Conecte-se agora
Fechar

A vida digital e o distanciamento do próximo

Charlene Carvalho

Publicado

em

Olá!!!!

Perdoem-me pela ausência. Problemas urgentes me afastaram da escrita cotidiana, mas já estou de volta. E cheia de pensamentos e dúvidas. Uma delas é, claro, trata de amor, afeto, bem-querer.

A vida moderna nos afasta cada vez mais da conversa, do bom papo. Se papeamos hoje, quase sempre é via WhatsApp, Facebook, Twitter ou Instagram. Lá somos eloqüentes, desenvoltos e raramente comedidos.

Na relação presencial, a fala nos cala. Somos surdos e mudos para o outro ao nosso lado. Aquele tal de próximo cada vez mais distante. Não o vemos ou ouvimos. O enxergamos e comentamos na foto do Insta, no textão do Facebook, na cirúrgica frase do Twitter. Já no ao vivo… No ao vivo somos comedidos, tímidos. Apáticos e quase sempre antipáticos.

Na vida real, embora tenhamos pescoços eretos, somos a geração de cabeça baixa, ou geração do pescoço tecnológico. Daqueles que só olham para baixo da tela do celular.

E o que é essa geração de cabeça baixa ou pescoço tecnológico que você nunca ouviu falar? Podes pesquisar no Google (rarrárrárrá…). Mas também podes fazer uma auto-observação. Vejamos se assim você me entendes:

Nesse momento, muito provavelmente você está lendo a coluna via smartphone, no link da página do AC24Horas no Facebook. Temos excelente audiência orgânica por lá. A segunda alternativa é o link do Twitter – Buenasss, Rachel Moreira, Fernanda Ramalho! – e a terceira vem naquele link mara que recebes via WhatsApp.

Percebes como estás com a cabeça baixa e o corpo curvado??

Pois é. Entendestes, por certo, ao que me refiro.

O smartphone tem um mundo à nossa disposição por apenas alguns toques. Mas, cuidado!! Tanta vantagem esconde alguns graves problemas. Desde o vício por eletrônicos e a necessidade de ficar conectado o dia inteiro, a questões físicas. O outro é o distanciamento do próximo que está ao lado. Nunca fomos tão distantes do nosso semelhante.

E nesse distanciamento, demonstramos excesso de amor e afeto no mundo on-line, mas esquecemos de explicitar amor e bem-querências no mundo real. Talvez seja que a vida on-line nos permita viver um mundo de Alice. Talvez seja que a tela do smartphone e do computador nos dê coragens não percebidas na relação interpessoal. Talvez sejamos seres em processo de mudança. E por essa mudança de comportamento, não percebemos que estamos ao mesmo tempo tão perto e tão longe dos que nos rodeiam.

Disso, percebo a necessidade de ficar cada vez off da vida on-line e cada vez mais on na vida daqueles a quem quero bem. Isso porque meu bem-querer não pode ser apenas nas demonstrações virtuais. Assim, procuro fazê-lo no ao vivo, no face to face, olhos nos olhos. O nó é que, se de uma parte não sei demonstrar, o outro também já não sabe receber.

Essa é, pois, uma equação que não fecha.

Te convido, pois, a refletir um pouco sobre como estão tuas relações interpessoais. E, de preferência, levantar a cabeça para olhar e conversar com quem está ao seu redor. Buenasss a vocês tudim!!!!

Happy 

Alex Machado, editora do Jornal A Tribuna, é uma dessas amigas-irmãs que a vida me deu. Segunda foi seu aniversário. Não faltaram comemorações em família e com os amigos. Daqui do meu cantinho, desejo à Alex muitas e infinitas felicidades. Que ela jamais deixe de ser a boa amiga que é e que a todos nos encanta com um lindo sorriso. Parabéns, Maria!!!  

Festa
Deputado Federal Alan Rick foi outro aniversariante da segunda. Entre uma agenda e outra de trabalho, comemorou a data com a mãe Gorete e a esposa Michele, além dos colaboradores do seu mandato em Rio Branco e Brasília. Merece todas as alegrias pelo excelente trabalho parlamentar que realiza em favor da vida e da família.

Propaganda

Charlene Carvalho

Sobre o meu amor eterno por ti

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Ano que vem em Jerusalém

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo

Charlene Carvalho

Apenas mais uma crônica de amor

Charlene Carvalho

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.