativa de cuidar da gestão pública implantado pelo ex-prefeito Raimundo Angelim e que teve sequência na gestão do ex-prefeito Marcus Alexandre. Cabe a mim dar continuidade a esse bom trabalho que vem dando certo, acompanhando ainda mais de perto os gastos, visando a otimização dos nossos recursos”, disse Socorro Neri ao assinar o termo de posse do secretário de Administração e Gestão de Pessoas.

Ao falar aos presentes, Elyson Souza agradeceu o convite e assumiu o compromisso de trabalhar para a garantia de serviços públicos de qualidade. Não faltará esforço e dedicação. Num momento em que nosso país passa por tantas dificuldades, me coloco a disposição para ajudar como um soldado na batalha. Não faltará empenho e dedicação para que juntos possamos dar respostas, encontrar soluções para continuar garantindo serviços públicos de qualidade”.

A solenidade de posse do secretário Elyson Souza contou com a presença da secretária de Diretos Humanos e Políticas Afirmativas, Núbia Musis, da secretária Adjunta de Promoção da Igualdade Racial, Elza Lopes, da secretária Adjunta da Mulher, Lidianne Cabral, do secretário Adjunto de Juventude, Daniel Alves e do diretor-presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Inovação de Rio Branco -ITEC, Mafran Almeida.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.