Conecte-se agora

Operação prende homem suspeito de 10 homicídios no Mocinha Magalhães

Publicado

em

Desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (08), as forças solícitos entre Polícia Militar, Batalhão Ambiental, Bope e Polícia Civil, estiveram empenhadas em uma operação que terminou na prisão de um homem suspeito de matar pelo menos dez pessoas e outros cinco pelo crime de tráfico e organização criminosa.

A operação também teve o apoio do Helicóptero João Donato e se deu dependências do bairro Mocinha Magalhães. A apresentação dos presos aconteceu no auditório da Secretaria de Polícia Civil.

De acordo com o secretário de segurança, Emylson Farias, o foco principal era prender o homicida, os demais foram presos em consequência a operação realizada. Matheus Barbosa da Silva, de 19 anos, é suspeito de cometer pelo menos dez crimes de homicídio e fazia parte da facção criminosa “Comando Vermelho”.

Lucas dos Santos Machado, 21, droga, Cleir Torres de Brito, 20, Matheus Barbosa da Silva, 19, vulgo Xorôco, Antônio Jonathan Dourado Pereira, 24, Crislaine Roque Mugrabe, 18, Sidney de Lima Castro Souza, 35, homicídio.

 

“Matheus se tornou um criminoso de alta periculosidade, começou com pequenos furtos, roubos e entrou para um grupo criminoso. Estava  causando terror ali naquela região e o prendemos com ajuda da população e pessoas que foram vítimas de tentativa de homicídio. Em depoimento, ele foi reconhecido e conseguimos cumprir agora o seu mandado de prisão”, disse o delegado Rêmulo Diniz.

 

Propaganda

Destaque 2

Decreto de Gladson cede petista Marcus Viana para prestar serviço por dois anos ao TJ

Publicado

em

Foi publicado na edição desta segunda-feira, 18, do Diário Oficial do Estado, o decreto assinado pelo governador Gladson Cameli (Progressistas), cedendo o engenheiro civil Marcus Viana, ex-prefeito de Rio Branco e candidato petista derrotado nas eleições ao governo do Acre em 2018, para prestar serviços no Tribunal de Justiça do Acre pelo período de dois anos, com ônus para o Estado. O documento não revela que função Viana ocupará no judiciário.

Marcus, que é servidor de carreira da Secretaria de Estado de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano – Seinfra, no início do ano, havia negado essa hipótese de ser cedido para o TJ. Segundo apurou o ac24horas, a idéia é que Marcus evitasse desgaste com atual de gestão do Estado por ter sido candidato o principal opositor de Gladson Cameli no ano passado.

O ex-prefeito de Rio Branco estava de férias desde que foi derrotado nas eleições de 2018 e voltou ao trabalho na Seinfra em janeiro deste ano. Marcus teria articulado sua saída temporária da Secretaria junto ao Desembargador-Presidente do TJ, Francisco Djalma, de quem é amigo próximo.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.