Conecte-se agora
Fechar

Jackson Ramos: “Raimundinho da Saúde é o responsável pelo fim do Pró-Saúde”.

Publicado

em

O vereador de Rio Branco, médico Jackson Ramos (PT), não suportou o discurso do deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS), ontem na ALEAC, trazendo para si os louros da reativação do diálogo entre PGR e os demitidos do programa Pró-Saúde e ligou para este colunista para registrar a sua indignação, pelo fato do parlamentar se vangloriar de um mérito que não lhe pertence: “quem está comandando as negociações com a categoria demitida sou eu, por determinação do governador Tião Viana, e todas as tratativas estão centralizadas na minha pessoa”. O próprio governo não quis o deputado Raimundinho como negociador, assegurou. Para Jackson, o único papel do parlamentar nesta história é o de ser o responsável pelo fim do Pró-Saúde: tudo só chegou ao patamar da ação do Ministério Público do Trabalho, que redundou no fim do programa, porque as denúncias iniciais contra o Pró-Saúde, sustentando sua ilegalidade, foram feitas pelo deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS), como é que agora ele quer aparecer na imprensa como salvador da Pátria? É a indagação que faz o vereador do PT. Jackson lembra ainda que, falta ao deputado Raimundinho mais coerência política: “um dia enche o governador de elogios e no outro de críticas, não tem posição política firme”. Jackson ficou de passar à imprensa todo avanço que tiver na negociação comandada por ele, entre a PGR e os advogados dos ex-servidores demitidos, para tentar um retorno aos cargos. Com a abertura das conversas acendeu uma luz no fim do túnel. Outra envolvida pelo governo nas negociações é a ex-secretária de Saúde, Suely Melo.

O que isso mostra?
O que a posição do comedido vereador Jackson Ramos (PT) mostra: que há um brutal descontentamento do governo com a posição de metralhadora giratória do deputado Raimundinho da Saúde (PODEMOS), com ataques virais aos secretários e ao governo Tião Viana. Lembrar que o vereador Jackson Ramos (PT) é um dos políticos mais próximos do governador. Daqueles que não marca audiência.

OBSERVAÇÃO DE UM LEITOR
Não há algo que tenho mais respeito do que o leitor. Um deles me mandou um comentário com observações a uma nota da coluna “Driblando a Crise”, sobre a contratação de300 servidores da Saúde, nesta quarta-feira, e que na sua avaliação não merece ser encarada com louvor, porque o governo antes de contratar os 300, demitiu 1.800 servidores do Pró-Saúde. Fica registrada a contestação.

COMENTÁRIO PONTUAL
Sobre a contratação de novos 300 servidores da Saúde, o comentário da coluna foi pontual, em cima do fato. E sobre os 1.800 servidores demitidos do Pró-Saúde a PGR abriu negociação com os ex-funcionários do programa para buscar um meio legal de retorno. É o que me foi informado. Faço apenas o comentário, quem tem de fazer a defesa do governo são seus assessores. A coluna é sempre aberta à opinião do leitor.

CENA CONSTRANGEDORA
Quem assistiu ao vídeo percebeu que o governador Tião Viana e o prefeito Marcus Alexandre não estavam à vontade ao servirem de garotos propaganda do presidente do PROS, Roberto da Princezinha, como forma de lhes dar apoio para continuar comandando o partido, que deverá mudar de presidência dia 29. Ambos não têm nenhuma influência na direção nacional.

COSTURADA PELO PETECÃO
A vinda do PROS para a oposição foi costurada pelo senador Sérgio Petecão (PSD), junto aos dirigentes nacionais da sigla, dos quais é amigo. O compromisso firmado é que o médico Carlos Beirute assumirá a presidência do PROS, mas terá que ser candidato a deputado federal.

Joelso foi solto
O vereador Joelso Pontes (PP) foi libertado ontem e hoje estará voltando à Brasiléia para entrar com uma ação e pedido de Liminar, para assumir as suas funções na Câmara Municipal de Brasiléia. Disse à coluna pouco depois de ser libertado que dará uma coletiva à imprensa para se defender das acusações que sofre.

MAMADEIRA VAI SECAR
Com a cláusula de barreira, todos os presidentes nacionais dos partidos nanicos estão exigindo que os diretórios regionais lancem candidatos à Câmara Federal, para que não acabem sem o grande filão, na próxima eleição: tempo de televisão e dinheiro do Fundo Partidário.

TOCANDO NA FERIDA
A deputada Juliana Rodrigues (PRB), sempre na defesa do consumidor, tocou na ferida ao criticar a medida adotada pelo Shopping Via Verde, de cobrar 7 reais pelo estacionamento, sem fracionamento. Lembra que não é dado retorno ao visitante como uma cobertura externa, o que leva a que no inverno os proprietários de carros a se molharem até chegar ao veículo.

MEDIDAS LEGAIS
A parlamentar prometeu estudar medidas para que a cobrança não seja unificada nos 7 reais, mas que os clientes do Shopping paguem apenas o tempo que usarem o estacionamento.

