Conecte-se agora

A oposição não terá moleza para vencer a eleição ao Governo do Acre

Publicado

em

Um dos maiores erros que alguém pode cometer ao participar de uma competição é subestimar o adversário. Vejo algumas pessoas na oposição já distribuindo cargos e fazendo promessas que podem não se cumprir. O jogo precisa ser jogado com sabedoria para poder ser vencido. A precipitação é fatal. Fazia tempo que eu não acompanhava as agendas do atual Governo do PT. Mas fui convidado para acompanhar a comitiva do governador Tião Viana (PT) no Vale do Juruá. Entregaram ruas pavimentadas e saneamento em Porto Walter e Marechal Thaumaturgo e uma grande escola em Cruzeiro do Sul, toda equipada e com um confortável ginásio de esportes. Mas o mais importante, levaram água potável e saneamento para comunidades isoladas na zona rural de Mâncio Lima e no Rio Crôa. Pode parecer pouca coisa, mas não é. Esse contato direto do governador entregando benefícios às populações do interior sempre gera um sentimento de gratidão. Consequentemente um clima favorável ao eleitorado às vésperas das eleições. Os discursos tiveram um viés político com balanços dos avanços sociais no Acre dos governos de Jorge Viana (PT), Binho Marques (PT) e do Tião. Apesar de existirem erros também têm serviços prestados e isso é inegável. Portanto, ninguém vai chutar cachorro morto e nem empurrar bêbado ladeira abaixo. Obviamente que o desgaste de 20 anos no poder é grande. Mas por outro lado, existem avanços consideráveis que poderiam ser até maiores se não tivesse entrado no jogo tanta vaidade política. Agora, como eleitor vai entender essa equação é um mistério.

Do quadro nacional para o local
Por um lado o PT nacional se desgastou com as diversas investigações de corrupção que atingiram vários dos seu membros. Perdeu a pureza política embutida na sua criação. Mas por outro, existe uma insatisfação popular evidente com as medidas que têm sido tomadas pelo Governo de Michel Temer (PMDB). Sem falar que o PMDB e o PP foram dois dos partidos mais envolvidos na Lava Jato. Prova disso, são as pesquisas que ainda colocam o ex-presidente Lula (PT) como favorito. E como isso afeta a eleição no Acre?

Cada um carrega o seu caixão
Trazendo essa questão para o Acre, Marcus Alexandre (PT),carregará o caixão de Lula, se for condenado. Gladson Cameli (PP) velará os despojos do Temer, já que detém grande partes dos cargos do Governo Federal no Acre. Enquanto o Coronel Ulysses (Patriota) terá que aguardar qual será o desgaste de Bolsonaro (PSC) com o seu excesso de conservadorismo. Portanto, não tem ninguém livre, leve e solto nesse processo. Todos terão cadáveres políticos para carregar nas campanhas.

Não é bem assim
As obras da BR 364 assumidas pelo senador Gladson Cameli estão andando melhor do que se esperava. Ouvi muitos elogios em Cruzeiro do Sul. O que poderia ter sido uma tragédia anunciada tornou-se um ponto favorável.

O problema é outro
Mas a gestão do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PMDB) não está agradando. Muita gente joga a responsabilidade para o ex-prefeito Vagner Sales (PMDB) e para o Gladson que foram seus maiores apoiadores. Essa equação entre erros e acertos também será colocada na balança eleitoral.

Esqueça
Uma fonte muito próxima do Gladson me garantiu que o vice não será o médico Eduardo Veloso (PSDB). A tendência é colocar alguém que seja de confiança da família Cameli. O perfil do vice será de gestor e com base na Capital. E pelo jeito não será um político.

Gritaria
O pessoal ligado à FPA no Juruá tampouco engole o nome de Emylson Farias (PDT) como vice de Marcus. Parece que a indicação foi precipitada. Apesar de Emylson ser um bom técnico o momento não é favorável. Sem falar que não agrega numa base importante da disputa, o Juruá. O fato é que esse debate deveria se estender mais até as Convenções Partidárias porque até lá nada é oficial e pode ser mudado.

Quem pode mais chora menos
Definitivamente não será uma eleição fácil pra ninguém. E voltando ao início, quem subestimar o seu adversário começa em desvantagem. A FPA não pode descansar sob os louros dos avanços sociais conseguidos nas suas gestões e a oposição não deve achar que já ganhou devido aos erros da FPA. É preciso que todos os envolvidos no processo eleitoral apresentem projetos de governo que despertem a confiança da população acreana. Não se ganha uma eleição com bravatas e mentiras. Quem souber se comunicar melhor terá maiores chances de levar a fatura.

Propaganda

Coluna do Nelson

Conflito entre PT e oposição sobre a violência só complica mais a situação

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Marina Silva virá ao Acre para fortalecer campanha de Minoru ao Senado

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Insatisfações de aliados poderão mudar o candidato a vice de Marcus

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.