Conecte-se agora

Assembleia de Deus se desliga da CGADB e da Ceimadac; Luiz Gonzaga cita necessidade de “reforma espiritual”

Publicado

em

Agora é oficial. A Assembleia de Deus do 1º Distrito de Rio Branco não pertence mais às convenções estadual e nacional da denominação religiosa.

A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária na noite desta terça-feira, 09, como havia antecipado o ac24horas, no templo sede da entidade, na rua Antônio da Rocha Viana, no bairro Vila Ivonete, em Rio Branco, pela maioria da igreja.

A tradicional igreja deixa a CGADB e a Ceimadac para se filiar, depois de 75 anos, à CADB (Convenção das Assembleias de Deus no Brasil), entidade eclesiástica fundada há 60 dias em Belém do Pará, na chamada “igreja mãe” da instituição no Brasil. A CADB é comandada pelo pastor Samuel Câmara e conta com pelo menos 10 mil pastores. Mas esse número deve aumentar com mais adesões Brasil afora.

No longo culto, que foi conduzido pelo pastor Luiz Gonzaga de Lima, presidente da Assembleia de Deus no 1º Distrito, também foram apresentados os líderes de congregações, departamentos da instituição e pastores das chamadas regionais da igreja, um rito que ocorre anualmente na primeira semana de janeiro.

A votação foi presenciada pelo pastor Pedro Abreu de Lima, presidente da Convenção de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Acre, e seus auxiliares, que permaneceram no culto, do início ao final, sentados em bancos reservados para obreiros.

Pedro Abreu e auxiliares estiveram na assembleia geral desta terça-feira.

O pastor Luiz Gonzaga direcionou seu extenso sermão para temas relacionados a religiosidade e o que ele chama de “denominacionalismo”.

Citou diversas passagens bíblicas, entre elas a que afirma que “as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja”.

“Religiosidade e denominacionalismo estes sim são manipuláveis. A preocupação de Deus é com a igreja dele”, afirmou Gonzaga.

O sermão de Luiz Gonzaga foi um misto de mensagem bíblica com desabafo. Ele lembrou que durante o tempo em que esteve na presidência da Ceimadac não havia a “politicagem” que há atualmente na entidade.

Também chegou a citar o exemplo do regime chavista da Venezuela ao fazer um paralelo sobre a manipulação do sistema político/eclesiástico que há na CGADB e Ceimadac. “Desde Hugo Chavez o sistema de governo da Venezuela é manipulado.”

O presidente da Assembléia de Deus se referiu a Reforma Protestante para justificar o desligamento. Para ele, a igreja, apesar de admitir, parece ter medo de uma reforma.

“Pense num povo que tem medo de reforma somos nós. Gostamos muito de fazer seminários sobre Reforma Protestante, mas temos medo de reforma”, lembrou.

Propaganda

Destaque 7

Sancionada Lei, de autoria de Jesus Sérgio, que institui o Dia Estadual do Auditor de Controle Externo do TCE

Publicado

em

Foi sancionado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira, 17 de Julho, a Lei Nº 3.394, de autoria do deputado estadual Jesus Sérgio (PDT), que institui o Dia Estadual do Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas do Acre – TCE/AC. A data será comemorada,  anualmente, todo dia 27 de abril, data já reconhecida nacionalmente.

No Parágrafo único da Lei estabelece ainda que Dia Estadual do Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas do Acre passa a integrar o Calendário Oficial de Eventos do Estado do Acre.


Em sessão solene realizada no dia 26 de abril deste ano, data que antecedia a data comemorativa do auditores, o deputado Jesus Sérgio, homenageou os Auditores de Controle Externo do Tribunal de Contas do Acre (TCE). Jesus Sérgio homenageou a auditora Josefa de Oliveira Pereira, que foi uma das primeiras a ingressar na carreira, em 1978.

Na mesma sessão solene foram homenageados ainda os auditores: Jânio Mário Pereira Santos, Jeanine Likawka Medeiros, Renato Bandeira De Sousa e Guaracy Duarte Moreira, atual presidente do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas. Eles receberam o título de Moção de Aplausos, que lhes foi concedido em reconhecimento pelos revelantes serviços prestados ao Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE/AC).

