Conecte-se agora
Fechar

Erros e acertos

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Todo governo é feito de erros e acertos. Não existe o governo perfeito. Entre os dois grandes acertos do governador Tião Viana até aqui na sua administração está o da criação e funcionamento exemplar da Central de Transplantes, com centenas de vidas salvas de quem já tinha perdido a esperança de continuar vivendo, referência nacional neste campo. O outro é o Programa “Quero Ler”, que visa erradicar o analfabetismo. Não escrevo antes de checar dados e comparar com os índices que servem de parâmetro à ONU. Não tenho nenhum temor de colocar que até o final do ano se terá zerado o analfabetismo, no Estado. A beleza destes dois programas é que, não foram montados para fazer politicagem. O primeiro foi para salvar vidas. O segundo, para dar dignidade àqueles que não tiveram condições de aprender a ler. É como acender uma luz na escuridão. Nestes dois pontos, não cabe uma crítica ao gestor Tião Viana.

BARRADOS NO BAILE DOS NANICOS
Em reunião realizada na sede do PSOL, ficou decidido pelos dirigentes do PSDC-PSOL-PV-PRP-PMB-PV, a exclusão do PDT e PRB da chapinha a ser formada pelos nanicos para deputado estadual e deputado federal. O argumento é que o PDT e PRB têm nomes com densidade eleitoral superior aos dos demais nanicos, o que desequilibraria a chapa. A informação é do dirigente do PSDC, Luiz Carlos Assis. Santa Madalena dos náufragos! Isso afundou o PRB e PDT, os deixando abraçados num mar revolto. E agora, seu Zé?

VIRA TESE DE DOUTORADO
O entrevistado deve se limitar a responder as perguntas feitas pelo entrevistador de forma esclarecedora, mas enxuta. Respostas longas viram tratado de doutorado e não despertam a atração e atenção do leitor, que nem lê o texto completo. Fica enfadonho para quem consegue ir até o final da leitura. Foi o caso da recente entrevista da Chefe do Gabinete do Governo, Márcia Regina, onde cada resposta esticou tanto como cantiga de grilo em tempo de procriação. Podia ter sintetizado. Porque se assim não fizer, só lê a entrevista por completo o entrevistador e a entrevistada. Foi o seu caso. Extremamente enfadonho.

MELHOR QUE SER SENADOR
Um corretor tentava esta semana vender um carro de luxo da marca Chevrolet, para um cliente, quando lhe foi perguntado a origem do veículo. “Só sei que, este carro foi doado por um fiel ao Pastor…… e ele me pediu que vendesse somente a dinheiro vivo”, explicou. Dedução: está sendo muito mais vantajoso ser Pastor evangélico do que Senador da República. Aleluia!

É DO SER HUMANO
Há todo tipo de ser humano; os de espírito mais fraco, incautos, influenciáveis, e que, sempre conseguem ser enganados pelos mais espertos. E isso aconteceu ao longo da milenar história da religião. Em seu nome já se fez guerra, massacres, mortes na fogueira e tirando proveito sempre os espertos. É o velho ditado, quem tem burro não anda à pé.

PRESENÇA MAIS VISÍVEL
A presença policial é mais visível nas ruas. Esta semana está sendo pródiga de grandes operações que desbarataram quadrilhas perigosas e bem armadas. Quando a polícia está nas ruas dá mais uma sensação de traquilidade. O secretário Emylson Farias não tem se omitido.

PODEM ESQUECER
Os novos candidatos podem esquecer alguma mexida na chamada “bancada do batom” na Assembléia Legislativa. Não tenho bola de cristal, mas conheço as bases eleitorais e as suas estruturas e apoios. Só numa zebra, as deputadas Maria Antonia (PROS), Juliana Rodrigues (PRB) e Eliane Sinhasique (PMDB) e Leila Galvão (PT), não voltarão ao parlamento no próximo ano.

TENDÊNCIA AUMENTAR
E a tendência é aumentar a bancada das mulheres na ALEAC, porque as candidatas Antonia Sales (PMDB), Charlene Lima (PTB), Sawana Carvalho (PT) e Meiri Serafim (PMDB) são fortes.

A PINDAÍBA VEM A GALOPOE
Em todo final de anos sempre vem algum recurso maior no FPM. Só que isso não é linear, mas uma situação de momento. Os prefeitos que fizeram a gracinha de se presentear com o 13º e também para os secretários, vereadores e vice-prefeitos, não venha depois chorar pindaíba.

70 ANOS
Quem completou 70 anos foi o jornalista Silvio Martinello, com o qual trabalhei décadas na GAZETA. O Silvio é um jornalista completo, de texto primoroso e uma bela figura humana. Ao Martinello o meu mais profundo respeito, os parabéns, e lhe desejando vida longa. E volte a escrever! Seria um presente aos que gostam do jornalismo instigante.

