Conecte-se conosco
Fechar

Hospital de Saúde Mental do Acre não faz agendamento de consultas há quase um mês

Publicado

em

Quem precisa fazer consultas no Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac), em Rio Branco, tem ficado na mão. O serviço de agendamentos da unidade de saúde está há quase um mês sem funcionar, o que tem prejudicado o tratamento de pacientes que fazem acompanhamento psiquiátrico.

Procurada para esclarecer o problema, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) não emitiu nenhum posicionamento sobre o assunto. Enquanto isso, usuários da unidade estão sem conseguir pegar medicamentos, já que as receitas especiais somente são emitidas pelos médicos do Hosmac, o que tem fica inviável sem os agendamentos.

Esposa de um dos pacientes, Maria de Fátima Alencar, de 47 anos, diz estar cansada de ir ao hospital e não conseguir agendar a consulta do marido. Ela reclama que o problema se arrasta por quase um mês e que quando vai reclamar ainda é mal tratada por servidores. A mulher pensa em procurar o Ministério Público do Acre (MP/AC).

“Eu já estou cansada de ir lá no Hosmac e a desculpa é sempre que o sistema está fora porque a internet está ruim. É um absurdo! Se o hospital não serve para funcionar, mandem fechar ou corrijam o problema, mas deixar os pacientes nessa situação é muito grave. Quando a gente reclama, mandam procurar a imprensa”, reclama.

A advogada Rafaela Silva, de 29 anos, cujo pai faz tratamento no hospital, diz que a situação é bastante grave. Além da falta de psiquiatras, alguns medicamento receitados estão indisponíveis na farmácia do hospital e nem sempre estão à venda nas drogarias de Rio Branco. Ela alega que o Hosmac só dispõe de clinico-geral no atendimento ambulatorial.

“Não dá para entender como um hospital psiquiátrico só tem clínico-geral. De verdade, eu não sei o que está acontecendo. Será que o secretário de Atenção à Saúde não fiscaliza as unidades? Porque pelo que sei essa é a obrigação dele. Desde que comecei esse tratamento com meu pai, já fui na secretaria umas dez vezes. Já é bem o terceiro secretário lá”, diz indignada.

O secretário adjunto de Atenção à Saúde, Raicri Barros, já chegou a comentar a situação “caótica” de Hospital de Saúde Mental. Isso aconteceu após o MP/AC pedir a interdição total da unidade de saúde. Na época, pacientes estavam dormindo no chão ou em camas sem lençol. Outras diversas queixas foram feitas, mas, até agora, pouco se vê em melhorias.

A situação, segundo contou uma servidora do hospital, é bastante crítica no local. Ela diz que o hospital sofre com a falta de atenção da Sesacre e alerta que os trabalhadores do local já foram informados que em breve a unidade hospitalar será fechada em definitivo, o que, na opinião dela, vai causar ainda mais problemas no setor.

“O que a gente vê diariamente é esses pacientes dopados. Aqui na frente realmente só tem clínico-geral. Até que os médicos se esforçam, mas sem ajuda necessária é muito difícil. As autoridades precisam olhar para cá. O que nos dizem é que aqui vai fechar, só isso. Mas e se fecharem, para onde essas pessoas vão?”, questionada a funcionária do Hosmac.

Continuar lendo

Destaque 7

Excesso de sessões solenes esfria debate na Câmara de Rio Branco e afasta presença do público; Vereador pede solução

Publicado

em

A entrega de moções de aplauso e o número excessivo de sessões solenes vem esfriando há algum tempo os debates na Câmara de Vereadores de Rio Branco, que no começo desta legislatura foi bastante elogiada pela opinião pública por causa de discussões acaloradas de interesse público, como o transporte coletivo.

Essas sessões solenes em horários normalmente destinados ao debate no parlamento são, vez por outra, criticadas entre jornalistas que cobrem os trabalhos na Casa e até por alguns vereadores.

Para frear o tempo gasto com essas moções e sessões, o vereador Emerson Jarude (LIVRES) acredita ter achado uma solução. Na manhã desta quarta-feira, 18, ele propôs a regulamentação da apresentação das moções da Câmara. Pela proposta, as homenagens oferecidas teriam uma duração de dez minutos, 5 minutos para o vereador autor da moção e 5 minutos para o homenageado.

“O objetivo da proposta é realmente tornar as sessões da Câmara mais produtivas tendo em vista que já que já tivemos moções com duração de 1h30min que acabam prejudicando o andamento dos trabalhos da Casa”, argumenta o vereador.

O excesso de solenidades, além de reduzir a quantidade de pessoas anônimas na galeria da Casa, também diminui o interesse dos jornalistas pela cobertura das sessões diárias.

Continuar lendo

Destaque 7

No Dia das Crianças, Marcus Viana inaugura creche no Loteamento Jenipapo com mais de 220 matriculados

Publicado

em

No Dia das Crianças, o prefeito de Rio Branco, Marcus Viana, inaugurou a creche Olindina Bezerra, no Loteamento Jenipapo, no bairro Parque dos Sabiás, região do Apolônio Sales.

A creche tem 220 crianças com idade entre 2 e 3 anos e em pré-escola com idade de 4 e 5 anos matriculadas.
Já é a 12ª creche entregue pela gestão do petista nesse padrão. São mais 5 mil vagas geradas.

“Hoje é um dia de alegria. Primeiro porque estamos comemorando o Dia das Crianças e reafirmando o compromisso com as crianças da nossa cidade. O dia hoje é de agradecer as crianças e cuidar delas cada vez mais pra garantir o futuro da nossa cidade”, reafirmou o prefeito.

A creche atende famílias dos residenciais Abunã, Macuã e Santa Cruz, além de outras localidades vizinhas ao Apolônio Sales.

A inauguração contou com uma programação especial do Dia das Crianças: pula-pula, escorregador e atividades com brinquedos pedagógicos.

Continuar lendo

Destaque 7

Confira as fotos de quem passou pelo Karaokê da Treta no último sábado

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.