Conecte-se agora
Fechar

Com uniforme rosa e veado como mascote, Filhos de Xapuri criam o Caxinguba Futebol Clube

Publicado

em

Xapurienses que residem fora de Xapuri decidiram criar um time de futebol tendo como mascote um veado, com uniforme rosa e batizado de Caxinguba FC.

Para quem nunca ouviu falar dessa fruta nem do folclore que envolve Xapuri e a caxinguba, vamos explicar.

A caxinguba é uma árvore que chega a atingir 25 metros e fornece um fruto amarelado. Na floresta é o alimento preferido do manzama americana, o veado mateiro, comum nessa região. Diz a lenda, que a região de Xapuri concentrava uma enorme quantidade de caxingubas, o que provocou a migração da espécie em busca do alimento.

Assim, Xapuri, apenas por zoação do que por qualquer forma preconceituosa,também era chamada de: a cidades dos veados (animais). Esse rótulo nunca incomodou quem nasceu na terra de Chico de Mendes, pelo contrário, foi mais uma forma de tornar a cidade conhecida. É o que afirma o jornalista Leônidas Badaró, profundo conhecedor do ¨causo¨ e integrante do novo clube de futebol.

¨ Essa estória nunca incomodou, pelo contrário, foi uma forma de enaltecer a cidade e mostrar que isso tem mais um fundo de brincadeira, de gozação, do que de preconceito¨, garante.

Para mostrar que de fato não existe nenhuma relação homofóbica entre Xapuri e o fruto, desportistas decidiram criar o Caxinguba FC, time de futebol amador, formado por xapurienses que residem foram da Princesinha do Acre.

Com uniforme na cor rosa e tendo um veado como mascote, o time está se organizando para fazer seu primeiro amistoso internacional.

No próximo dia 28, no Florestão, em Rio Branco, o Caxinguba recebe a seleção máster de Cobija(Bolívia), para um amistoso. Será a oportunidade para os conterrâneos conhecerem o time que leva o nome de Xapuri de uma forma bem humorada e tendo o futebol como pano de fundo para difundir ainda mais as estórias que fazem do Acre uma terra diferente.

Destaque 5

Jéssica Sales empenha mais R$ 2,8 milhões de recurso extra-orçamentário para o Juruá

Publicado

em

A deputada federal Jéssica Sales (PMDB) continua trabalhando incansavelmente para fortalecer as administrações municipais do Acre. A parlamentar empenhou junto Ministério da Defesa, através do Programa Calha Norte, R$ 1 milhão para construção do Mercador do Agriculto no Segundo Distrito de Mâncio Lima, R$ 1 milhão para aquisição de duas retroescavadeiras Hidráulicas para Rodrigues Alves e R$ 800 mil para construção de uma escola em Porto Walter, totalizando R$ 2,8 milhões de investimentos nos três municípios do Vale do Juruá.

“O meu mandato não estabelece distinção de cores partidárias na destinação de recursos. Afinal, o eleitor quando escolhe seus representantes, ele espera que o benefício chegue para todos. O trabalho que realizo em Brasília é para manter as parcerias com prefeituras de todos os partidos. O meu compromisso é com a população. A grande dificuldade que enfrento é que ainda existem prefeituras inadimplentes, e infelizmente me impede de alocar recurso extra-orçamento. Mas fico muito otimista e sei do esforço que os prefeitos estão fazendo para sair dessa situação”, destaca Jéssica Sales.

Segundo a parlamentar, o investimento de R$ 1 milhão para construção de um Mercado do Agricultor no Segundo Distrito do município de Mâncio Lima é uma reivindicação antiga dos pequenos produtores que pediam um local dotado de infraestrutura para comercializar seus produtos diretamente com a população, eliminando a figura do atravessador e beneficiando os consumidores com preços mais acessíveis. “Ganha o agricultor com um espaço confortável e ganha a população que contará com produtos fresco a preços jutos”, diz Jéssica Sales.