FURIOSOS
Os dirigentes dos demais partidos nanicos estão furiosos com a hipótese do presidente Luiz Tchê, sair com chapa própria para deputado federal, o que prejudica a formação original. Na avaliação de muitos, Tchê está assim agindo para agradar ao PT, que lhe deu duas secretarias, inclusive, uma para a sua nora, já que os petistas sonham com toda a FPA num chapão.

NÃO ACABA A CHAPINHA
Fui colher opiniões dos outros partidos que integram a chapinha e ouvi de todos que, a decisão do deputado Luiz Tchê (PDT) de ter chapa própria não vai implodir a chapinha. “Ninguém vai entrar no chapão do PT, nem que chova canivetes”, disse um deles mais exaltado.

CHAPA ENCORPADA
Com a entrada do Dr. Jefrson, o “Pururuca”, na coligação formada pelo PTB-PPS-SOLIDARIEDADE , esta ficou mais encorpada e a possibilidade da aliança eleger dois deputados estaduais é alta. Pururuca foi primeiro suplente de vereador e é primeiro suplente de deputado estadual.

ANTONIO PEDRO
Não é um deputado muito badalado. Mas, dentro da sua limitação, o deputado Antonio Pedro (DEM) chega ao final desta legislatura com uma boa postura parlamentar. Como oposição, raro é o dia que não vai à tribuna criticar e cobrar do governo. E pedindo melhorias para Xapuri.

NÃO DEVE SER FÁCIL
Num tempo de grave crise econômica não deve ter sido fácil ao Governo e PMRB pagar o 13º salário e o mês de dezembro aos seus servidores. Muitos Estados ricos não conseguiram pagar o mês de novembro. Pagar em dias é obrigação, mas em crise econômica é uma façanha.

BOM DIA PREFEITO
Moradores da Rua das Palmeiras, no seu final, confluência com a 10 de Junho, estão às escuras com a iluminação pública pifada, um perigo nestes tempos de alta bandidagem na rua. Fica o registro para providências pelo prefeito Marcus Alexandre.

TÃO CULPADOS
O ex-presidente da CBF pegou 120 anos de cadeia nos EUA, por receber e pagar propinas no mundo do futebol. Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, não pode ir ao exterior para não ser preso. Mas ainda assim é mantido no cargo de forma vergonhosa pelos coniventes presidentes de federações de futebol dos Estados. Estes foram e são os seus avalistas.

SERIA INGRATIDÃO
A deputada federal Jéssica Sales (PMDB) destina o grosso das suas emendas parlamentares para o Juruá. Se os prefeitos da região não trabalharem a sua reeleição é ingratidão. As demais regiões, para onde destinou mixarias, não têm tanto essa obrigação política. Seu mandato é praticamente focado no Juruá.

VEREADORES COESOS
Em Tarauacá, os vereadores e uniram e não aprovaram o 13º salário para a prefeita Marilete Vitorino. A prefeita acabou sofrendo um desgaste de graça e até porque pessoalmente não precisa deste salário duplicado. Sem falar que há muitas carências na cidade esperando solução.

Porta aberta
O senador Gladson Cameli (PP) diz que a porta do seu partido está aberta para receber o ex-deputado federal Taumaturgo Filho, que pediu desfiliação do PT, caso seja esta a sua intenção. Ambos estão próximos politicamente.

QUEM DARÁO TOM
Não sei se será o próprio a ser o primeiro suplente do Márcio Bittar (PMDB), na sua chapa para senador. Mas que a indicação a ser feita será pelo ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, não há dúvida. Vagner funciona como uma espécie de tutor político da sua candidatura.

CAMPANHA MAIS NA RUA
Ninguém está com a campanha mais nas ruas, nos municípios, nos grotões, do que o senador Sérgio Petecão (PSD). Sabe que os votos da chamada elite é minoritária neste jogo pesado. O Petecão está na mesma pisada quando da sua última eleição em que surpreendeu e venceu.

O CANTAR DO GALO
Traição à vista; no popular, uma bruta trairagem, vai acontecer na oposição. E não será nem preciso o galo cantar três vezes para que isso venha a ocorrer. Só que história mostra que os traidores sempre pagaram um preço alto. Não existe nada mais vil do que a figura do fura olho.

INFLUÊNCIA ZERO
Virou uma discussão tola esse batismo do prefeito Marcus Alexandre na igreja Batista do Bosque. Não é a mergulhada que deram na sua cabeça numa piscina que definirá se ganhará ou perderá a eleição para o governo no próximo ano. O eleitor evangélico, somente uma minoria, vota puxada pelo beiço por Pastor. O mesmo se aplica a quem é católico, umbandista, espírita e etc. Por exemplo, podem mergulhar a cabeça do ex-vereador Cabide dez vezes numa piscina lhe batizando e mandar sair para o governo que leva uma surra nas urnas. O eleitor não vota na religião do candidato. Vota no seu perfil e por acreditar nele. Foi um ato simbólico e de influência zero na eleição para o Palácio Rio Branco, em 2018. Fica só na questão da fé.

Blog do Crica

Mérito de condução

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Para Sebastião Viana é bola ou burica

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

PMDB não combinou com os russos

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.