Continuar lendo

Destaque 7

Câmara de Rio Branco entra em recesso após debates intensos e polêmicos

Publicado

em

Em um contexto de polêmica sobre o aumento da passagem de ônibus de Rio Branco e debates intensos sobre temas como a regulamentação dos aplicativos de transportes de passageiros, lei aprovada na última quinta-feira, a Câmara de Rio Branco entrou no chamado recesso do meio do ano.

A atual legislatura completa um ano e meio. E apesar do desgaste que enfrenta a classe política nos quatro cantos do país, os vereadores de Rio Branco conseguem arrancar elogios de parte da opinião pública e da imprensa. Isso se deve muito a atuação de uma oposição barulhenta que incomoda e a condução dos debates pela presidência da Casa.

Dos 17 vereadores, seis, pelo menos em tese, são de oposição, mas só quatro atuam na política anti-Socorro Neri: Roberto Duarte (MDB), Emerson Jarude (sem partido), Lene Petecão (PSD) e N. Lima (PSL).

No bloco dos parlamentares de situação, as defesas comumente são feitas naturalmente pelo líder da prefeita, o comunista Eduardo Farias, e o líder do PT, Rodrigo Forneck.

“Estamos tendo uma legislatura muito produtiva, são dezessete vereadores que estão atentos nas ruas atendendo a nossa população, pois esse é nosso maior compromisso, com o povo. Tivemos grande temas que foram debatidos nas audiências, dentre eles a prestação de contas da saúde, código de obras, combate a violência contra a mulher, prevenção ao suicídio, combate a discriminação racial, discussão da lei orçamentária do município, foram alguns temas que estivemos debatendo”, avalia o presidente da Câmara, Manuel Marcos (PRB).

As audiências públicas e parceria com instituições do Estado e prefeitura, principalmente, são outros dois destaques da atual legislatura, lembra Manuel Marcos.

Neste ano, seguindo a tendência da informatização, a Casa passou a disponibilizar em seu site institucional a leis aprovadas nos últimos 16 anos.

Continuar lendo

Destaque 7

Socorro Neri assina novo termo recebendo doação de 1.000 metros cúbicos de madeira apreendida para a Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura de Rio Branco recebeu nesta sexta-feira (13) mais um lote de cerca de 1.000 metros cúbicos de madeira apreendida pela Superintendência Regional do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Naturais Não Renováveis (Ibama). O termo de doação foi assinado pelo superintendente do Ibama no Acre, Carlos Gadelha, em reunião no Gabinete da Prefeita Socorro Neri.

Estiveram presentes os secretários Jorge Fadel, de Agricultura e Floresta, Kellyton Carvalho, de Serviços Urbanos, além do Chefe de Gabinete Civil da PMRB, Márcio Oliveira e o secretário Adjunto de Obras Públicas, Marcos Venicio.

O Chefe de Fiscalização do Ibama/Acre, Sebastião Santos, detalhou aos presentes o trabalho realizado para efetuar a doação. A prefeita agradeceu a presença de todos e reafirmou o compromisso de bom uso do material doado.

A madeira foi apreendida durante a Operação Ponta do Abunã, que está em andamento na fronteira do Acre, Amazonas e Rondônia com participação de fiscais do Ibama e policiais Federal e Militar. O material doado vem sendo utilizado pela Prefeitura em variadas obras e serviços, especialmente a recuperação de pontes no Cinturão Verde de Rio Branco. Mas há possibilidade de uso para implantação de paradas de ônibus na área rural, cercas e passarelas.

No total, levando em conta as doações feitas pelo Ibama desde o ano passado, o Município de Rio Branco já recebeu 1,7 mil m³ de madeira abatida ilegalmente.

As doações anteriores resultaram em importantes obras, como a ponte sobre o igarapé Santa Maria, no Ramal do Brindeiro, com 15 metros de extensão, que desde o mês passado já atende a comunidade.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.