Os produtores do município de Rodrigues Alves também serão beneficiados com a compra de duas escavadeiras hidráulicas. “O maquinário será usado na construção de tanques de piscicultura, levando mais uma opção de renda para as famílias que produzem na área rural da localidade e precisam de apoio para diversificar suas atividades. Acredito que disponibilizar R$ 1 milhão para comprar as escavadeiras poderá mudar a realidade de pequenos produtores que esperam apoio técnico da prefeitura para produzirem mais”, ressalta Jéssica.

Outro município de Porto Walter mais uma vez receberá recursos por indicação de Jéssica Sales. Dessa vez o alvo da intervenção da peemedebista é a área de educação que receberá R$ 800 mil para construção de mais uma escola. “Gosto muito de trabalhar na área de saúde, mas tenho carinho especial pela educação infantil que é a base de todas as conquistas futuras na vida de uma criança. Em Porto Walter, o prefeito Zezinho Barbary desenvolve um forte trabalho para abrir cada vez mais vagas, um projeto que conta com meu apoio”, finaliza.

Continuar lendo

Destaque 5

No The Noite, Danilo Gentili faz piada com projeto do dinheiro com vencimento de Petecão

Publicado

em

O Projeto de Lei que prevê data de validade para as cédulas de papel-moeda, de autoria do senador Sérgio Petecão (PSD), virou piada no The Noite, talk-show apresentado por Danilo Gentili, no SBT.

O humorista e apresentador leu uma matéria explicando o projeto e aproveitou para brincar com o apelido do senador acreano.

“O senador Sérgio Petecão. Tem uma cara que se chama Petecão e que recebe dinheiro do nosso bolso. Ele é do Acre. Ele sugeriu que o dinheiro brasileiro tenha prazo de validade impresso e em alto-relevo. Segundo o político a medida vai fazer o dinheiro circular mais e evitar que os corruptos guardem mala cheia de grana”, leu Gentili, que deu sequência ao tema chamando sua equipe de humoristas para opinar sobre o projeto.

Léo Lins, um dos integrantes do elenco do The Noite, também brincou com o projeto e citou o Acre. “Ele (Petecão) vai ser um dos mais prejudicados, a população do Acre, porque o dinheiro até chegar no Acre, venceu. Leva cinco meses pra chegar”, satirizou.

Continuar lendo

Destaque 5

Com direito a churrasco, manifestantes bloqueiam rodovia em Mâncio Lima

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas

Publicado

em

Um protesto exigindo a recuperação de ramais na cidade de Mâncio Lima, no interior do Acre, virou a noite com a rodovia AC-405 bloqueada para o tráfego de pedestres e veículos. A manifestação acontece desde a quinta-feira, dia 08, e teve até churrasco. Tudo isso à espera dos representantes do Governo do Acre, que não apareceram ainda.

Líder do movimento, Marcos Ribeiro diz que o problema dos buracos em um dos acessos está ainda pior, já que o período de chuvas aumentou o número de buracos e de lama na via. Quando chove muito, os buracos ficam cheios, impedindo que motoristas desviem, o que tem causado prejuízo aos moradores da região, inclusive com acidentes.

“É um trecho muito pequeno, diariamente acontecem acidentes aqui, já teve inclusive vítima fatal. Nossa manifestação está sendo pacífica, estamos liberando para veículos que necessitam transportar pessoas doentes, ambulâncias, para polícia, abrimos para o carro forte levar o dinheiro para o caixa, e só vamos liberar quando tiver uma resposta”, declarou Marcos à TV Juruá, afiliada SBT na região.

Os manifestantes garantem que só vão desbloquear a rodovia quando um acordo entre eles e os representantes do governo for calado. A reportagem tentou contato com os representantes do Governo em Cruzeiro do Sul, mas não obteve sucesso.

Continuar lendo
Propaganda

Leia também

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.