Conecte-se agora

Ex-prefeito do município de Plácido de Castro, Paulinho é condenado por desviar tijolos da cidade

Publicado

em

O ex-prefeito de Plácido de Castro, Paulo César (PR), o Paulinho, foi condenado a prestar de serviços à comunidade dois anos e seis meses, com carga horária da de 8 horas semanais, além de ficar inelegível às eleições. Ele teria emprestado 90 mil tijolos para um empresário local, sem empregar qualquer formalidade ou licitação.

A decisão é da juíza Isabelle Sacramento, que já mandou publicar a rubrica. Segundo a magistrada, Paulinho tem culpa, sim, “uma vez que se tratava de gestor público à época dos fatos, sempre à frente de cargos ligados ao Poder Executivo, de modo que era exigível que atuasse com maior cautela no trato do erário”.

O ex-prefeito foi denunciado por implantar cerâmica municipal, em 2008, mas não ter realizado qualquer controle, fiscalização ou registro contábil na empresa, e fazer contratação informal de trabalhadores para o lugar, além de não ter providenciado licenciamento ambiental para a olaria.

Sentença
A juíza de Direito Isabelle Sacramento, titular da unidade judiciária, relatou que o ex-prefeito foi condenado no âmbito civil por improbidade administrativa, e agora o requerido responderia por crime de responsabilidade na esfera criminal. As informações são do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC).

O crime, explica a juíza, “(…) assemelha-se ao conceito de peculato de uso, na medida em que o gestor utiliza do erário fora de suas normais e regulares atividades, para atender interesses particulares ou de outrem, como é o caso dos autos”.

Portanto, após considerar todos os elementos contidos nos autos, a magistrada condenou o ex-gestor a dois anos e seis meses de reclusão, em regime aberto, e substituiu a pena privativa de liberdade por restritiva de direito, consistente com a prestação de serviços à comunidade.

Propaganda

Destaque 6

Hospital de Amor inaugura na próxima semana em Rio Branco

Publicado

em

O Acre terá, a partir do dia 20 de novembro, uma nova porta de apoio à prevenção e controle dos cânceres: o Hospital de Amor. A nova unidade de saúde deve ser inaugurada na próxima semana em meio à dificuldade que pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) estão tendo para manter os tratamentos contra a doença.

Fruto de uma negociação face uma multa trabalhista imputada ao Estado do Acre, o hospital teve as obras iniciadas em 2017, e está com o cronograma se fechando em tempo recorde para uma construção desse porte no Acre. Foram mais de R$ 100 milhões investidos na estrutura da unidade.

O que chama a atenção no novo serviço hospitalar acreano, é que além da unidade fixa na Via Verde, no 2º Distrito da Capital, o Hospital de Amor também terá veículos que vão circular pelos municípios acreanos oferecendo ações de prevenção contra os canceres do Colo do Útero e Mama.

Com o trabalho itinerante será possível, ainda, realizar os exames preventivos de mamografia e Papanicolau (PCCU) nas mulheres que possuem de 40 a 69 anos [no caso do câncer de mama] e de 25 a 64 [no caso do câncer de colo de útero]. E os veículos já estão em solo acreano.

Continuar lendo

Destaque 6

Após receber parte dos salários, médicos voltam aos trabalhos

Publicado

em

Os médicos do Hospital do Juruá, que estavam há dois meses sem salários, reiniciaram os atendimentos ambulatoriais nesta quarta-feira, dia 14, após o repasse de parte dos salários de setembro. A decisão de cruzar os braços foi tomada na terça-feira, dia 13.

Mesmo com os salários atrasados, os médicos mantiveram os atendimentos no setor de emergência da unidade de saúde. Internamente, os setores de Terapia Intensiva e clínicas também mantiveram as atividades normais.

O hospital recebe recursos via Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), para atender pacientes do Serviço Único de Saúde (SUS), contudo, os salários de setembro e outubro não foram pago. após acordo para pagar parte do mês de setembro, o Estado não cumpriu e os trabalhadores entraram em greve.

Continuar lendo

Destaque 6

Polícia prende suspeitos de roubo e associação criminosa na Capital

Publicado

em

Após uma ação deflagrada na tarde de segunda-feira (12), no Conjunto Habitacional Cidade do Povo, a Polícia Civil conseguiu recuperar uma moto oriunda de roubo e ainda prender pessoas suspeitas pela prática , todos estavam em uma residência no bairro.

A moto havia sido roubada na manhã de segunda-feira em uma rua próximo a antiga faculdade Betel, e após receberem informes, os investigadores se deslocaram até a residência dos suspeitos onde encontraram a moto, além dos pertencentes pessoais da vítima concretizando o envolvimento dos que estavam na casa no crime de roubo.

Foram flagranteados, Assis Alex Rodrigues, Edney Lucas de Souza, João Paulo de Assis, Antônio Railan Ferreira, Esmailon da Costa e Alexandre Rodrigues.

Na casa também forma encontrados uma arma de fogo, celulares, dinheiro e uma arma branca.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.