Conecte-se agora
Fechar

Acre terá Associação dos Cabos Eleitorais para brigar contra políticos caloteiros

Publicado

em

Uma entidade para defender o direito e interesse dos cabos eleitorais contra os políticos velhacos. Esse é o objetivo da criação da Associação dos Profissionais dos Cabos Eleitorais do Acre (Apcea). A proposta é do ativista político Josimar Tavares, fundador e presidente da entidade, que será lançada no dia 01 de novembro, no auditório da Assembleia Legislativa do Acre, em Rio Branco.

Josimar Tavares, fundador e presidente da Associação dos Cabos Eleitorais do Acre

“Toda sociedade está organizada através de associação e sindicato. Essa associação é bom pra ambas as partes. A gente tem vários casos tanto na Assembleia Legislativa como na Câmara Municipal de parlamentares que não cumpriram com cabos eleitorais. Muitas vezes você trabalha e o político promete colocar no seu gabinete ou contemplar com um emprego e nunca cumpre.”

Questionado pela reportagem se a associação não seria uma espécie de oficialização da compra de votos e trocas de favores entre eleitores e políticos, Josimar diz que não. Para ele, ao contrário, a associação vai defender os direitos de pessoas que “levam o nome dos políticos no período eleitoral”.

A fundação da Apcea segue padrões de entidades semelhantes criadas em outros estados do país, segundo Josimar. Ele lembra ainda que a organização também representará “responsáveis por carros de som, motos e bicicletas de som, apresentadores de comícios e de reuniões”.

Destaque 2

MPAC institui nova composição para Grupo Especial de Apoio e Atuação a situações de emergência, desastres e calamidades

Publicado

em

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, instituiu nesta sexta-feira, 16, a nova composição do Grupo Especial de Apoio e Atuação para Prevenção e Resposta a Situações de Emergência ou Estado de Calamidade devido à ocorrência de Desastres (GPRD), do MPAC.

Criado em 2012, o GPRD tem a finalidade de prestar assistência à população acometida por desastres naturais, e teve uma atuação muito importante quando do enfrentamento das maiores enchentes ocorridas nos anos de 2012 e 2015. A reinstalação do GPRD ocorreu após a Prefeitura Municipal de Rio Branco decretar Situação de Emergência em Rio Branco, devido ao transbordamento que atingiu mais de 20 bairros, após 10 horas de chuva ininterrupta nesta terça-feira, 13.

“Com a situação de emergência decretada pelo município de Rio Branco, Instalamos novamente o grupo para atuar em situação de alerta a princípio, e caso seja necessário, em regime de plantão, para atender não só a população de Rio Branco, mas de todos os municípios do Acre que eventualmente venham a declarar situação de emergência em novos casos de transbordamento”, destacou a procuradora-geral.

Foi designado para coordenar o GPRD, o procurador de Justiça Carlos Maia. Também integram o grupo, as procuradoras de Justiça Patrícia Rego, Rita de Cássia Nogueira, Gilcely Evangelista, e os promotores de Justiça Almir Branco, Glaucio Ney Oshiro, Ildon Maximiano, Joana D’Arc, Marco Aurélio Ribeiro, Vinícius Menandro, Bernardo Albano.

Por meio do GPRD, o MPAC também poderá cumprir com suas atribuições constitucionais, com o auxílio à comunidade atingida pelo transbordamento. O GPRD também consiste, sobretudo, na prestação de apoio institucional, administrativo, técnico e operacional integrado para suprir as demandas referentes à infância e juventude, pessoas com deficiência e idosos, saúde, direitos humanos, meio ambiente, habitação e urbanismo.

Em outras frentes de atuação em anos anteriores, o MPAC agiu por meio do GPRD com plantões compostos por membros e equipes técnicas, incluindo assistentes sociais e psicólogos que auxiliaram no mapeamento de todas as famílias atingidas pela enchente em Rio Branco e Região do Alto Acre.

Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPAC

Continuar lendo

Destaque 2

Atlético Acreano estréia em casa contra o Remo pela série C do Brasileirão

Publicado

em

O Atlético Acreano não terá vida fácil no brasileiro da série C. O time acreano é o único entre os quatro que conseguiram o acesso no ano passado que vai disputar a competição pela primeira.

O bi campeão do Acre ficou no grupo A, ao lado de equipes consagradas do futebol nacional. Com exceção do Remo, todos os demais adversários são nordeste.

O Atlético será o time que vai encarar as maiores viagens, e consequentemente os mais fadigantes desgastes. Estão no grupo o Náutico , Salgueiro e Santa Cruz, de Pernambuco, ABC e Globo, do Rio Grande do Norte,Botafogo da Paraíba, Confiança de Sergipe e Juazeirense, da Bahia.

A primeira partida na competição acontece no dia 14 de abril, na Arena da Floresta diante do Clube do Remo. No dia 21, O Galo vai a Recife encarar o Santa Cruz.

A CBF deu um alento para os clubes, e aumentou de 28 para 30 o número de passagens, o que significa muito para um time do porte do Atlético do Acre,que vai poder levar mais dois jogadores para os jogos fora de casa.

A série C vai se estender de abril até o mês de setembro. Das dez equipes de cada grupo, quatro avançam para a fase seguinte. As duas piores colocadas na primeira fase caem para série D.

Continuar lendo

Destaque 2

Adolescente de 14 anos é morto a tiros dentro de casa no Miritizal, em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Um adolescente de 14 anos foi executado na madrugada desta quinta-feira, dia 16, no bairro Miritizal, em Cruzeiro do Sul. O menor estava em casa quando homens armados invadiram a casa, o adolescente pulou a janela, mas ainda foi alvo dos bandidos.

O comandante da Polícia Militar, major Manoel Jorge, disse que o caso trata-se de uma clara execução. “As informações que conseguimos apurar até o momento é que o menor estava em casa quando esses indivíduos invadiram a casa e tentaram o matar”, disse.

O adolescente teria ainda pulado a janela para tentar fugir dos bandidos mas foi atingido com vários disparos. “Não pudemos saber ao certo quantos disparos nas foram muitos disparos, havia várias perfurações”, afirmou.

O adolescente, segundo a informação da polícia, faria aniversário daqui a cinco dias. “Situação extremamente triste, é muito triste que algo assim aconteça com uma criança”, concluiu. A Polícia Civil já investiga o caso, mas até o momento ninguém foi preso. As informações são do Juruá Online.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.