Conecte-se agora

Aposentada deve ser ressarcida por descontos indevidos no benefício

Publicado

em

O Juízo da Vara Cível da Comarca de Feijó julgou parcialmente procedente os pedidos feito no Processo n°0001315-30.2017.8.01.0013 e condenou instituição bancária por ter feito descontos indevidos no benefício salarial recebido por uma aposentada. Com isso, a empresa deverá devolver em dobro as parcelas descontadas indevidamente, totalizando o valor de R$2.040, e pagar R$8 mil de indenização por danos morais.

Conforme a sentença, homologada pelo juiz de Direito Alex Oivane e publicada na edição n°6.036 do Diário da Justiça Eletrônico (fls.70 e 71), desta terça-feira (9), caso o banco não pare de realizar os descontos, no prazo de 10 dias, será penalizado com multa diária no valor de R$500.

A reclamante recorreu à Justiça contando que percebeu o desconto em seu salário no valor R$60. Segundo a aposentada, foram descontadas 17 parcelas, totalizando R$1.020, mas ela não tinha conhecimento do motivo da cobrança. A reclamante descobriu que os descontos vinham de um contrato de empréstimo em seu nome, que ela afirmou não ter feito.

Sentença

Ao julgar parcialmente procedente os pedidos da consumidora, o juiz de Direito Alex Oivane, que estava respondendo pela unidade judiciária, observou que no contrato do referido empréstimo está assinado o nome errado da reclamante, portanto, era responsabilidade da instituição ter verificado os dados e documentos.

“A reclamada apresentou contestação sustentando que o requerido realizou o referido empréstimo, juntou cópia do contrato 35/43, onde vislumbrei um erro grotesco de cunho ideológico, onde assinaram o nome da reclamante errado. (…) demostrando a falha da ré em permitir o crime, onde não se deu ao menos o trabalho de observar os dados pessoais da reclamante, sendo incontestavelmente omissa”, escreveu o magistrado.

Propaganda

Cidades

Videomaker do ac24horas mostra os bastidores uma das invasão em Rio Branco

Publicado

em

Continuar lendo

Cidades

Homem é encontrado morto após estuprar mulher mototaxista

Publicado

em

Um homem de nome ainda não divulgado foi encontrado morto na noite desta sexta-feira (20), em um ramal localizado no bairro Distrito Industrial. Ele é suspeito de ter supostamente estuprado uma mulher mototaxista que havia realizado uma corrida para ele. A moto e a mulher foram encontradas em um matagal por populares que acionaram o socorro. A mulher estava nua e desorientada.

O acusado teria saído do bairro Tucumã até o local do ocorrido localizado na Estrada de acesso ao presídio da capital. Ao chegar lá, ele teria obrigado a mototaxista a ir com ele até uma área de mata, onde teria abusado dela sexualmente. Após algum tempo, ela conseguiu correr e foi socorrida por populares que acionaram uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel Urgência (Samu).

Sabendo que o homem estaria ainda na região, mototaxistas iniciaram buscas chegando a pedir apoio da Polícia Militar que não localizou o indivíduo e depois que saíram, tiveram que retornar ao receberem a notícia de que ele havia sido encontrado morto. No corpo do homem haviam sinais de espancamento. A suspeita é de que ele tenha sido agredido até a morte.

O local ficou isolado para os trabalhos periciais e em seguida, o corpo foi encaminhado para reconhecimento na base do Instituto Médico Legal (IML). Ninguém chegou a ser preso até o momento.

Continuar lendo

Cidades

Homem é morto à tiros em frente a distribuidora no bairro Ivete Vargas

Publicado

em

Um homem identificado como Eder Oliveira de Farias, foi assassinado na noite desta sexta-feira (20) no bairro Ivete Vargas. O homem estaria na frente de uma distribuidora quando o foi alvo de tiros.

De acordo com o informado pela Polícia Militar, os criminosos se aproximaram em uma motocicleta e armados efetuaram cerca de 10 disparos.

Populares chegaram a acionar uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel Urgência (Samu), mas só puderam atestar o óbito. O local ficou isolado e após a coleta de informações, a polícia saiu em busca dos suspeitos

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.