Conecte-se agora

Advogado do Acre diz em novo vídeo que pertence ao CV: “Eu sou bandido mesmo”

Publicado

em

Logo após a repercussão do vídeo em que o advogado Manoel Elivaldo Batista de Lima Júnior aparece portando uma arma parecida com uma submetralhadora, foi enviado a redação do ac24horas mais um vídeo em que ele se diz pertencer ao Comando Vermelho, facção criminosa que trava uma guerra pelo comando de tráfico de drogas, roubos e assaltos no Acre contra o Bonde dos 13 e o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Na gravação de 40 segundos, Manoel manda um recado para alguma garota não identificada e revela: “Sou bandido mesmo, eu assumo. Eu trabalho para o CV, é nóis, Rio Branco é nossa. Eu tô aqui para ficar rico e estarei se Deus quiser, até o final do ano que vem com o meu Camaro zero bala. Nego bala estará na rua com Paulinho e Peruano, a galera do CV vai sair e nós vamos administrar a sociedade com paz e amor e muito respeito a população de Rio Branco. E eu estarei lá como o número 1, advogado. Assumo sim que sou do Comando do Vermelho para defender com unhas e dentes a população de Rio Branco”, diz o advogado.

Ao tomar conhecimento do conteúdo do vídeo, o presidente da OAB Acre, Marcos Vinicius Jardim Rodrigues, classificou as imagens como “cenas graves, constrangedoras e reprováveis que terão da OAB/AC a resposta adequada”.

“Inaceitável que um Profissional se comporte com tamanha torpeza. A Advocacia não se confunde com os fatos praticados por seus clientes. Defendemos direitos e não condutas criminosas. Quem livremente se confunde com criminosos deve arcar com os mesmos ônus dos que decidem transgredir as normas penais, jamais aqueles destinados aos que trabalham por Justiça”, diz.

O delegado Alcino Júnior informou que a Polícia Civil, após ter acesso aos vídeos do advogado, está trabalhando nas medidas cabíveis. “A Polícia Civil teve acesso a esse material e está trabalhando nas medidas cabíveis, as mais urgentes. No momento que ele se assume membro de facção criminosa, cabe a nós avaliar já o cometimento de um crime, que é de associar-se integrar uma organização criminosa. Fora o porte ilegal de arma de fogo, eventual disparo dentro de sua própria residência e outros crimes que podem ter um desdobramento.”

“Tá muito claro as intenções dele. Ele cita, inclusive, lideranças do Comando Vermelho: Nego Bala, Paulinho Calafate, e se faz ali como membro importante dentro dessa organização. Só este fato já é crime. Infelizmente é lamentável que um advogado que deveria estar defendendo o Estado Democrático de Direito, defendendo a própria justiça, esteja comentando esse tipo de crime. A própria OAB já se manifestou informando que penas do ponto de vista administrativo esse advogado pode sofrer”, encerra o delegado.

Propaganda

Destaque 2

Depois de pedir avião da argentina, Gladson topa ajuda até de Nicolás Maduro, diz Estadão

Publicado

em

O governador do Acre, Gladson Cameli, começou a pedir ajuda a países sul-americanos para o combate às queimadas na Amazônia. Ele vai tratar de ajuda e da situação das florestas com o presidente do Peru, Martín Vizcarra, em audiência no dia 3 de setembro e que não descarta nem auxílio oferecido pelo regime chavista de Nicolás Maduro, na Venezuela. “Eu aceito tudo que venha de benefício para que a gente possa coibir essa situação de nossas florestas, o céu será o limite”.

Ele mandou ofícios a embaixadas e gabinetes de presidentes, entre eles o de Maurício Macri, da Argentina, a quem solicitou o empréstimo de um avião hidrante que integra o sistema nacional de combate ao fogo do país vizinho.

Nesta sexta-feira (23), a Secretaria de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Nação Argentina ofereceu ajuda aos governos do Brasil e da Bolívia, num esforço externo de luta contra as mudanças climáticas e pela conservação da biodiversidade, compromisso assumido no Acordo de Paris, informou o governo Macri.

A dica de pedir o avião da Argentina, segundo o governador, veio da Casa Civil da Presidência da República. “A Argentina tem uma aeronave que tem o papel de bombeiro, quem comentou comigo foi a equipe do presidente. Se conseguirem mandar para nós, tanto para Acre, Amazonas e Rondônia, vai ser de extrema importância, vai facilitar nosso trabalho”, disse Cameli.

Cameli disse que não falou ainda com o presidente Jair Bolsonaro, mas que tem mantido conversas com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Ele disse que “não interpretou mal” o presidente, mas que Bolsonaro se equivocou ao criticar o empenho dos governadores do Norte nos esforços para apagar os incêndios florestais. “Foi o calor do dia a dia, no stress que ele cometeu aquele equívoco”, afirmou à reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

Continuar lendo

Acre

Tatuador casado é denunciado por assediar clientes em Rio Branco

Publicado

em

Pelo andar da carruagem o bonde parece já estar andando sobre o assédio do profissional de tatuagem com clientes em seu estúdio na cidade de Rio Branco. Em menos de 24 horas, já apareceram outras vítimas.

ENTENDA O CASO

***O dia ainda nem completou suas 24 horas, e meu direct no instagram já está bombando de novas vítimas do profissional (que pelo visto não tem nada de profissional), com relação a assédio sexual.

Na semana que se passou duas das vítimas me relataram com riqueza de detalhes como o tatuador faz esse tipo de assédio em suas clientes. As vítimas em questão me afirmaram que é só uma questão de alguém denunciar ou deixar um alerta para que apareçam vítimas do tatuador. E não é que apareceu mesmo.

COMO O TATUADOR AGE

***O mesmo não se importa se a vítima e casada ou tem namorado. Até o momento que escrevia está coluna, não havia informação de assédio em menores de idade. E caso apareça a coisa deve ficar seríssima.

As vítimas sempre relatam a mesma forma de agir do tatuador, que ao término do trabalho, pede uma foto com ele para fazer divulgação do seu trabalho nas redes sociais. E nesse momento que os relatos ficam mais íntimos, pois as vítimas que entraram em contato via direct do instagram, relatam quase o mesmo tipo de situação.

“No momento eu achei que ele iria tirar a foto somente da tatuagem, ou ao meu lado com a tatuagem a mostra. Mas ele me agarrou por trás e ficou bem próximo. Na hora não me toquei, num súbito de entendimento da situação sai bruscamente e não aceitei tirar a foto.” – relata uma das vítimas.

NOVAS VITIMAS

***O Fato já deve começar a ser investigado com o surgimento de possíveis novas vítimas que se sentirem molestadas ou assediadas pelo tatuador ou por qualquer outro profissional da cidade.

Vale ressaltar que o tatuador tem esposa, filhos, mas na hora do assédio, ele não leva isso em consideração, sendo que esse tipo de ato ´da CADEIA. Sempre que for usar esse ou qualquer tipo de serviço, se informe antes, não acredite somente em fotos na internet, ou somente em indicação de blogueiras e afins.

ASSÉDIO É CRIME, se você passou por isso DENUNCIE.


Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do ac24horas.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.