Conecte-se agora
Fechar

“Gladson não é nem de longe o meu melhor candidato ao governo do Estado”, diz Bittar

Publicado

em

O ambiente dentro da oposição não é nem perto de um clima de harmonia e união. Em um áudio que circula nas redes sociais o pré-candidato ao Senado Federal pelo PMDB, ex-deputado Márcio Bittar diz que o senador Gladson Cameli (PP) não é nem de longe seu melhor candidato ao governo. Bittar também diz que o presidente Michel Temer se encontra todo enrolado, mas vem concertando o Brasil.

Ex-deputado diz em áudio para seus amigos se animar e que ficar ruminando os problemas da oposição não irá levar a a lugar nenhum.Bittar diz que o problema está na esquerda, que chamou de “merda”. “O Gladson não é nem de longe o candidato que eu gostaria de ter, mas é o candidato que eu tenho para derrotar o PT. E é o meu candidato. Eu vou pedir voto pra ele. Já estou pedindo voto. Já lancei o cara tem dois anos e meio. Vamos ganhar a eleição para o Senado”, destaca Márcio.

Bittar diz ainda que tem hora que fica achando que estão querendo baixar seu alto-astral, e ressalta que está feliz da vida. “A gente cresceu pra caramba. Estava sozinho há um ano e não tinha um partido político. Hoje temos cinco partidos políticos me dando apoio total e irrestrito. Nós vamos ganhar a eleição e é com o Gladson, e com essa oposição do jeito que vocês conhecem ai. Então, a gente ficar emulando isso 24 horas não ajuda, mas tudo bem é só uma observação. Estou de bom astral, estou animado como sempre, otimista, com o Acre e o Brasil”, diz pré-candidato.

O ex-parlamentar depois de criticar a capacidade de Gladson também faz elogios ao presidente Michel Temer mesmo afirmando que Temer está todo enrolado. “Esse Michel Temer todo enrolado está concertando o Brasil. À reforma trabalhista foi um marco no Brasil. Acabou com a legislação fascista dos tempos de Mussolini na Itália. Modernizou as leis trabalhistas”, afirmou Márcio.

O pré-candidato também disse que estar torcendo para passar os três itens da reforma da previdência e destaca que não tem cabimento coronéis, governadores, políticos, professores se aposentar com 50 anos de idade. Bittar diz ainda em áudio, que ninguém aguenta isso e que tem 54 anos e não tem aposentadoria nem pensão, e também não pretende parar de trabalhar.

“Não tem cabimento a esmagadora maioria dos servidores públicos brasileiros se lascando por conta de 10% ou 15% dos servidores que ganham mais de 30, 40, 50 e 80 mil. Isso é um absurdo. Temos que estabelecer limites, teto que são as três medidas que foram lá para ser votadas. Estou torcendo para serem votadas. Por que o Brasil precisa dessa reforma. O Brasil está melhorando. Este ano que vem o Brasil cresce acima de 3% acima do PIB”, ressalta Márcio.

No final do áudio Bittar acresenta que o Brasil saiu de uma recessão considerada a maior da história e que se encontra animado com os amigos e partidos. “O resto  a gente vai torando, ainda mais agora que vai chegando o natal”.

Acre

Antônio Pedro diz que Tião Bocalom não ‘combinou’ com ele a candidatura de Ulysses

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

A situação do Democratas, partido presidido no Acre pelo ex-prefeito de Acrelândia, Tião Bocalom, chega a lembrar a história bíblica da Torre de Babel, mencionada no Livro do Gênesis, quando um grupo de pessoas ambicionava chegar ao céu com a construção a edificação, mas foram castigados por Deus que, confundiu-lhes as línguas e o projeto fracassou. O mesmo acontece com o DEM, legenda onde ninguém se entende quando o assunto sãos as eleições 2018.

Depois do anuncio de Coronel Ulysses, que teria aceitado convite de Bocalom para disputar o governo do Acre pelo Democratas, o deputado federal Alan Rick disse que Bocalom não estaria autorizado pelo presidente nacional da sigla, o senador Agripino Maia. Agora foi a vez do deputado estadual Antônio Pedro. Ele procurou a reportagem de ac24horas para informar que o ex-prefeito de Acrelândia nunca conversou com ele sobre a candidatura do militar.

“Sou extremamente contrário à candidatura do Coronel Ulysses Araújo pelo Democratas. O Bocalom sempre fala que combinou com todo mundo, mas isso não é verdade, comigo não combinou até porque ele sabia que eu sempre fui contra a candidatura de terceira via”, diz Antônio Pedro, parlamentar que é simpatizante da pré-candidatura de Gladson Cameli (PP) ao governo do Acre. Ele defende que o bloco de oposição saia com candidatura única.

Demonstrando descontentamento com a falta de sintonia no Democratas, Antônio Pedro não descarta abandonar o partido, caso prevaleça a decisão de lançamento de candidatura própria. “Eu nunca concordei com essa terceira via que Bocalom anda defendendo. Não sou a favor da divisão das oposições em um momento que a união significa a vitória sobre a Frente Popular. Caso Bocalom insista com isso, eu vou seguir outro caminho “, finaliza o deputado.