JOGO ABERTO
O prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, faz o jogo aberto da transparência. Levou o Conselheiro do TCE, Valmir Ribeiro, a uma visita aos ramais que recuperou e aos que estão sendo recuperados. Aproveitou a presença do Conselheiro no município para um seminário.

OS TEMPOS SÃO OUTROS
O prefeito Tião Flores sabe que os tempos são outros na gestão pública e quem não seguir na linha corre o risco de acabar, como vários ex-prefeitos que estão presos por improbidade.

SEM ESSA, GONZAGUINHA
O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) poderia representar junto ao MP ou MPF, para que façam uma devassa na Peixes da Amazônia, na ACREAVES e na Dom Porquito, empresas com capital do governo e de órgãos federais, se provar haver ilegalidades. Mas propor uma CPI? CPI, embora seja uma das peças mais sérias de um parlamento, na ALEAC virou brincadeira.

NÃO OUVIU NINGUÉM
O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) conseguiu aprovar a “CPI da BR-364” e até hoje não moveu uma palha para o seu funcionamento. A CPI da SEHAB está instalada e caminha para o fim do prazo renovado de funcionamento sem ouvir ninguém. Outra CPI vir é um despropósito, Gonzaguinha.

ATACANTE DA SELEÇÃO BRASILEIRA
É muito mais fácil eu ser contratado pelo Tite para atacante da seleção brasileira, do que o Deda, a deputada Maria Antônia e o prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno, acompanharem o PROS para oposição. O Deda adoça o café do governador Tião Viana, que tem como ídolo.

BEM CAPAZ!
É bem capaz do ex-prefeito Deda entregar os cargos de confiança que tem no governo do Tião, inclusive, o seu, para sair sem lenço e sem documento seguir o PROS na oposição. É melhor acreditar que Papai Noel existe e voa comandando um trenó puxado por renas.

TUDO RESOLVIDO
O presidente do PDT, Luiz Tchê, me disse ontem que a situação do deputado Jesus Sérgio (PDT) está resolvida é que será candidato a deputado federal prestigiado pelo partido. Não irá para o PSC.

UMA LOUCURA
Seria loucura entrar no PSC para ser o presidente de um partido que, no Acre, existe no nome.

QUESTÃO POLÍTICA
Ontem, um aliado da ex-prefeita Toinha Vieira (PSDB), explicou o motivo pelo qual, ela não apoiará o senador Gladson Cameli (PP) ao governo: “na campanha política para a prefeitura de Sena Madureira, ela foi ignorada toda a campanha. Não foi para a FPA em troca de favores, mas por mágoa pelo desprezo”.

POPULAÇÃO NO SEMI-ABERTO
A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) fez um discurso de revolta com o aumento das mortes violentas – mais de 12 – somente este mês. Nós vivemos em Rio Branco como num sistema prisional semi-aberto, trabalhamos de dia e nos recolhemos na noite, por causa da insegurança, protestou a peemedebista.

EMENDA VIRTUAL
Não sei para que, existem emendas parlamentares porque, geralmente, para os deputados da oposição, nunca são liberadas. E não é invenção do atual governo. Vem de outros. O protesto feito ontem pelo deputado Nelson Sales (PP) tem razão de ser. As emendas da ALEAC, são virtuais.

ELEIÇÃO COMPLICADA
O PT, que tinha como certa a eleição para a presidência Associação da Reserva “Chico Mendes”, pode depois de anos de poder perder para o candidato da oposição, que tem no morador Açucar um nome forte. A candidata do PT, Leila, foi impugnada por não morar na Reserva. Seria uma derrota emblemática para os petistas.

NÃO EXISTE JOGO DIFERENTE
Tem que se dar um desconto ao deputado Jenilson Lopes (PCdoB) por ser de primeiro mandato. Fica incomodado com as críticas da oposição, acha que os debates deveriam ser mais propositivos. Jenilson, oposição tem que ser crítica, quem tem de elogiar o governo são os parlamentares da sua base política. Sempre foi e sempre será assim.

COSTURANDO DIREITINHO
O deputado Ney Amorim (PT) tem costurado certo, as parcerias que apoiarão a sua candidatura a senador. Sabe que o momento é de conversa, muita conversa, e que a campanha para valer começa no próximo ano.

TUDO POR UM FEDERAL
Os presidentes nacionais dos chamados partidos nanicos estão se lixando para os presidentes dos diretórios regionais. Esta troca de comando que vem acontecendo nestas siglas é unicamente uma tentativa para saírem da eleição do próximo ano vivos. Precisam ter deputados federais. E 1,5% dos votos válidos para a Câmara Federal em nove Estados. Ao final da eleição de 2018 poderemos ter metade dos partidos nanicos fora do cenário político nacional. O que seria salutar para se iniciar o fim da venda de tempo eleitoral e de mamar no Fundo Partidário. Se bem que nenhum partido grande está com moral para apontar o dedo da moralidade contra os nanicos. E ai se encontra a Lava-Jato para confirmar que a bandalheira começa em cima.

Blog do Crica

Traçando o próprio caminho

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

A Lei é boa, mas precisa ser aplicada

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo

Blog do Crica

Democracia dominou as ações na Aleac

Luis Carlos Moreira Jorge

Publicado

em

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.