Conecte-se agora
Fechar

Governo desiste de cortar gratificações da PM e do Corpo de Bombeiros, diz AME

Publicado

em

Depois de pressões da categoria dos policiais militares que gerou até o pedido de exoneração do coronel Ricardo Brandão que ocupava o cargo de subcomandante da Polícia Militar, o governador do Acre, Sebastião Viana, do PT, voltou atrás na decisão de aceitar a recomendação do MP Acre de cortar as gratificações dos militares. A informação é do sargento Joelson Dias, presidente da Associação dos Militares (AME), que confirmou a decisão do chefe do executivo estadual.

Segundo as associações que representam os policiais militares e bombeiros militares, os benéficos como sexta-parte salarial entre outras remunerações serão mantidas pelo Estado. A decisão veio após reunião com o procurador geral do MPAC, Oswaldo Da’Albuquerque, o secretário de segurança, Emylson Farias, a secretária de Estado de Gestão Administrativa, Sawana Carvalho e o comandante da Polícia Militar, coronel Júlio César.

Joelson Dias disse que o corte das gratificações seria falta de respeito com os miliares que tiram dinheiro do bolso para consertar viaturas para trabalhar. “Este Governo antes de anunciar os cortes de gratificações poderia ter sentado com a categoria e visto nosso posicionamento. E não acatar somente a recomendação do MP. Sabemos que a interpretação do MP foi equivocada, por isso a decisão foi revista e o governo voltou atrás”, destaca.

Para Joelson Dias, os militares ficaram desmotivados e isso afetou o trabalho. “Imagina quantos policiais militares passaram a vira de ano apreensivo com a retirada de parte de seus salários? Uma categoria que no meio de todo esse caos vem trabalhando, mesmo com a falta de estrutura para o exercício da profissão. Estamos há cinco anos sem receber fardamento, quando a lei estipula que devemos receber dois fardamentos por ano, enfatiza o presidente da AME.

O militar destaca que “vivenciamos dias que as viaturas não tinham combustível, policiais que tiravam dinheiro do bolso para consertar as motos quebradas. Não fizemos nada mais radical por respeito à sociedade. Quando o governo tenta retirar direitos nossos, ele não prejudica o governador que tem sua segurança, mas a sociedade”, relatou Dias, que confirmou que o secretário Emylson Farias teria garantido a permanência das gratificações dos militares.

De acordo com Joelson, a questão é vista pelos militares como uma situação política por parte de gestores do Estado e que a pressão da categoria acabou garantido que o Governo não cometesse mais um desrespeito com os militares do Estado do Acre.

A reportagem fez contato com a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública que não respondeu até o fechamento desta matéria. O secretário Emylson Farias também não respondeu as mensagens e não atendeu as ligações da reportagem. O espaço ficará aberto para caso o secretário queira se pronunciar sobre o assunto.

 

Propaganda

Acre

Prefeito de Senador Guiomard sanciona decreto que assegura 13º salário a vereadores

Publicado

em

O prefeito de Senador Guiomard, André Maia (PSD), sancionou projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal que garante aos vereadores do município o pagamento de 13º salário ao fim do ano. O projeto inicial previa o benefício também a Maia e ao seu vice, mas este trecho da lei foi vetado pelo gestor.

O motivo apresentado para o veto é o impacto que um salário a mais para ele e o vice causariam nas contas públicas. Porém, o prefeito não levou em conta o mesmo cenário no 13º dos vereadores. Caso vetasse a medida, André Maia poderia enfrentar dificuldades em sua governabilidade, recebendo retaliação dos vereadores.

Apesar de possuir um portal da transparência, a Câmara de Senador Guiomard não tem alimentado o banco de dados sobre despesa com pessoal. Dessa forma não é possível saber o salário de um vereador pago pelo contribuinte, nem qual será o impacto para o erário deste 13º. A funcionalidade do portal é quase zero.

O benefício vem num momento em que as prefeituras de todo o país passam por crise no orçamento em virtude da queda de arrecadação e de transferência federal. Agora, ao invés de aplicar recursos em áreas como saúde e educação, a prefeitura terá que que gastar mais com o salário dos vereadores.

Continuar lendo

Acre

Antonio Aquino Lopes é eleito vice-presidente da CBF pelos próximos quatro anos

Publicado

em

O presidente da Federação Acreana de Futebol, Antônio Aquino Lopes, o Toniquim, foi eleito ontem a tarde (180) vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, a CBF. Ele compôs a chapa encabeçada por Rogério Caboclo e vai integrar a cúpula da entidade máxima do futebol brasileiro.

Com apoio unânime entre Federações e Série B e quase total adesão na série A, Rogério Caboclo foi eleito presidente da CBF em eleição realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro (RJ), na tarde desta terça-feira (17). O executivo toma posse em abril do ano que vem e seu mandato terá duração de quatro anos (2019-2023).

A Chapa União teve 95,7% dos votos. O pleito foi dividido da seguinte forma: a urna 1 recebeu os 27 votos dos presidentes de federações, todos para Rogério Caboclo. A urna 2 teve 18 votos de presidentes de clubes da Série A do Campeonato Brasileiro: foram 17 para a chapa vencedora e um voto em branco, sendo registradas ainda uma abstenção e uma ausência. A urna 3 abrigou as 20 cédulas depositadas pelos dirigentes de equipes da Série B, sendo todas favoráveis a Caboclo.

Oito novos vice-presidentes também foram eleitos para a diretoria que tomará posse no ano que vem. São eles: Antônio Aquino Lopes, Antônio Carlos Nunes, Castellar Guimarães, Ednaldo Rodrigues, Fernando Sarney, Francisco Noveletto, Gustavo Feijó e Marcus Vicente.

Continuar lendo

Acre

Carro estacionado em vaga para deficientes na Uninorte é parte de campanha de Trânsito

Publicado

em

Um carro foi estacionado em uma vaga para deficientes físicos e coberto por adesivos coloridos que formavam o desenho de uma placa de trânsito, no estacionamento da Uninorte, em Rio Branco. Os adesivos chamaram a atenção de quem passou pelo estacionamento nesta quarta-feira, dia 19.

Apesar de muitos pensarem que se tratava de mais um condutor imprudente, o fato não passa de uma campanha para conscientizar os alunos e visitantes da instituição. O carro pertence a um professor, cujo nome ainda não foi divulgado, e visava chamar a atenção dos alunos.

Se o objetivo era chamar a atenção, isso aconteceu: a imagem ganhou espaço nas redes sociais rapidamente, com dezenas de curtidas, comentários e compartilhamentos no facebook. Parte da imprensa chegou a cogitar que que o episódio seria um ato de protesto a algum motorista.

Dezenas de acadêmicos dos cursos, que também acessam o estacionamento da faculdade privada, se aglomeraram ao fim da aula para observar o carro adesivado e tentar descobrir de quem era o carro.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.