Continuar lendo

Acre

Ministério Público do Estado do Acre inaugura Unidades Ministeriais de Tarauacá e Feijó

Publicado

em

Para fechar o calendário de entrega de obras do biênio 2016-2018, o procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto, entregou nesta terça-feira, 16, as Unidades Ministeriais dos municípios de Tarauacá e Feijó. A entrega faz parte das atividades de encerramento de gestão.

Estiveram presentes no ato, a corregedora-geral e o secretário-geral do MPAC, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues e Celso Jerônimo de Souza, além de diretores e chefes de departamento, incluindo, a equipe do Departamento de Arquitetura e Engenharia do MPAC, responsável pela elaboração e execução dos projetos das Unidades.

Oswaldo D’Albuquerque destacou que o objetivo principal da estruturação das Unidades no estado, visa o melhor desempenho das atividades funcionais de membros e servidores, a fim de alcançar o objetivo maior, que é promover justiça atendendo da melhor forma o cidadão.

“Estas duas Unidades fecham um ciclo da nossa gestão que tem por lema o programa institucional “Viver para Servir”. Um trabalho feito com base na união e luta constante em defesa do cidadão, pois uma instituição só é forte se todos os seus componentes estiverem irmanados. Por toda essa união, ousadia, iniciativa e sucesso quem sai ganhando é o cidadão. Sigamos nesta busca pelo bem-estar da nossa sociedade”, disse o procurador-geral.

Para Kátia Rejane, eleita procuradora-geral de Justiça para o biênio 2018-2020, o ato de entrega das duas Unidades representa não só a estruturação de um prédio, mas de um sonho.

“Um sonho de uma gestão que pensa um Ministério Público para melhor servir a população. Aqui a gente vê o quanto que nossa instituição evoluiu e precisamos homenagear quem merece, pois, o Dr. Oswaldo soube formar a equipe. Parabéns a todos que se empenharam e trabalharam com afinco e responsabilidade. É importante investir num ambiente que permite receber com dignidade o cidadão”, disse Kátia Rejane.

MPAC em Tarauacá

Em Tarauacá, a solenidade teve a presença dos promotores de Justiça local, Bianca Bernardes e Flávio Bussab, além da coordenadora da Rede de Ensino Municipal, Francisca Aragão, e do juiz de Direito do Fórum local, Guilherme Fraga.

Em homenagem póstuma do MPAC, a Unidade leva o nome da promotora de Justiça Dinaura Margarida Gadelha Dias. Os filhos, Igor Dias e Laura Rachel Dias, estiveram presentes na solenidade para receberem a placa de homenagem à mãe.

“É com muita alegria que eu recebo essa homenagem. Agradecemos ao Dr. Oswaldo e à Dra. Katia. Durante toda minha vida crescemos no MP e hoje tenho a honra de trabalhar no órgão. Ficamos muito felizes. Minha mãe vivia o MPAC e sabemos que isso teria um grande significado para ela”, afirma o filho de Dinaura.

A promotora de Justiça gestora da Unidade, Bianca Bernardes, também agradeceu à gestão e externou sua alegria pela estruturação da Unidade.

“Eu fico muito feliz por chegar aqui a tempo para vivenciar a ousadia, a forma progressista e muito humana de atuação do nosso procurador-geral. Essa entrega representa um vínculo estreito entre a gestão e a sociedade. Deixo minha gratidão a todos”, externou.

Unidade Ministerial de Feijó

Em Feijó, as obras de revitalização tiveram recursos oriundos de convênio com o Ministério da Defesa, por meio de Emenda Parlamentar do então deputado federal Thaumaturgo Lima.

O evento de entrega da Unidade Dr. Edmar de Azevedo Monteiro, em homenagem póstuma ao ex-procurador-geral de Justiça do MPAC (1986-1988), teve a presença dos promotores de Justiça, Juliana Hoff e Vanderlei Cerqueira. Também prestigiaram o ato, o juiz de direito Alex Oivane e o vice-prefeito de Feijó, Cláudio Gomes.

Outra homenagem póstuma foi dedicada ao ex-procurador-geral de Justiça Yoshio Suzuki. Seu nome foi dado ao auditório da Unidade de Feijó. As placas de homenagem serão entregues aos familiares em evento a ser realizado na Sede do MPAC em Rio Branco, na próxima semana.

“É uma honra fazer parte desse momento que representa melhorias sem precedentes para nossa instituição. E essa é só uma parte de tudo o que a atual gestão fez nos últimos quatro anos à frente do MPAC. Parabéns ao procurador-geral e toda a equipe por esse avanço expressivo”, congratulou Juliana Hoff.

Em seu depoimento, Celso Jerônimo lembrou os tempos em que atuou na Comarca de Feijó, o local que, segundo ele, aprendeu a ser promotor de Justiça.

“Parabéns ao Dr. Oswaldo. à Dra. Kátia e aos promotores que trabalham para fazer essa instituição cada vez melhor. Eu tenho maior orgulho de ser membro do MPAC e de ter passado por essa promotoria de Justiça e ver de perto todo esse avanço. Desejo um trabalho exitoso e abençoado a todos vocês”, finalizou.

