Conecte-se conosco
Fechar

Presidente Temer deve vir ao Acre para evento de segurança pública

Nelson Liano Jr.

Publicado

em

Num encontro do governador Tião Viana (PT) com o presidente Michel Temer (PMDB), em Brasília, ficou acertado uma visita ao Acre. Será para participar do Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança Pública e Controle das Fronteiras – Narcotráfico, uma Emergência Nacional. A data será 27 de outubro com a presença da maioria dos governadores brasileiros, ministros e técnicos em segurança pública. Não tenho dúvida da importância para o Estado de sediar um evento dessa extensão no momento em que o país atravessa uma severa “crise” de violência. Se os diálogos resultarem em ações práticas para conter o narcotráfico nas fronteiras brasileiras poderemos esperar avanços para um reversão na criminalidade no Estado. O narcotráfico é a base para a mortandade de jovens que se ligam às facções. A sociedade brasileira atravessa um momento obscuro impulsionado pela violência desmedida gerada pela venda de drogas que pode resultar num verdadeiro caos para o país.

Antes tarde do que nunca
Ponto para o governador que conseguiu trazer esse evento para o Acre. Com quase dois mil quilômetros de fronteira com os dois maiores produtores de cocaína do mundo, Peru e Bolívia, o nosso Estado está exposto a um movimento de cooptação de jovens ao narcotráfico.

Além dos partidos
Acredito que um evento dessa natureza deve envolver políticos de todos os partidos. Todos podem dar a sua contribuição. Não é a hora de achar culpados, mas de soluções. Afinal são vidas que estão em risco. Famílias desagregadas e falta de perspectiva para milhares de jovens acreanos.

Diplomacia
Acredito que o diálogo seguido de ações práticas podem trazer as mudanças que a sociedade espera. Recentemente li uma matéria do governador elogiando o empenho do senador Gladson Cameli (PP) para conseguir recursos para uma obra viária em Brasiléia. Assim é melhor. No Acre os palanques tem que terminar depois do resultado eleitoral. E não é isso que a gente vê. Ruim para todos.

CPIs não colam
Acho a proposta do deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB) de propor uma CPI para investigar esses negócios públicos-privados correta e necessária. Só que na prática essas CPIs não funcionam. A bancada governista na ALEAC aprova só o que interessa. E quando essas CPIs são implantadas o presidente e o relator são indicados pela maioria parlamentar que é da FPA. Ninguém vai jogar contra o próprio patrimônio. Só tem valor político para quem sabe usar.

Quem manda é o voto
Uma maioria parlamentar numa casa legislativa se faz com os votos que representam a vontade da população. Não tem choro e nem vela. O grupo político que quiser comandar a ALEAC tem que conseguir o feito nas eleições. É assim que funciona a democracia.

Tiro na água
A CPI das casas populares da SEAB, até agora, não deu em nada, nem mesmo notícias relevantes para a mídia. Isso significa que o uso político que a oposição poderia ter feito da CPI não se concretizou. Porque com o relator e o presidente,da FPA obviamente que não haveria punição para ninguém que por ventura possa ter cometido algum crime.

Jesus na causa
O deputado estadual Jesus Sérgio (PDT) desmentiu que estaria indo para outro partido de oposição. Mas, na verdade, a fonte dessas informações é o próprio Jesus, o político e não o Iluminado. O parlamentar confirma que pretende disputar uma vaga para deputado federal em 2018.

De volta à casa
Tem dois ex-deputados estaduais que vão jogar pesado para voltarem à ALEAC, Chico Viga e Elson Santiago. Nem sei em que partidos estão filiados, mas os dois sabem operar como ninguém numa campanha. A surpresa foi terem ficado de fora em 2014.

Janela aberta
Em março de 2018 haverá uma janela que permitirá a troca de partido dos deputados estaduais, federais e vereadores. Podem apostar que teremos muitas surpresas. Nos corredores da ALEAC é comum ver presidentes de partidos “seduzindo” parlamentares para mudarem de legendas. É nessa hora que poderão ser escalados vices e suplentes de senador para a disputa eleitoral.

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Locutor do Formigão e Coronel Ulysses as novidades à disputa ao Governo

Nelson Liano Jr.

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Até quando os acreanos continuarão isolados do resto do Brasil?

Nelson Liano Jr.

Publicado

em

Continuar lendo

Coluna do Nelson

Reforma Política poderá beneficiar candidatos ricos como Gladson Cameli

Nelson Liano Jr.

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.