Outras inaugurações

Este ano, o procurador-geral também inaugurou o complexo administrativo do MPAC em Rio Branco, o qual foi totalmente reformado e passou a abrigar todos os órgãos da administração superior e os Núcleos de Atendimento direto ao Cidadão. As Unidades da capital onde funcionam as Promotorias Cíveis e Especializadas, o Núcleo de Apoio Técnico, Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO), e os edifícios onde estão instaladas a Casa da Cidadania, os dois novos prédios do Departamento de Material e Patrimônio (DEMAP) e o prédio do Centro de Especialidade de Saúde (CES), também receberam ampliação/adequação de acessibilidade e estão situados no Centro da cidade, o que facilita o acesso do cidadão aos serviços.

Foram inauguradas/reformadas/ampliadas, ainda, as Unidades Ministeriais de Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Mâncio Lima, Acrelândia, Bujari, Brasileia, Manoel Urbano e Senador Guiomard, além da instalação de Escritórios de Representação em Jordão, Santa Rosa do Purus e Cidade do Povo em Rio Branco.

“Como resultado desses investimentos em infraestrutura e equipamentos, realizados com recursos extra-orçamentários, houve um retorno significativo em prol da sociedade, como, por exemplo, a recuperação de mais de R$ 12.000.000,00 de ativos para o Estado somente no ano de 2017, por meio do nosso GAECO”, destacou o procurador-geral.

O que disseram:

“Essa inauguração representa o efetivo compromisso e respeito do MPAC na sua gestão, Dr. Oswaldo, que proporciona uma estrutura acessível para a população e segue o projeto Viver para Servir. Agradecemos a todos os atores diretos envolvidos nesta conquista. Expresso meu desejo de que essa sede tenha êxito e sucesso em servir a população”. Flávio Bussab, promotor de Justiça em Tarauacá.

“É uma felicidade enquanto membro do MPAC em Feijó acompanhar esse momento e saber que temos uma estrutura favorável a execução do nosso trabalho e, acima de tudo, favorável ao melhor atendimento àqueles que necessitam do MPAC, que é a sociedade, o cidadão”. Vanderlei Cerqueira, promotor de Justiça em Feijó.

“Hoje o MPAC possui um Departamento de Arquitetura e Engenharia que dispensa a necessidade de contratação de serviço externo para as demandas relativas as obras. E foi assim, graças a nossa equipe (Tiago Bezerra, Germano Farias, Marcel Blazute, Hemilly Gondim e Marcos Costa), que avançamos na entrega de todas as Unidades construídas e revitalizadas este ano. Parabéns a todos”. Susye D’Albuquerque, chefe de Departamento de Engenharia e Arquitetura.

“Parabéns ao MPAC pela forma que trabalha em prol da Justiça em nosso município. Nasci em Feijó e acompanhei a relevante evolução do órgão na nossa cidade que hoje tem um espaço próprio, que dá condições de trabalho aos servidores e membros e, sobretudo, atendimento de qualidade para a população”. Cláudio Gomes, vice-prefeito de Feijó.

“Parabéns ao MPAC pelas novas instalações, pois Feijó merece. Essa Administração do MP foi exemplar, mesmo diante a crise severa que passamos conseguiu se superar. O que vocês fizeram com essa sede é de se inspirar e dar exemplo as demais instituições”. Alex Oivani, Juíz de Direito.

Continuar lendo

Acre

Setor do Instituto Médico Legal de Rio Branco é fechado por falta de peritos; saiba mais

Publicado

em

O Instituto de Identificação Veicular do IML fechou as portas por falta de peritos. A suspensão dos serviços impede as pessoas de recuperarem seus veículos e dificulta o trabalho da Justiça.

O setor fechou no dia 22 de dezembro, mas já encontrava dificuldade para atender as demandas há muito tempo. Com esse problema, até o Poder Judiciário vem encontrado dificuldades para julgar processos sem os devidos laudos periciais.

Segundo o diretor de Polícia Técnico Cientifica, Halley Marcio, de 46 peritos, hoje só existem 16, os demais se aposentaram ou conseguiram emprego em outras áreas através de concurso.

“A perícia criminal, ela tem 32 áreas forenses, nós temos hoje o quantitativo mínimo para estar atuando em cada área dessas. Como essa insuficiência está visível, então não tem como eu abraçar cada uma dessas sessões. Decidimos por fechar infelizmente esse setor, para que possamos atender as demandas com maior prioridade”, disse o diretor.

Estava prevista para os próximos dias, a contratação de pelo menos 15 peritos e mais dois médicos legistas, além de 70 candidatos do último concurso aprovados e prontos para o curso de formação, porém, devido ao limite prudencial do Estado, esses concursados ainda não puderam ser contratados. A previsão é até junho deste ano.

“A receita do estado aumentou com o repasse para o pagamento dos salários e 13º dos servidores e dia 20 agora será avaliado o limite prudencial, liberou, esses concursados serão os primeiros a serem chamados”, disse o secretário Emylson Farias.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.